Ameaçado de morte, Marchezan Júnior reagiu e Polícia identificou o bandido em São Paulo

O homem que ameaçou matar o prefeito Marchezan Júnior foi indiciado pela Polícia do RS. Ele é paulista e fez as ameaças pelas redes sociais, tudo porque não concordou com a retirada de casinhas de cachorro que estavam nas calçadas do bairro Jardim do Slaso. Foi em julho. 

O bandido pediu que tocassem fogo na casa do prefeito.

10 comentários:

Anônimo disse...

Deve ser do PSOL.Lembram da Yeda.Luciana foi na casa dela com os militantes e jogaram um colchão em chamas pra dentro do pátio.A maior baixaria que vi até hoje em termos de política aqui na Capital.Sem falar na perseguição macabra dos professores comunistas contra ela.

Anônimo disse...

Em POA onde fica o Jardim do SLASO? Não conheço. Procurei no GPS e também não encontrei.

Eduardo disse...

BANDIDO É ESSA ATITUDE DO PREFEITO PERSEGUIR OS CACHORROS ADOTADOS PELA COMUNIDADE.

Anônimo disse...

Ele mora em São Paulo? Não entendi

Emmanuel disse...

Eita ... estou ficando velho, ou as pessoas perderam a noção do ridículo.
Só para eu saber: ameaçou de morte ... PEDINDO para botar fogo na CASA??
Ele mandou alguém colocar fogo?
Ele pagou para alguém colocar fogo?
Esse fogo era na casa? Ou no prefeito?
Se fosse no prefeito .... nem ameaça ...
Se for na casa ... nem ameaça .... e ... crime de dano.
O pessoal precisa tomar jeito e entenderem as coisas como de fato são.
E .... FALANDO NISSO, EU SEI DE UM CARA QUE DEU UMA FACADA EM CERA PERSONALIDADE ... E ATÉ HOJE ESTÁ ESCONDIDINHO NUM MANICÔNIO ... QUIÇÁ, PROTEGENDO ALGUÉM.
Imaginem? Não deu nem ameaça ... nem tentativa ... nem coisa nenhuma.

Anônimo disse...

Rua não é lugar de casinha de cachorro.

Anônimo disse...

São Paulo virou um antro de comunistas

Anônimo disse...

A faca, coitada, ficou imprestável depois.

Anônimo disse...

CONCORDO, RUA NAO É ADEQUADO FOGE AO BOM SENSO CACHORRO COM MINHA CASA MINHA VIDA NA RUA....KKKKKK...ELA VOLTA...

Anônimo disse...

Casinha de cachorro no meio da rua e calçada.
Demonstração de uma sociedade completamente doente.