Ninguém saiu de preto nos desfiles do dia 7

Fracassou o protesto lulopetista que previa comparecimento maciço de brasileiros vestidos de preto nos desfiles do dia 7.

Os desfiles foram marcados por verde e amarelo.

21 comentários:

Anônimo disse...

CARUS 2022

Anônimo disse...

Acabou pra esses canalhas , ladrões do dinheiro público.

Anônimo disse...

Os brasileiros estao compreendendo que a Independencia do BRASIL, dia 7 de Setembro, é uma festa civica , de todos , coisa que os petistas ainda nao entenderam . !!!
Tia Glória.

Anônimo disse...

E ainda tentaram comparar o pedido do Bolsonaro ao do Collor. Parte da população ainda não se conscientizou que as eleições acabaram.

Ariel disse...

POLIBIO, VOCÊ VIU A GLOBO POR AÍ?

Anônimo disse...

Os petistas perderam, mas não se conformam! A cada dia surgem com novas artimanhas para minar o governo e achincalhar o povo honesto. Fiquemos atentos porque eles não desistem.

José Corrêa disse...

Mais um fracaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaso eskerdeba!!!

Anônimo disse...

Minha vizinha foi (saiu daqui) de preto. Ela culpa o Bolsonaro pela interrupção do sistema. Ela comparecia uma vez por semana (em media) em uma biblioteca; mas o pagamento de bibliotecária caia interim/limpim. Aposentaram ela, e não colocaram ninguém no lugar (na teta) dela, pra continuar o processo de "idiotização" (educação, segundo ela).

Anônimo disse...

Na verdade deveriam ir vestidos de marrom, cor de merda. A cor preferida do mito.

Anônimo disse...


E a cor do uniforme de presidiário do teu chefe deveria ser qual ??

Anônimo disse...

Calma! É cedo ainda...

Anônimo disse...

Caro Políbio
Os petistas iriam de preto para o velório d PT. Estão de luto fechado. kkkkkkkkkkkk
Esther

Anônimo disse...

De preto mesmo no Brasil continua apenas a dobradinha do MPF e o STF !

Unknown disse...

O Brasil acima de tudo. Aqui em.pernambuco também fracassou a convocação da esquerda que destroçou a e como.ia brasileira com s falcatruas.

Anônimo disse...

Deviam ter ido vestidos com roupas de listras alternadas, pretas e brancas, que é o uniforme de presidiários - no caso, o do LULADRÃO, o CHEFÃO do maior roubo e corrupção da história mundial, e das GALINHAS LULOPETISTAS (que como toda galinha tem um micro cérebro e adora tomar no cu, para, masoquistamente feliz, sair a cantar e cacarejar mentirosos elogios ao seu estuprador-mor e seus asseclas, enquanto cisca o lixo fedorento do seu galinheiro imundo).

Unknown disse...

O Brasil é dos brasileiros e não dessa esquerdalha traidora, corrupta, parazita, globalista e entreguista. Para esses desqualificados o lixo da história.

José Corrêa disse...

Anônimo PTba das 19:01 chooooooooooooooooooooooooooolando até 2050!!!

Anônimo disse...

Militância do PT é intolerante até com aliados históricos

Destaca-se na trajetória recente do discurso petista uma violenta superioridade moral que trata como inimigos os que apenas ousam discordar

Marco Antonio Araujo, do R7

08/09/2019 - 02h00

Noam Chomsky é um dos intelectuais de esquerda mais respeitados internacionalmente

Quem conhece o sociólogo e linguista norte-americano Noam Chomsky sabe que ele é um dos intelectuais mais respeitados e cultuados pela esquerda internacional. No Brasil, manteve-se sempre alinhado à agenda petista, sendo quase um talismã para a militância. Mas isso mudou desde dia 02, quando o eminente filósofo declarou que o PT “está desacreditado” e sofreu um desgaste que levou a atual oposição a uma situação de “apatia”. Não bastasse, apontou Ciro Gomes como um “líder dinâmico” capaz de liderar o campo progressista.
Com essas declarações (a rigor, nem tão polêmicas assim), Chomsky foi solenemente apresentado às intolerância e patrulha ideológicas que a esquerda teima em dizer que são prerrogativas exclusivas da direita. Sem cair no pecado da falsa simetria, pois há graves diferenças de método e intensidade, o fato é que está cada dia mais difícil defender pontos de vista – em especial os que não se encaixam nos extremos do debate político – sem levar bordoadas.
Em poucas horas, como tem sido praxe, as redes sociais se encarregaram de trucidar qualquer possibilidade de diálogo ou entendimento sobre do que, afinal, Chomsky estava falando. O notável companheiro foi tratado como traidor, pulha, vendido, reacionário, desorientado, velho, decrépito. Um massacre.
Se há algo a se destacar na trajetória recente do discurso petista é essa violenta superioridade moral. É patológico. Quem não tatuar Lula Livre nos bíceps nem considerar Haddad um estadista está marcado como inimigo do povo. Todas as boas intenções e o futuro do país pertencem apenas aos que professam essa crença na estrela vermelha.
É risível e, vamos ser francos, não funciona. Mesmo após sucessivas derrotas, insistir em se colocar como referência ética e santuário a ser preservado, o PT segue sua vocação messiânica, com suas hostes sempre prontas para o martírio e a imolação. Isso é um desserviço não só à própria agremiação, mas ao país. O Brasil só teria a ganhar se houvesse governo e oposição. Bons tempos.

https://noticias.r7.com/prisma/r7-planalto/militancia-do-pt-e-intolerante-ate-com-aliados-historicos-08092019

Anônimo disse...

Militância do PT é intolerante até com aliados históricos

Destaca-se na trajetória recente do discurso petista uma violenta superioridade moral que trata como inimigos os que apenas ousam discordar

Marco Antonio Araujo, do R7

08/09/2019 - 02h00

Noam Chomsky é um dos intelectuais de esquerda mais respeitados internacionalmente

Quem conhece o sociólogo e linguista norte-americano Noam Chomsky sabe que ele é um dos intelectuais mais respeitados e cultuados pela esquerda internacional. No Brasil, manteve-se sempre alinhado à agenda petista, sendo quase um talismã para a militância. Mas isso mudou desde dia 02, quando o eminente filósofo declarou que o PT “está desacreditado” e sofreu um desgaste que levou a atual oposição a uma situação de “apatia”. Não bastasse, apontou Ciro Gomes como um “líder dinâmico” capaz de liderar o campo progressista.
Com essas declarações (a rigor, nem tão polêmicas assim), Chomsky foi solenemente apresentado às intolerância e patrulha ideológicas que a esquerda teima em dizer que são prerrogativas exclusivas da direita. Sem cair no pecado da falsa simetria, pois há graves diferenças de método e intensidade, o fato é que está cada dia mais difícil defender pontos de vista – em especial os que não se encaixam nos extremos do debate político – sem levar bordoadas.
Em poucas horas, como tem sido praxe, as redes sociais se encarregaram de trucidar qualquer possibilidade de diálogo ou entendimento sobre do que, afinal, Chomsky estava falando. O notável companheiro foi tratado como traidor, pulha, vendido, reacionário, desorientado, velho, decrépito. Um massacre.
Se há algo a se destacar na trajetória recente do discurso petista é essa violenta superioridade moral. É patológico. Quem não tatuar Lula Livre nos bíceps nem considerar Haddad um estadista está marcado como inimigo do povo. Todas as boas intenções e o futuro do país pertencem apenas aos que professam essa crença na estrela vermelha.
É risível e, vamos ser francos, não funciona. Mesmo após sucessivas derrotas, insistir em se colocar como referência ética e santuário a ser preservado, o PT segue sua vocação messiânica, com suas hostes sempre prontas para o martírio e a imolação. Isso é um desserviço não só à própria agremiação, mas ao país. O Brasil só teria a ganhar se houvesse governo e oposição. Bons tempos.

https://noticias.r7.com/prisma/r7-planalto/militancia-do-pt-e-intolerante-ate-com-aliados-historicos-08092019

Anônimo disse...

Imbecil...
https://www.youtube.com/watch?v=OPNe0ZCrwJc
https://www.youtube.com/watch?v=5DV0pzae1K0
https://www.youtube.com/watch?v=HIBeDhuvsv8
https://www.youtube.com/watch?v=30OK3lArAxo

Anônimo disse...

Kkkkkkkk
Acabou a mortadela???