STF repele ação contra indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada do Brasil nos EUA

O ministro Ricardo Lewandowsky rejeitou mandado de segurança impetrado contra a anunciada indicação do deputado Eduardo Bolsonaro para embaixador do Brasil nos EUA.

A ação foi ajuizada pelo Cidadania, ex-Solidariedade, o Partido do dono da Força Sindical, Paulinho da Força.

11 comentários:

Anônimo disse...

Tudo acertado! Bolso não veta a excrescência da lei abuso de mordaça, ops, autoridade, e o Dudu vai ser embaixador ( essa até dá para engolir ) e o flafla não vai mais ser investigado ( essa não da, pq junto com flafla vai Temer, Nhonho, ,Dilma,Lula e muuuuuito mais)

Anônimo disse...

Aguardando a direitalha do blog aplaudindo o Lewandowski kkkk

Cris disse...

O mérito sequer chegou a ser avaliado ...
Mas depois de apresentar um curriculum que inclui estregar pizza, fritar hamburger , ter feito intercâmbio de alguns meses na adolescência... e da citação "totalmente fora de contexto " de Frederico o grande, o que mais resta ao Brasil ouvir deste cidadão...

Anônimo disse...

Fosse nepotismo poucos seriam os deputados e senadores que poderiam ser eleitos no país dado que, a grande maioria, vem montada e orientada a concorrer e ganhar para depois ocuparem ministérios, prefeituras e toda uma gama de outras facilidades em cargos públicos graças, tão somente, aos nomes dos pais e parentes políticos, pois mesmo com a desculpa de terem sidos votados e eleitos, sabem que o foram e ganharam, pelo menos na primeira vez, graças às facilidades oportunizadas pela família, ou seja, foram de tais situações que surgiram a maioria dos nomes hoje presentes na política, tudo sendo guindado para lá e para cá e, muitos, enchendo desavergonhada e hipocritamente a boca contra o Bolsonaro com relação ao seu filho Embaixador, convenientemente se esquecendo de que nada seriam não fossem os parentes, que também, inclusive, na sua grande maioria, são originários das mesmas barganhas e conchavos políticos, qual seja, o cara é recém eleito já em sua primeira eleição, claramente tudo em função do nome do pai ou parente e, mesmo falando muita merda, já a máquina política dos atuais prefeitos dos vários municípios e do governador, todos certamente também devedores do mesmo nome, também já pensando, quixotescamente, em colocá-lo a concorrer e, com toda a certeza ganhar, a já um cargo executivo e público, por exemplo, para começar, o de prefeito de uma grande capital, quem sabe ! Já o Bolsonaro, coitado, nem assim pensa, vai colocar o filho como Embaixador, tendo que desistir de tudo, como o fez Moro e, a raça sem-vergonha, comunista e podre, lhe baixa a lenha, ou seja, tenham vergonhas, seus hipócritas !

Cris disse...

Tivesse ele um curriculum vinculado ao Itamaraty , e dos bons, apesar de ser filho ( e ser sim favorecimento de familiar) ninguém poderia abrir a boca...
Mas escrivão de PF , deputado com votação atrelada ao anti- petismo, e só falando abobrinhas, aí já é demais...
Sobre a citação de ontem , de Frederico o grande, alguém deveria informá-lo que Voltaire, que privava de sua intimidade ( dizem as más línguas... na sua plenitude ) discordava frontalmente desta afirmação...

Anônimo disse...

O tal partido Cidadania vem a ser o que antes se chamava PPS-Partido Popular Socialista. Mudou de nome para esconder sua origem comunista.

Anônimo disse...

A petralhada na Embaixada de Washington está em polvorosa...Vão ter que arrancar das paredes os cartazes do Lula Livre....Gentalha da pior especie.

Anônimo disse...

Vá tomar o seu leitinho, seu merda!

Anônimo disse...

"... de Frederico, o grande...".
A inveja é uma merda!

Anônimo disse...

São uns porcos imundos.

Cris disse...

Voltaire... que o diga ...