Artigo, Renato Sant'Ana - Guerra de mídia

Convém sempre repetir que, para o bem da democracia, governos precisam ser criticados. Não faz sentido, pois, pretender que o governo Bolsonaro seja imunizado contra críticas.

A ilustração é escolha do editor.
          
Agora, o que é mesmo criticar? Será que um texto carregado de adjetivos e totalmente desprovido de análise, que faz uma caricatura para dinamitar a imagem do presidente da República, pode ser visto como exercício crítico?
          
É espantoso que alguém, do primeiro ao último parágrafo de um artigo, queira fazer crer que Bolsonaro é desvairado, burro, alheio à realidade e inconfiável. Pois foi o que fez a jornalista Marli Gonçalves, num libelo intitulado "A torto e a direita", um primor em degenerescência.
          
CLIQUE AQUI para ler mais.

7 comentários:

Anônimo disse...





Será que um texto carregado de adjetivos e totalmente desprovido de análise, que faz uma caricatura para dinamitar a imagem do presidente da República, pode ser visto como exercício crítico?

AGORA MUDOU????


- MAS ERA JUSTAMENTE ISSO QUE FAZIAM CONTRA O LULA E CONTRA A DILMA, 24 HORAS POR DIA E NUNCA QUESTIONAVAM NADA!!!!!

Anônimo disse...

Na minha opinião acho importante tanto a crítica quanto o elogio. A crítica por trazer a realidade o que o mentor não enxergaria, mas o elogio também faz bem. O que vejo na mídia e principalmente na extrema esquerda somente críticas e das mais odiosas possível, nunca um elogio. Interessante que quando Lula quando foi Presidente essa mesma Extrema esquerda sempre o poupou das críticas. A Corrupção tomou conta do país de Norte a Sul e ninguém viu?

Anônimo disse...

"Malhar", é assim que a "democrática" esquerda, deseja desestabilizar o Governo Bolsonaro, eleito democraticamente pela maioria dos brasileiros.
A fanatismo de alguns e a vigarice de outros, fazem com que o presidente, suba nas tamancas e abra o verbo com disposição.
Parece até coisa "encomendada", falam, o Bolsonaro reage, e eles voltam a tréplica, como donos da verdade.
O Bolsonaro, pode falar quantas bobagens desejar, o que não pode, é faze-las, e é bom que realmente abra o seu coração, e não faça como o encarcerado, que tramava tudo na surdina, nada falava e muito roubava.
Estes que hoje lamentam as agruras de estar fora do poder, eram os beneficiários dos "desarranjos petistas", com o dinheiro público. A "vaquinha" secou o leite, ficaram desmamados.
Como se conhece bem o Brasil e os brasileiros, sabe-se que estes "reclamantes", nada são ideológicos, são aproveitadores que querem o lula e as benesses de volta, inclusive esta tal jornalista em questão.
O lula faliu o pais, dando dinheiro dos contribuintes aos cupinchas de esquerda e jornalistas vendidos, que agora reclamam que mais ninguém os compra, estão desvalorizados.


Ass:SACANÉSIO

Anônimo disse...

Se o Humberto Eco ecoava essa frase, imaginem o que ele diria se soubesse quais interresses estariam por trás das mentiras?

Mordaz disse...

"Não teremos mais radares móveis no Brasil", diz Bolsonaro ao inaugurar trecho duplicado da BR-116 -- é isto que o Brasil precisa? Mais mortes no trânsito e liberar psicopatas do trânsito? É um imbecil mesmo.

Anônimo disse...

Marli Gonçalves troca as fotos, mas só piora. Assim como suas pretensas "análises".

Unknown disse...

Petralha defende até ser roubado apenas para criticar o Bolsonaro...