Fluxo de veículos nas estradas pedagiadas caiu em fevereiro. É sinal de recuo na produção industrial.

A Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) informou que o fluxo de veículos leves e pesados retraiu 0,4% na passagem de janeiro para fevereiro. Esse resultado reverteu parte da alta de 1,3% registrada na leitura anterior e foi influenciado por ambos segmentos.

Na comparação com o mesmo período de 2017, o fluxo pedagiado avançou 0,4%.

Os resultados sugerem uma variação positiva em fevereiro da produção industrial, medida através da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada pelo IBGE, condicional à estimativa feita pelo mercado, que é de estabilidade em janeiro, que será conhecida amanhã.

4 comentários:

Anônimo disse...

Medir a produção industrial baseado em fluxo de veículos pedagiados? Claro que caiu, fevereiro tem 28 dias, lembram?

Anônimo disse...

Única saída para o Brasil é a renuncia do Bolsonaro , com novas eleições ou assume o vice.
Não dá para ficar 4 anos com estes sujeitos no poder o dia inteiro tuitando

Anônimo disse...

Medir a produção com base nos pedágios, no papel ondulado... Sei não...

Justiniano disse...

É que começou as aulas nos estados desenvolvidos no início de fevereiro, enquanto aqui, bem aqui é outra história.