Barbeiro diz que não foi por política que matou o capoeirista lulopetista


O barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana negou à imprensa local que tenha matado Romualdo Rosário da Costa, o capoeirista Moa do Katendê, por questões políticas.

O vídeo da entrevista circula nas redes sociais. “Esse senhor me chamou de viadinho negro. Não foi política, não.”

As primeiras informações foram de que a briga aconteceu porque o capoeirista, petista, tinha encrencado com Romualdo da Costa, que é Bolsonasro.

A Polícia ainda investiga o caso.

Romualdo está preso na Bahia, em Feira de Santana, onde aconteceu o crime.

CLIQUE AQUI para examinar as declarações do assassino.

30 comentários:

Anônimo disse...

Quanto mais mexem com estas fakenews, mais a esquerda fede! Quem diria, os homofóbicos são vermelhos e adoram um presidiário. Bolsonaro 17.

Anônimo disse...

PQP!!! Chamar de viadinho negro, branco, amarelo, rosa, cinza, verde agora é passaporte para morrer e se dizer seu posicionamento político fica tudo em paz. Vai contar outra rapaz!!!

Anônimo disse...

Mestre de capoeira é morto com facadas após discussão política na ...
https://www1.folha.uol.com.br/.../mestre-de-capoeira-e-morto-com-facadas-apos-disc...
3 dias atrás - Além de capoeirista, Moa do Katendê era compositor, dançarino,...

Anônimo disse...

Olhem o que está escrito...clique aqui para examinar as declarações do assassino....se fosse lista seria chamado de suspeito de assassinato, como é de direita já vai direto para assassino...ate vc redator tá se inclinando a crônica vermelha.

Anônimo disse...

Eleitor de Bolsonaro admite que matou Moa por motivação política:

09 Out 2018 - Pragmatismo Politico

À polícia, eleitor de Bolsonaro confessa que matou Moa por motivação política. Mestre de capoeira levou 12 facadas pelas costas

O fim do primeiro turno das eleições presidenciais no Brasil culminou com novos casos de violência. O mais grave foi o assassinato do mestre de capoeira Angola Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, em Salvador.

Ele foi morto com 12 facadas pelas costas por Paulo Sérgio Ferreira de Santana, de 36 anos, apoiador do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), após uma discussão sobre a eleição.

O irmão do mestre de capoeira foi atingido no braço e levado ao Hospital Geral do Estado, onde ficou internado.

Santana chegou ao bar onde estava Moa do Katendê gritando palavras de apoio a Bolsonaro. O mestre de capoeira teria respondido que tinha consciência de como os negros conquistaram melhorias de vida nos últimos anos, que poderiam ser destruídas pelo candidato do PSL, e que as pessoas que estavam ali votavam no PT.

Segundo testemunhas, agressor e vítima não se conheciam antes da discussão. Moa foi enterrado na tarde de hoje.

Crime com orientação politica
Em depoimento à polícia, Sérgio Ferreira de Santana admitiu que a divergência política foi a motivação do crime que ele cometeu.

A polícia informou que o eleitor de Bolsonaro ingeriu bebida alcoólica desde a manhã do domingo e chegou ao bar às 23h.

Ativista contra a intolerância
Môa do Katendê era um conhecido ativista contra a intolerância religiosa.

“Nós, de matriz africana, respeitamos todos. E o que queremos? Em troca, respeito e consideração. Agora, invadir terreiros, procurar difamar uma tradição milenar é um ignorância muito grande. Aqui é um desabafo, e isso no país todo está fortalecendo”, afirmou em vídeo divulgado em sua página recentemente.

Mestre Môa do Katendê não era somente um artista negro entre tantos da Bahia. Ele era referência na defesa das tradições africanas e percorria o mundo divulgando a arte.

Compositor, dançarino, capoeirista, percussionista, artesão e educador, dizia que a cultura poderia promover a paz.

Há 40, havia fundado o “Badauê”, várias vezes campeão do carnaval baiano nos anos 80, na categoria de afoxés. “Esse afoxé foi responsável pela reafricanização do carnaval baiano”, diz o amigo e produtor cultural em São Paulo do mestre, Leandro Sequelle.

Em 1995, criou o afoxé “Amigos de Katendê”, com o qual viajava pelo mundo. Nesta segunda-feira (8), tinha viagem marcada para São Paulo, a trabalho. Em vez disso, terá o corpo sepultado às 16h30, no cemitério da baixa de Quintas, em Salvador.

Anônimo disse...

As eleições ainda nem acabaram e os bolsonaristas já estão matando (literalmente) petistas. Depois do dia 28, se prepare para uma tropa de choque nacional agredindo fisicamente qualquer pessoa que ouse a ter pensamento independente.

Anônimo disse...

Não há mais nada a fazer. O ódio venceu. Há muito se percebe nas ruas das cidades. O povo não quer saber de paz de cidadania. E só consumo narcisismo egoísmo desrespeito ao próximo. Só Bolsonaro responde a seus anseios.

Anônimo disse...

O incentivo à violência

Quando li essa noticia pensei que se não apaziguarem o brasileiro, nos vamos precisar de caixas e caixas de lenços para chorar a violência que farão com nossos amigos, conhecidos, pessoas na rua, sem terra, sem teto, familiares, conosco.

Anônimo disse...

AGORA EXISTEM APENAS DUAS OPÇÕES PARA O SEGUNDO TURNO

( ) Barbárie


( ) Civilização

Anônimo disse...

Os principais alvos dos fascistas brasileiros são os esquerdistas, vide o caso de Mariele, Mestre Moa e a promessa de campanha do bolsonaro de metralhar petistas e o próprio FHC, a mais tempo....

Anônimo disse...

A impressão é surgem milícias paramilitares que se formam espontaneamente em cada bairro de cada cidade, munidas de porretes, facas, armas de fogo caçando recalcitrantes e os indesejáveis (petistas, negros, homossexuais, nordestinos, etc) pelas ruas, todos agindo em sincronia.....

Anônimo disse...

Se "auto intitulam" cidadãos de bem, armados e tocando o terror contra os "indesejáveis".

Anônimo disse...

Após dizer que votou no PT, mestre de capoeira é morto com 12 ...
https://www.viomundo.com.br/.../apos-dizer-que-votou-no-pt-mestre-de-capoeira-e-m...
3 dias atrás - O mestre de capoeira conhecido como Moa do Katende estava em um ... amigos e parentes lamentaram a violenta morte de Moa do Katende.

Anônimo disse...

Instituições de ensino de todo o país são pichadas com dizeres preconceituosos:

​11 out, 2018 - DCM

O mais recente ataque aconteceu na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo
Da Jovem Pan

Muitas mensagens machistas, racistas, homofóbicas e preconceituosas contra diferentes grupos têm se espalhado pelas faculdades, universidades e escolas de todo o país. Em um local onde o debate e a troca de ideias deveria imperar, o que parece dominar é a ignorância e falta de diálogo.

O mais recente ataque aconteceu na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Uma das portas do banheiro trazia a mensagem “Bolsonaro vai limpar essa faculdade de preto e viado”, seguido do número 17, que representa a candidatura do presidenciável. Abaixo do número ainda estava escrito “preto vai morrer”.

Menos de 12 horas depois do término do primeiro turno da eleição deste ano, pichações racistas foram flagradas em um banheiro unissex da Universidade São Judas Tadeu, no Butantã. Na ocasião, foram escritas nas paredes frases como: “vão se f**** seus negros e feministas de merda, gays do demo, burn jews (queime judeus)”, além de uma grande suástica (símbolo do nazismo). Em outra cabine “ideologia de gênero é o c******” era o que estava pichado.

(…)

Cursinhos e escolas também não escaparam. No curso do Anglo Tamandaré, no bairro da Liberdade, em São Paulo, as pichações diziam “Bolsomito 17. Morte aos negros, gays e lésbicas. Já está na hora desse povo morrer!”.

(…)

Anônimo disse...

Cartazes com “Morte à negrada” e “Bolsonaro presidente” são encontrados em Porto Alegre:

Os cartazes foram encontrados por servidores públicos do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DMAE), no bairro Menino Deus, capital gaúcha

11/10/2018 - Forum

As manifestações de ódio envolvendo apoiadores de Jair Bolsonaro não param. Além de agressões físicas e verbais, os eleitores do militar produzem materiais que incitam à violência e, portanto, são contra a lei. Circula nas redes sociais uma foto, na qual aparecem dois cartazes com mensagens racistas e nazistas.

Em um deles é possível ver a imagem de uma suástica, símbolo máximo do nazismo, com as seguintes dizeres: “Morte à negrada. Bolsonaro presidente!”. Ao lado, outro cartaz com o desenho de um revólver, com a mesma frase.

Segundo as postagens nas redes sociais, os cartazes foram encontrados por servidores públicos do Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DMAE), no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Anônimo disse...

reparem nos reporteres sedentos por uma resposta que eles querem ouvir...

parece uma inquisição, um interrogatório...

pedro disse...

É sério mesmo que vcs acreditam que são eleitores do Bolsonaro que estão fazendo isso?
Acordem!

pedro disse...

É sério mesmo que vcs acreditam que são eleitores do Bolsonaro que estão fazendo isso?
Acordem!

Anônimo disse...

URGENTE segundo Lula a região de Pelotas /RS seria grande exportadora de homossexuais

Mauro Moreira disse...

Editor, parece que os petralhas se organizaram para infestar os blogs.
O sujeito já declarou que não foi por política, mas sim porque foi ofendido. Um negro ofendendo um negro de maneira homofóbica. Aí não há preconceito, racismo, nada. Apenas acusar o cidadão de eleitor do Bolsonaro de maneira mentirosa, já que o cidadão desmentiu a motivação política. É isso, o desespero bateu no ânimo da petralhada.

Anônimo disse...

Os robôs começam a funcionar, mas pilha deles só vai durar alguns dias. São movidos a tubaína e mortadela, e parece que a grana tá curta. Só tem para o jatinho do Haddad, para hotéis de luxo, como na última reunião, pagos com dinheiro do Petrolão. Para os incautos, até tubaína e mortadela tá faltando.

Anônimo disse...

Agora só falta o cara se matar para acusar Bolsonaro ...tudo é obra de BOLSONARO a única coisa que ninguém descobre quem enviou o "LOBO Solitário", talvez não seja tão solitário, aliás agora dizem que é LOUCO...só falta dizer que fugiu do Hospício.

Mas não vejo manchetes das pessoas que realmente são atacadas por usarem adesivos, camisetas algo que identifique sua preferência por Bolsonaro.
Parecem cães raivosos vem com tudo, não importa se jovem, mulher, adulto ou idoso.

Está demais!

Anônimo disse...

Experimentem colocar adesivos do Bolsonaro em 100 carros, deixem eles estacionados na cidade baixa no final do dia. No outro dia todos estarão furiosamente arranhados em suas pinturas.

Anônimo disse...

Pauta, mas tão perigosa quanto ir na Vila Cruzeiro à noite sozinho, repórteres irem sem identificação usando camisetas do Bolsonaro nas faculdades de ciências sociais e humanas da UFRGS.

Anônimo disse...

O assassino, seguidor de Bolsonaro encontrou o o capoerista de 63 anos em um bar, discutiram porque ele, capoeirista votou no PT e não no Bolsonaro. Ato continuo, foi para casa, pegou uma "peixeira" voltou para o bar e desferiu 12 facadas nas costas do capoeirista e fugiu, conforme relato de testemunhas, inclusive o dono do Bar. CRIME PREMEDITADO

Ao ser preso pela policia "confessou" que matou o capoeirista por ter votado no Haddad e não no Bolsonaro.

Agora, orientado pelos advogados disse para a imprensa que não foi por politica que matou o capoeirista?

Anônimo disse...

Vai ver que o cara vai chamar um cara daquele tamanho de viado.
Nem tenho palavras.

Anônimo disse...

Agora querem se fazer de bonzinhos.
Até de gays vocês tão gostando.
Até de gays vocês tão gostando.
Até de gays vocês tão gostando.
Até de gays vocês tão gostando.

Anônimo disse...

Tão gostando de nordestinos agora também?

Anônimo disse...

Anônimo das 22:31h. Até hoje foi como você descreveu. Ninguém ousava dizer ou ir contra o sistema aqui implantado. Todos somos testemunhas. Penso que de agora em diante será um novo começo. Página virada. Retrocedemos ao século XX, mas com uma diferença, o povo acordou. E todos escolheram viver na DEMOCRACIA que é: “ O poder que emana do povo ”.

Anônimo disse...

Anônimo das 22:34h. O teu comentário me fez lembrar da última Estatística sobre as mortes por homicídio, 60 mil homicídios por ano, muitos não contabilizados. Isso que o Brasil não está em Guerra. O Brasil está entre os países mais violentos do mundo em relação ao estupro. Antes de fazer críticas, seria bom que olhasses esses números nas Estatisticas. Somente após poderás palpitar.