Presidente da Câmara de Caxias, que é negro, não viu nada demais nas declarações de Mourão

A polêmica causada pelas declarações do general Hamilton Mourão em Caxias (leia nota a seguir) sobre a herança cultural brasileira, tem como base esta frase:

— Temos uma certa herança da indolência, que vem da cultura indígena. Eu sou indígena, minha gente, meu pai era amazonense. E a malandragem. Edson (da) Rosa, nada contra, viu, mas a malandragem que é oriunda do africano. Esse é o nosso cadinho cultural. 

Edson da Rosa (foto ao lado) é presidente da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul e é negro. Ele estava na mesa com Mourão.

O que ele disse ao jornal O Pioneiro sobre a fala do general:

— Ele (Mourão) é pardo. Inclusive, falou que o pai dele é indígena. Não falaria mal do pai dele, estaria desconstituindo o próprio pai. Ele tratou o africano em uma dimensão enquanto criação do homem. Passo a lo largo (da polêmica). Na grande maioria, os negros não se sentem e não são malandros. Na grande maioria, os índios não se sentem e não são indolentes. Quem tem de responder se houve alguma outra conotação é o general Mourão. Fui recebido representando a Câmara e ele me tratou com muita cordialidade.

32 comentários:

Gaudêncio disse...

E lá no "G1" está repleto de sociopatas social-comunistas considerando o general um psicopata.

Psicopata, porra nenhuma!

Nessa da nova ditadura imposta pelos "politicamente corretos" (os sociopatas), quando aparece alguém que fala o que - para esses sociopatas, não convém que seja esclarecido ao povo, aí é o maior "deus nos acuda" e dá-lhe acionamento dos tribunais para punir o "racista"!

ricardo bisio disse...

Mourão não foi nada original. Quem, ao longo da vida, nunca ouviu estas afirmações. Há muita verdade nelas. A solução é a EDUCAÇÃO, só Educação, investimento maciço em Educação, prioridade número 1 para a Educação, Educação de qualidade e universal com dedicação extra ao nível Fundamental para termos uma geração completa com bons índices de leitura, português e matemática para que possam seguir em frente em direção a formação profissional competente. EDUCAÇÃO!

Anônimo disse...



ETA BANANÃO......TUDO É PECADO, NÃO PODEMOS MAIS FALAR NADICA DE NADA...

TERRA DO COITADISMO....DO MIMIMI

Anônimo disse...

Se alguém disser que os negros, por terem o biótipo que tem, são mais habilitados que os brancos nas disputas olímpicas, modalidade atletismo, estará praticando racismo?

Anônimo disse...

Reinaldo Azevedo.
Afirmar que as dificuldades do Brasil decorrem da indolência dos índios e da malandragem dos africanos serve ou não como “incitação à discriminação ou preconceito de raça”? A resposta me parece óbvia. Que importa que ele tenha atacado também os brancos portugueses, que nos teriam legado o amor por privilégios?

Anônimo disse...

Esse aí não representa e não fala pela Comunidade negra. Ele fala pela Associação comercial que representa.

Anônimo disse...

Ou o bunda-suja troca de vice ou não vai nem para o segundo turno. Logo agora que o bunda-suja tava tentando se aproximar dos negros, indios, mulheres e kilombolas.....

Anônimo disse...

E o pior é que o Capitão de Caverna não pode "repreender" o General.

Anônimo disse...

BOLSONARO FOI QUEM MAIS PERDEU NA ESCOLHA DO CANDIDATO A VICE

O site Os Divergentes aponta para um processo de saturação na candidatura Bolsonaro; para Geraldo Seabra, que assina a matéria, o mesmo perfil ultra conservador de ambos componentes da chapa presidencial mais desagrega que agrega; para Seabra, "o general Hamilton Mourão nada acrescentará à chapa de Bolsonaro, pois os dois são uma soma de resultado zero"

7 DE AGOSTO DE 2018 ÀS 05:32 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

O General de pijama acaba de botar o picolé de chunchu e a veia no Segundo Turno. Quem tem um amigo como esse, não precisa inimigo, digo vice...

Anônimo disse...

Quando um General, candidato a vice, ele fala para o Brasil, não para um grupo seleto de Comerciantes de Caxias, uma cidade de raça ariana.

Anônimo disse...

MARINA DIZ QUE SOCIEDADE NÃO PODE CAIR NO “CONTO DO VIGÁRIO” DE DISCURSOS AUTORITÁRIOS

"Discursos extremistas que prometem saídas fáceis para uma crise complexa crescem na sociedade brasileira, alimentando-se de nossa insegurança e de nossa revolta com tudo o que está acontecendo", disse a candidata da Rede em referência ao candidato pelo PSL, Jair Bolsonaro, durante evento na Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC)

6 DE AGOSTO DE 2018 ÀS 14:57 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

É meio boçal”, disse general Mourão, vice de Bolsonaro, sobre postura de bolsominions:

​ 5 agosto, 2018 - O Essencial/DCM

Nem o próprio vice de Jair Bolsonaro aprova a posturas dos seguidores do candidato à Presidência pelo PSL. Em entrevista publicada pela Agência Estado na última quinta-feira (26), general Mourão falou em um “certo radicalismo nas ideias” dos eleitores e classificou como “meio boçal” o comportamento dos bolsominions.

“Existe um certo radicalismo nas ideias, um radicalismo até meio boçal. Tem boçal dos dois lados. Os extremos se atraem”, afirmou. O vice candidato também disse que Bolsonaro deveria se descolar da imagem radical para ganhar mais confiança dos eleitores.

Mourão ainda chamou de “amadora” a campanha de seu candidato. “O que eu julgo é que a campanha do Bolsonaro está meio amadora. É aquela história: ele se fez, então tem dificuldades de ouvir as pessoas. Mas acho que ele vai colocar um coordenador de campanha, que poderia ser o general (Augusto) Heleno. Alguém tem de coordenar esse troço aí, tem de colocar já uma equipe para escrever logo o programa de governo, o que ele vai fazer”.

Anônimo disse...

QUEM É O GENERAL VICE DO CAPITÃO BOLSONARO, ADMIRADOR DE TORTURADORES

Nos últimos anos, o general da reserva Hamilton Mourão, que foi recém-indicado vice na chapa de Bolsonaro, passou a adotar um perfil linha dura semelhante ao do candidato de extrema-direita; em seu último discurso como general no Salão de Honras do Comando Militar do Exército, no fim do ano passado, chamou o torturador Carlos Bilhante Ustra de "herói"; pouco antes havia defendido um novo golpe militar

5 DE AGOSTO DE 2018 ÀS 16:01 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

BOLSONARO COMPARA ASSASSINATOS DA DITADURA A 'TAPA NO BUMBUM'

O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsolixo, disse que as execuções autorizadas pelo presidente Ernesto Geisel contra opositores da ditadura militar no Brasil eram como uma punição utilizada por pais em filhos; "Quem nunca deu um tapa no bumbum do filho e depois se arrependeu?

Acontece", disse; declaração vem na esteira da revelação de um documento da CIA que afirma que Geisel, ao assumir o governo, deu continuidade à política de execuções praticadas por seu antecessor; "Esse pessoal que disse que matamos naquele momento, que desapareceu, caso estivesse vivo por um motivo qualquer, estaria preso acompanhando o Lula lá em Curitiba. Essas pessoas não têm qualquer amor à democracia e à liberdade. Eles querem o poder absoluto", disparou
https://www.brasil247.com/p...

Anônimo disse...

Bolsonaro desistiu de príncipe pra vice e escolheu general por atraso de duas horas:

06/08/2018 - O Essencial/DCM

A Coluna de Ancelmo Gois no Globo informa que Bolsonaro queria convidar Luiz Philippe de Orléans e Bragança para ser o vice da chapa. Só que o príncipe se atrasou duas horas para o encontro, sábado.

Segundo a publicação, essa doi muita espera para Bolsonaro.

O ex-capitão é quase um “perigoso comunista” perto desse general linha-dura Antonio Hamilton Martins Mourão, anunciado ontem como o vice da chapa. Com todo o respeito, resume a coluna.

Anônimo disse...

Bolsonaro “perde” Francischini como candidato ao Senado no Paraná:

6 agosto 2018 - Blog do esmael

O deputado Delegado Francischini desistiu de concorrer ao Senado pelo PSL, com isso ficou frustrada a expectativa de o parlamentar ser puxador de votos para o presidenciável Jair Bolsonaro no estado.

Francischini fez as contas num guardanapo de padaria e chegou à conclusão de que poderia ficar sem mandato, se fosse ao Senado. Fez meia volta. Mas ele não vai à reeleição na Câmara. Preferiu disputar a Assembleia Legislativa do Paraná.

A incrível ‘afrouxada na tanga’ de Francischini poderá ajudar muito a eleição do ex-governador Beto Richa (PSDB) ao Senado. Agora restaram 13 candidatos pleiteando duas vagas.

Mas nem tudo são espinhos para Bolsonaro na terra das araucárias, pois o PSL ainda tem candidato ao Palácio Iguaçu. Trata-se do jornalista Ogier Buchi, que na eleição de 2014 obteve 0,85% dos votos válidos, qual seja, 50.446 votos em todo o estado.

Anônimo disse...

como diria bezerra da silva"malandro é malandro mané é mané" hoje não poderia cantar essa música já que faz parte da nossa cultura.

Anônimo disse...

Políbio! pára com esse termo "polêmico". Só comunista vê polêmica para enquadrar o rebanho no gramscismo. Vá perguntar se há polêmicas em Cuba?

Anônimo disse...

Imaginem o Brasil sem os 5 milhões de imigrantes europeus que aportaram por aqui entre 1870 e 1920, entre eles meus 4 avos......seriamos um pouquinho pior que Moçambique e Angola....E faltou o Mourão explicar o privilégios que os Portugas se auto concediam...origem dos privilegios e dos marajás do nosso serviço publico...Roberto Campos já dizia isso : a indolencia indigena, a magia negra e os privilegios dos portugas... a origem de nossa civilização...mas isto mudou depois da grande imigração europeia e asiatica que tivemos...Os nordestinos são a maioria descendentes de indigenas e todos conhecem a capacidade de trabalho deles...Fazem a riqueza do estado de São Paulo...Os estados do Sul não se beneficiam da imigração Nordestina porque o clima não ajuda.. eles não aguentam o clima muito frio...mas isto é assunto muito polemico e o grande General deveria evitar...

Anônimo disse...

Quem gostou dessa declaração do General foi o Picolé de Chuchu. Ele sabe que o General e o bunda-suja vão enforcar (politicamente) sozinhos.

Anônimo disse...

Os indios trabalharam bastante, quase extinguiram o pau brasil, o rei de portugal teve que emitir leis restringindo a extração e o comércio, eles trocavam por itens que lhes interessavam. Tanto o índio como o negro, em clara demonstração de inteligência não acharam vantagem trabalhar de graça para os portugueses. Precisa criar uma sociedade no qual todos tenham motivação para trabalhar.

Anônimo disse...

Meus parabéns tanto para Gal.Mourão,quanto ao presidente da Câmara.
Ambos falaram verdades.
Cabe agora a cada um explorar como quiser.

Anônimo disse...

Não percam tempo nesse debate, os partidos seguem saqueando nossos cofres, guerra total a eles!

ATENTO disse...

ANTROPÓLOGOS TODOS FALAM ISSO, NÃO É DEMÉRITO.

SÃO CARACTERISTICAS RACIAIS,TODAS AS RACAS TEM CARACTERISTICAS ESPECIAIS,MELHORES E PIORES DEPENDENDO DO PONTO DE VISTA.

MAS NA FALTA DE ASSUNTO PARA BATER O PAU NA CHAPA DA NOVA PRESIDENCIA DA REPUBLICA SERVE

NINGUÉM DÁ COICE EM DEFUNTO,SÓ TROUXA VAI CAIR NESSA, APENAS MOSTRA A INCOMPETENCIA MENTAL DA IMPRENSA ESQUERDISTA, MOSTRA QUE NÃO TEM "BALA NA AGULHA", E ESTÁ MAIS PERDIDA QUE CUSCO EM PROCISSÃO.

DÁ-LHE BOLSONARO

MORO FEZ A SUA PARTE

AGORA TAMBÉM MOURÃO ENTRA EM CAMPO.

Anônimo disse...

QUANDO O CRIMINOSO CONDENADO E REU5 X O PINGUÇO ANALFABETO QUE É HOMOFOBICO DISSE Q A CIDADE GAUCHA DE PELOTAS EXPORTAVA VEADOS NAO VI A VEJA, UOL, FOLHA, GLOBO ...IREM CORRENDO ASSIM P NOTICIAR E FICAR FAZENDO UMATEMPESTADE, QUANDO O MACHISTA , RACISTA, HOMOFOBICO GANGACIRO GOMES O SARDINHA DAS PLANILHAS CHAMOU UM JOVEM D CAPITAO DO MATO TAMBEM NAO VI A MIDIA ESQUERDALHA NOTICIAR ASSIM COM TANTO ALARDE.POIS É , SÓ PORUQE É MOURAO CORREAM A O ATACAR .POR AI SE VE A IMPARCIALIDADE DA MIDIA.
FALNADO DE MIM EU NAO SOU COMUNA NEM SOCIALISTA,MAS NAO GOSTEI DA FALA DE NENHUM DELES DIZER PORÉM QUE QUEM NAO GOSTOU É COMUNISTA OU SOCIALISTA JÁ É RADICALISMO SÓ PORQUE DISCORDA DE MOURAO É ROTULADO DE COMUNISTA, AH ME POUPEM ESTAO AGINDO DA MESMA MANEIRA DO POLITCAMENTE CORRETO, ELES NAO DEIXAM A PESSOAFALAR UMA FRASE Q CAME EM CIMA JÁ OS ELEITORES D BOLSONARO ROTULAM CAEM EM CIMA CHAMANDO DE COMUNISTAS OS QUE NAO VOTAM NELE

Anônimo disse...

NEm LEiO O TAL DE G1 globo distorce, esconde e manipula as noticias sempre atacando os adversarios dos seus comunas de estimaçao, pois é, tambem nos comentarios eles censuram quem fala mal nao publicam e se publicam depois apagam assim tambem é na midia toda quase .........nao deixam as pessoas falarem somos censurados só pode falar bem dos comunas- socialistas seus aliados

Anônimo disse...

Moro violou regras internacionais em decisões sobre Tacla Durán, afirma Interpol:

​6 agosto, 2018 - O Essencial/DCM

Do Consultor Jurídico (ConJur).

“Assegurar e promover a mais ampla assistência mútua possível entre todas as autoridades policiais criminais dentro dos limites das leis existentes nos diferentes países e no espírito da Declaração Universal dos Direitos Humanos.” É o que determina o 2º artigo da Constituição da Interpol.

Esse é o dispositivo que o Comitê de Controle de Arquivos da Interpol considerou violado ao retirar o advogado Rodrigo Tacla Duran lista de procurados internacionais e suspender o alerta vermelho que existia em seu nome.

De acordo com a Interpol, a conduta do juiz Sergio Moro, responsável pela operação “lava jato” em Curitiba, lançou dúvidas sobre a existência de um julgamento justo contra o ex-funcionário da Odebrecht, e apontou violação de leis, princípios, tratados e normas do Direito internacional, reconhecidos pelo Brasil.

Entre as evidências apresentadas pela defesa de Duran à Interpol, estão as reiteradas decisões de Moro de negar o arrolamento do advogado como testemunha de defesa de Lula. Ao fazê-lo, afirma o advogado de Duran, Sebastian Suarez, Moro desqualificou a fala de seu cliente antes mesmo de ouvi-la, como se a tivesse prejulgado.

Outra das evidências é a entrevista de Moro ao programa Roda Viva, da TV Cultura. Nela, o magistrado fala abertamente sobre o processo, o que violaria regras éticas da magistratura.

Na decisão, a comissão da Interpol afirma que “não é seu papel avaliar o sistema judiciário ou de aplicação da lei de um país”, mas que a defesa do advogado apresentou provas “que puderam ser facilmente verificadas por meio de pesquisa de código aberto para sustentar sua alegação de que o juiz falou publicamente sobre ele durante uma entrevista”.

“Ao negar pedidos para testemunha em outros casos, [Sergio Moro] emitiu uma opinião sobre a veracidade de qualquer informação que ele pudesse apresentar”, afirmou a agência.

(…)

Anônimo disse...

quem ai em cima se referiu a grande senadora ana amelia lemos a chamando de veia deveria se lembrar q todos um dia vao ficar idosos ou quem sabe esta pessoa nao tem mae nem pai nasceu de uma chocadeira , lamentavel a falta d educaçao deste ser sem vergonha q mete a mao na cara dos outros quando mostra q é pior do q aqueles a quem ataca

Anônimo disse...

Bolsonaro não deveria se preocupar com o voto dos indecisos, para não dizer dos negros e kilombolas?

Anônimo disse...

A História deve ser contada como ela é e não como querem que a contem. A História do Negro e do Indio estudamos quando ainda estávamos no Jardim de Infância. E aceitamos todos os nossos irmãos como eles são. Parabéns ao General Mourão de ter relembrado e com respeito à contou novamente. Só se faz o presente se soubermos o passado.

Anônimo disse...

HIPOCRISIA à parte, o que existe no País, muito mais que preconceito de raça ou cor , é o preconceito de classe. Quando alguém do andar inferior da pirâmide social consegue ascender, passa a ser aceito pela sociedade, seja
índio, negro, mulato , amarelo. Até os norte-americanos renderam-se aos novos tempos, ao século XXI, e elegeram um Presidente negro. !!! Tia Glória.