Polícia Federal indicia organização criminosa montada na Ufrgs e Unisinos

A Polícia Federal indiciou 28 integrantes da Ufrgs e Unbisinos por fraude em concessão de bolsas de estudo. A lista de indiciados inclui professores, servidores e bolsistas, a maioria vinculados à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mas alguns também de entidades privadas, como a Unisinos. Entre eles estão seis professores, cinco servidores da UFRGS e bolsistas que recebiam valores indevidamente.Em um dos casos, segundo a PF, ficou comprovado que uma pessoa com ensino médio incompleto teria recebido bolsa de doutorado no valor de R$ 6,2 mil . Os valores recebidos retornavam aos mentores da fraude em dinheiro vivo e depósitos em conta corrente, além de outras formas.

Todos responderão por acusações de associação criminosa, estelionato, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação.

As informações são do site do jornal Zero Hora desta tarde.