Bicudo e Janaína denunciam Maduro no Tribunal Penal Internacional

Os advogados brasileiro Hélio Bicudo, Janaina Paschoal e Maristela Basso protocolaram denúncia contra Nicolás Maduro no Tribunal Penal Internacional, em Haia (Holanda), pela prática de crimes contra a humanidade e de crime de genocídio.


Bicudo e Janaína foram autores do pedido que resultou no impeachment de Dilma.

Ambos acham, agora, que enfiarão Maduro na cadeia, onde fará companhia aos carniceiros bósnios.

22 comentários:

Anônimo disse...

Tomara q este demono bolivariano va pra jaula pois ta matando o povo a mingua sem remedio sem comida sem dinheiro onde muitos ja foram assassinados presos e torturados este demonio tem q apodrecer na jaula ditador do inferno sem vergonha assassino imundo que vive no luxo puro enquanto o povo eh massacrado imundo da pior especie um lixo

Anônimo disse...

Ótima maneira de aparecer na primeira página dos maiores jornais brasileiros.
Poderão se candidatar na próxima eleição

Anônimo disse...

Boa notícia!!! É o início do fim do ditador sanguinário que oprime e mata. Ditador admirado e idolatrado por Lula, Dilma e seus asseclas petistas e da esquerda.

Carlo Germani disse...

Faltou destacar a alta cultura de Maristela Basso em direito internacional.

Anônimo disse...

Não, apenas tentam salvar a Venezuela e seu povo da miséria e da ditadura!

Anônimo disse...

Esse tribunal de Haia não pode fazer nada, a não ser se esse porco assassino comuno/bolivariano estivesse preso, mas meus parabéns ao Bicudo e a Janaína que em breve gostaria de ver lá no Congresso como Senadora.
Uma solução mais rápida seria o assassinato do ditador comunista Maduro pela CIA ou Mossad, mas sempre existe a chance de colocarem alguém pior no lugar porque o regime ditador vai continuar.

Anônimo disse...

É isso mesmo, Políbio, alguém tem que fazer alguma coisa contra o LuLLa nº2.
Parabéns Bicudo e Janaína pela coragem e iniciativa.

Anônimo disse...

E pro Temer eles não vão pedir cadeia?

Anônimo disse...

Taix tolo, ô, ixtepô dax 18:34 (como dizemos aqui em Floripa).
Tu deves ser um daqueles bolivarianos cevados à mortadela, safado.
Levantas o sarrafo contra o povo oprimido assim que recebes ordens superiores dos criminosos CÚbanos, né?

Anônimo disse...

Um aplauso internacional aos três ilustres brasileiros dignos e humanitários .!!! Tia Glória.

Anônimo disse...

Ahhhh tá

Anônimo disse...

De novo essa Janaína se metendo.

elias disse...

18:59
E o grande saber juridico do toffoli, que nunca conseguiu passar nem em concurso para sindico no edificio onde mora1
Oigalete bananão de merda.

Tataum disse...

Vejamos alguns artigos do Estatuto de Roma do T.P.I.

Artigo 5o

Crimes da Competência do Tribunal

1. A competência do Tribunal restringir-se-á aos crimes mais graves, que afetam a comunidade internacional no seu conjunto. Nos termos do presente Estatuto, o Tribunal terá competência para julgar os seguintes crimes:

a) O crime de genocídio;

b) Crimes contra a humanidade;

c) Crimes de guerra;

d) O crime de agressão.

2...

Artigo 6o

Crime de Genocídio

Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por "genocídio", qualquer um dos atos que a seguir se enumeram, praticado com intenção de destruir, no todo ou em parte, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso, enquanto tal:

a) Homicídio de membros do grupo;

b) Ofensas graves à integridade física ou mental de membros do grupo;

c) Sujeição intencional do grupo a condições de vida com vista a provocar a sua destruição física, total ou parcial;

d) Imposição de medidas destinadas a impedir nascimentos no seio do grupo;

e) Transferência, à força, de crianças do grupo para outro grupo.

Artigo 7o

Crimes contra a Humanidade

1. Para os efeitos do presente Estatuto, entende-se por "crime contra a humanidade", qualquer um dos atos seguintes, quando cometido no quadro de um ataque, generalizado ou sistemático, contra qualquer população civil, havendo conhecimento desse ataque:

a) Homicídio;

b) Extermínio;

c) Escravidão;

d) Deportação ou transferência forçada de uma população;

e) Prisão ou outra forma de privação da liberdade física grave, em violação das normas fundamentais de direito internacional;

f) Tortura;

g) Agressão sexual, escravatura sexual, prostituição forçada, gravidez forçada, esterilização forçada ou qualquer outra forma de violência no campo sexual de gravidade comparável;

h) Perseguição de um grupo ou coletividade que possa ser identificado, por motivos políticos, raciais, nacionais, étnicos, culturais, religiosos ou de gênero, tal como definido no parágrafo 3o, ou em função de outros critérios universalmente reconhecidos como inaceitáveis no direito internacional, relacionados com qualquer ato referido neste parágrafo ou com qualquer crime da competência do Tribunal;

i) Desaparecimento forçado de pessoas;

j) Crime de apartheid;

k) Outros atos desumanos de caráter semelhante, que causem intencionalmente grande sofrimento, ou afetem gravemente a integridade física ou a saúde física ou mental.

Por que os ex-presidentes FHC e Lula, bem como os membros do Foro de São
Paulo, não foram denunciados antes?!

Anônimo disse...

Parabéns aos ilustres juristas, são extremamente competentes, ajudaram o Brasil ficar livre da Dilmandioca que fez do Brasil terra arrasada e agora por uma questão de humanidade para com nossos irmãos venezuelanos enquadram o ditador no Tribunal de Haia. Parabéns!!!

Anônimo disse...

Detectado mortadela

Anônimo disse...

Detectado mortadela

Unknown disse...

Parabéns!!!
Poderíamos chamar esta dupla de EXTERMINADORES DE COMUNISTAS BOLIVARIANOS!!!

Anônimo disse...

Ótima maneira de ajudar o próximo parabéns a atitudes deles.

Anônimo disse...

Deveria denunciar na ONU ou em Genebra.Maduro é um Chucrão ferrando a população da Venezuela.

Anônimo disse...

Não esqueçam que o jurista Hélio Bicudo foi um dos fundadores do PT, se desiludiu com o partido, seus dirigentes e militantes, hoje sem partido está prestando bons serviços ao Brasil e agora a humanidade.Esse sairá desta vida com dignidade.

Anônimo disse...

Dra. Janaina Paschoal, Dra. Maristela Basso e Dr. Helio Bicudo! Quando não encontramos caminho para a paz normalmente temos alternativas para buscá-las. As pessoas sofrem nas mãos desses que se acham donos do mundo. Que tenham sucesso nessa empreitada buscando a paz e entregando-a para a sociedade. Nós precisamos vencer pelo mérito, dentro da Ética e da Moral, não somos doentes nem debilitados para recebermos das mãos do Estado. E para que o Estado distribua essas benesses para quem não trabalha, parcela da população é sacrificada, entregando seu suor para o Estado para que ele também usufrua, porque esse nada produz, só recebe.