Governadores reúnem-se no Acre para agir em conjunto pela segurança pública

Governadores de todo o Brasil se reuniram nesta sexta-feira para discutir medidas de fortalecimento da segurança pública, como o enfrentamento ao narcotráfico e a ampliação da vigilância nas fronteiras. Sartori compareceu ao encontro.,

Os governadores propuseram a criação do Sistema Nacional de Segurança Pública e do Plano Nacional Integrado entre os diferentes entes federativos sobre o tema.

As propostas foram expressas na Carta do Acre, documento que resultou do Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras, realizado em Rio Branco. A carta é assinada pelos governadores do Acre, Rondônia, Amapá, Pará, Roraima, Tocantins, Mato Grosso, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Distrito Federal, Espírito Santo, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, bem como pelos vice-governadores do Amapá e da Paraíba.

A proteção das fronteiras foi um dos temas mais destacados no encontro.

5 comentários:

Anônimo disse...

Não sei quais as propostas que foram tiradas do encontro. No entanto, nenhuma medida terá eficácia se não se mudar a mentalidade de "proteção ao bandido", mais conhecida como "direitos humanos".

Anônimo disse...

Ou seja, a situação da segurança vai piorar, e muito.

O que vão acabar combinando é mascarar os dados oficiais sobre o tema.

Anônimo disse...

Foram é comprar artezantos de barro.

Anônimo disse...

Onde eu assino?

Anônimo disse...

Caro Polibio
Os governadores se reuniram para roubar em conjunto e fortalecer os seus bolsos. Não estão nem ai com a segurança do povo. O Tião viana será governador do Acre para sempre? O Alkmin será governador de SP para sempre? O Artung do Espírito Santo para sempre? Cambada de vagabundos, ladrões! Com tantos anos no poder nada fizeram!
Esther