OAB diz que delações de Rodrigo Janot são "gravíssimas"

O que o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, mandou dizer há pouco ao editor:

- Os fatos relatados por Janot são gravíssimos. A sociedade indignou-se com os termos vantajosos do acordo (para os Batista) e agora está perplexa com as denúncias da própria PGR sobre o que ela mesma acertou.

O presidente da OAB deve pelo menos outras três posições:

1) O que fará com o ex-procurador Miler, advogado citado por Janot, que saiu da PGR diretamente para os braços da JBS ?
2) E em relação a Janot, que mantinha Miler como seu braço direito no caso JBS ?
3) Que atitude tomará em relação a todo um processo que agora revela-se bichado, desmoralizando até mesmo as ações iniciadas pela PGR contra Temer ?

E ?

50 comentários:

Anônimo disse...

TEMER CONHECE O RENGO SENTADO, E O CEGO DORMINDO!

QUANDO JANOT ALMEJOU VIRAR GENTE NO MUNDO TEMER JÁ ERA FORMADO,BOA GENTE E DE BOM CARATER!

JANOT FEZ O QUE FEZ, DEU CARTA BRANCA AO DIABO, SENTIU CHEIRO DE CHIFRE QUEIMADO, COMEÇA A VER A COISA FEDER PARA O LADO DELE, TEMER AVISOU QUE JANOT PODE TER UMA PARTICIPAÇÃO COM MULLER, QUE SE BANDEOU PARA A JBS,SEUS NOVOS PATRÕES E LEVOU 10 MILHÕES...

TEMER É EXCELENTE ADVOGADO,DE COMPROVADA CAPACIDADE,NAQUELE INSTANTE VIROU O JOGO A SEU FAVOR, SEUS DETRATORES SÃO PERNAS DE PAU,SEM CONTEUDO,CAPACIDADE E COM "CULPA NO CARTÓRIO";JANOT JÁ DÁ MARCHA RÉ,SE ARREPENDE MAS VAI SER COBRADO ANTES DE SE APOSENTAR.

JANOT TALVEZ ANTES DE SE APOSENTAR QUERIA TAMBÉM SE GARANTIR,SEU BRAÇO DIREITO DEU UM FATURAÇO!ACHOU QUE TODOS SÃO BURROS E ELE TUDO PODE.VAI PAGAR MICO , ATÉ NA CADEIA PODE PARAR!

É SOBERBA, NÃO É? POSES E TREJEITOS CLASSICOS!

Anônimo disse...

Creio que tudo combinado para abrir espaço a volta de lulla.

Anônimo disse...

O problema é que Temer pode estar nas novas gravações que ele quer usar pra anular a antiga.

Anônimo disse...

o editor quer que aquelas imagens da mala do temer sejam anuladas? ehehehehe

Anônimo disse...

ABRE ESPAÇO PARA BOTAR LULA E QUADRILHA NA CADEIA.

COMEÇA A ATRAVESSAR A ESCOLA DE SAMBA DO DOUTOR HONORIS CAUSA

A VERDADE VINDO A TONA E MOSTRANDO LULA E SEUS JUIZES EM AÇÃO

LULA COM ESSAS BARBEIRAGENS DE JANOT DEVE TER UM ENFARTE, E PERGUNTANDO A JANOT:
-VOCÊ É BURRO?

Anônimo disse...

JANOT AMEAÇA CANCELAR DELAÇÃO DA JBS, SEM AFETAR PROVAS CONTRA TEMER:

Em coletiva convocada às pressas, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou ter determinado a abertura de uma investigação para apurar indícios de ocultação de informação sobre o acordo de delação premiada da JBS; Janot citou indícios de crimes "gravíssimos" numa conversa entre Joesley Batista e Ricardo Saud, ex-executivo do grupo; a gravação da conversa de quatro horas foi submetida por ele ao Supremo Tribunal Federal; segundo Janot, a "provável rescisão de um acordo de colaboração premiada não invalida nenhuma prova", prejudicando apenas os benefícios concedidos aos delatores; o áudio faz "referências indevidas" à PGR e ao Supremo, informou ainda Janot.

4 DE SETEMBRO DE 2017

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, convocou uma coletiva de imprensa às pressas na noite desta segunda-feira 4 para anunciar que determinou a abertura de uma investigação para apurar indícios de ocultação de informação sobre o acordo de delação premiada da JBS.

Janot afirmou que foram encontrados "áudios gravíssimos" no material entregue nos últimos dias pelos delatores da JBS "espontaneamente" à PGR, que haviam sido "omitidos do Ministério Público Federal".

Trata-se de uma conversa de quatro horas "entre dois colaboradores", segundo ele, que se refere à "privacidade da vida de pessoas" e "referências indevidas" à PGR e ao Supremo. A gravação traz indícios de conduta criminosa atribuída ao ex-procurador Marcelo Muller. "As insinuações são muito graves", ressaltou.

A conversa foi gravada em 17 de março deste ano e aconteceu entre Joesley Batista, um dos donos da JBS, e Ricardo Saud, ex-executivo do grupo e também delator, responsável pela distribuição de propinas da empresa a políticos.

Ele submeteu a gravação ao STF e disse que é "provável" a rescisão do acordo de colaboração premiada da JBS. No entanto, isso "não invalida nenhuma prova" trazida à tona pelos delatores do grupo, assegurou. As denúncias dos delatores da JBS atingem diretamente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), entre outros políticos.

Caso a delação seja rescindida, haverá reversão apenas dos benefícios concedidos aos delatores, entre eles o empresário Joesley Batista.

"Se os executivos da JBS erraram, pagarão por isso, mas nem por isso pagará o instituto [da delação], que deverá ser preservado. Assistimos hoje forças que se levantam contra o instituto da colaboração premiada", disse Janot.

Anônimo disse...

Lamachia, Presidente da OAB, talvez agora coloque suas barbas de molho e deixe de ser tão simpático a LULA, o RÉU em seis Processos , CHEFE de todos os esquemas .!!!

Anônimo disse...

Este país é surreal. Pegaram Presidente, Senador, Deputado extorquindo Empresários e Economia Nacional, e os mantém no Cargo para se vingarem de quem os denunciou. Quem deveria estar preso não era Odebrecht ou JBS e seu 1 milhão de empregos Era criminosos flagrado gravado e filmado.

Anônimo disse...

Podem o Presidente da República, seus advogados e sua turma de puxa-sacos muito bem pagos pela vasta distribuição do nosso dinheiro via emenda parlamentar espernearem à vontade que o caixão já está fechado e os últimos pregos estão sendo martelados.

Anônimo disse...

DEve ter alguma coisa muito podre contra Janot e está tentando limpar o nome antes de sair da PGR.

Anônimo disse...

Em nada anula as gravações dos bandidos e as malas de dinheiro. Ainda tem gente que defende o Temer neste caso. O cara foi gravado. Não foi o dedo duro que falou, foi GRAVADO. Vai para dentro Janot. Agora que o negócio vai atingir o judiciário e eu quero ver. Uma curiosidade: o Rocha Loures falou para quem era mala?

Anônimo disse...

E aí Antagonistas? Acho oque os meninos tentaram faturar encima da crise que se geraria pela derrubada de Temer. O tiro saiu pela culatra!

wagner britto disse...

4) Janot não pode ser indiciado por incúria?

Anônimo disse...

pelo comentarios o povo ja esta livrandro o temer... por excesso de provas.

Anônimo disse...

á que esta matéria fala da delação de JBS, poderíamos saber por que o assunto da mala e da mochilas de dinheiro sumiram do noticiário? Não servem de prova para condenar ninguém? Ou será se foi apenas um presentinho dos empresários para alguns políticos?

Anônimo disse...

Incrível como a desinformação ou a ignorância jurídica campeia nos meios políticos e até mesmo jurídicos desta terra Brasil. Que seja pelo afã de tentar virar o jogo a qualquer custo, que essa enxurrada de declarações ineptas, burras e tendenciosas são despejadas em estado bruto na mídia. Os termos da "temida" delação ou colaboração premiada já foram estabelecidos na tábua legal, portanto não se discute seu entendimento. Essa história do Dr. Mariz e sua gigantesca equipe, do Governo e de sua base aliada tentarem confundir a opinião pública pegando um gancho na provável anulação da delação da JBS, dizendo que as provas colhidas até então são nulas e portanto o áudio não tem validade, é pura balela, puro desespero.

Anônimo disse...

Felipe Amorim, manchete elaborada com má fé. Faz entender que o acordo de delação pode ser cancelado, o que foi exaustivamente negado pelo procurador Janot, e que a própria notícia desmente. Por quê, então?

Anônimo disse...

Calma lá! Está se falando de omissão, ou seja, deve ter muito mais bandidagem envolvendo o governo golpista e seus apoiadores. Não se falou em anular nada. Até mesmo porque seria desnecessário com a chuva de provas existentes. Então, não há motivos para os coxinhas e os adoradores do conde Drácula sair por aí comemorando.

Anônimo disse...

A mesma OAB que o senhor criticou, tentando tirar sua credibilidade por várias vezes neste blog, por ter pedido impeachment de Temer.

Neste momento a OAB "mandou dizer" ao editor ser gravíssimas as delações de Janot, mas seu pedido de impeachment foi engavetado pelo Maia e esta tudo bem?

Anônimo disse...

OLHA O GOLPE QUE FOI ANUNCIADO HA MESES MAS A MIDIA ESCONDEU= LEIAM NO BLOG IMPRENSA VIVA

AGORA CAIRMAS AS MASCARAS
JANOT COMO SAIU TAMBEM JA NA REVISTA ISTO É 2X E FOI ATE CAPA - FOI DITO POR PROCURADORES EM CNVERSA SIM DISSERAM QUE JANOT BLINDA OS PETISTAS E PERSEGUE OS INIMIGOS NO CASO-AECIO E TEMER E A NOVA PROCURADORA - É O FURO É MASI EM BAIXO

JANOT E FACHIN DERAM UM TIRO NOS PÉS E BEM DADO POIS DEIXARAM OS BANDIDOS CONFESSOS FRIBOI LINDOS LEVES E SOLTOS JANOT SE PRECIPITOU AO ACEITAR A TAL GRAVAÇAO FEITA SEM AUTORIZAO EM TEMER E AGORA NA GRAVAÇAO VEIO A TONA O FRIBOI E O OUTRO DA JBS FALAM E CONFIRMAMA A LAMBANÇA É O TAL PROCURADOR Q TRABALAH COM JANOT E NO DIA SEGUINTE ESTAVA NA FRIBOI- JBS COM OS FRIBOI É ELE Q INSTRUIU OS FRIBOI A GRAVAREM TEMER E O DEPUTADO DA MALA0 HUM===== GRAVISSIMO OLHA QUE É GRAVISSIMO ISTO A CASA CAIU É GRAVE DE MAIS, É A SITUAÇAO PRA JANOT É DELICADISSIMA ELE FOI PRO BREJO PARECE , A LAMBANPA É GRANDE AINDA BEM QUE TEMER NAO FOI TIRADO DA PRESIDENCIA SE NAO SERIA PIOR AINDA ESTAMOS ESTARRECIDOS POIS JANOT Se PRECIPITOU CORREU COM A TAL DELAÇAO EM 1 MES ACERTOU TUDO COM OS IRMaos FRIBOI SEM SEM AJUDA DA POLICIA E SEM AJUDA DA LAVA JATO d curitiba FEZ TUDO EM 1 MES SEM AO MENOS AVERIGUAR BEM SOBRE O QUE OS FRIBOIS DISSERAM ELE FEZ O CONTRARIO DO QUE A LAVA JATO D CURITIBA FAZ- EM CURITIBA SAO MESES EM QUE OS ADVOGADOS É QUE TRATAM COM OS DELATORES TUDO BEM CONVERSADO COM EMBASAMENTO DE DIAS E DIAS e COM POLICIA FEDERAL JUNTO TUDO MUITO BEM EXAMINADO P VER SE É ACEITO OU NAO O Q OS DELATORES QUEREM FALA mas JANOT AGIU SOZINHO CORRENDO E DEU NISTO - DESASTRE ANUNCIADO= COMO ATE O MINISTRO DO STF Q MORREU O TEORI JA TINHA FALADO DE JANOT Q ELE ERA AFOITO- APRESSADO .... É O FURO É MAIS EM BAIXO, JANOT CORREU P PEGAR TEMER NUMa TRAMA DIABOLICA QUERIA SE VINGAR D TEMER E AECIO POR SEREM INIMIGOS DA DILMANTA E DO PT NANICO, É ISTO FOI DITO HA MESES NO BLOG IMPRENSA VIVA, leiam la

Anônimo disse...

JANOT É PETRALHA AGORA QUEBROU A CARA- PT NANICO SÓ PODIA DAR M. ONDe TEM PT NEM LAMA ELE FOI COLOCADO NA PGR PELO PT- TUDo Em CASA, bem feito e quem serao aos ministros do stf q estao tambem citados na gravaçao do fim do mundo hum..... stf deve estar de cabelo em pé temos q saber quem sao- que venha a tona queremos os nomes

Chico Vilis disse...

Janote é na verdade um ingênuo materialista.
Todos os ditados populares são explícitos sobre a conclusão de acordos com o diabo ser sempre desastrosa. Para os infantis, é claro.
Gente crescida, experiente e responsável dificilmente cairia numa fria dessas.
A roda, sr janote, mal começou a se mexer!

Anônimo disse...

ACHO QUE FOI A MANEIRA QUE JANOT ENCONTROU DE INCLUIR O STF, QUE CONFOME A VEJA SÃO QUATRO MINISTROS ENVOLVIDOS.

Anônimo disse...

O VOVÓ MAFALDA QUERIA SER HEROI TAVA TODO CHEIO DE SI NAO PEDIU AJUDA PRA LAVA JATO DE CURITIBA AGIU SOZINHO COM APOIO DO FACHIN É TOMOU FEIO AGORA KKKKK = CADEIA EM JANOT

Anônimo disse...

"BUTECO JURIDICO" DE JANOT

"VENDEMOS PARECERES,
BENEFICIOS,
SALVO-CONDUTOS INTERNACIONAIS,
ENCAMINHAMOS DELAÇÕES
MARACUTAIAS EM GERAL COM BANCOS ESTATAIS

TEMOS EXCELENTES "ASSESSORES" - PROFISSIONAIS
EQUIPE NIVEL "HONORIS CAUSA" NO PAIS E ESTRANGEIRO
CONSULTORIA DE EX PRESIDENTES MUITO "VIAJADOS"

A PARTIR DE 10 MILHÕES
TRATATIVAS INICIAIS COM VON MILER"-ESCRITORIOS JÓTA BÊ I ÉFE
-------------------------------------------------------

LULA MAIS PERTO DAS GRADES: DELAÇÕES VALEM, BENEFICIOS ANULADOS

-DELAÇÕES VALENDO,NOVE DEDOS ENTRANDO NA CELA
-BENEFICIOS ANULADOS POR IMPROBIDADE DO TITULAR E SEU CUMPLICE(VERGONHA)
-A SEGUNDA DENUNCIA-CALUNIA CONTRA O PRESIDENTE LEGITIMAMENTE EMPOSSADO,TEMER ,NÃO ACONTECERÁ(IMPEDIMENTO DOS CALUNIADORES)E SUA "LOJINHA JURIDICA",DE PARECERES E ACUSAÇÕES...

Anônimo disse...

sinceramente nao acredito no sr Janot

Anônimo disse...

Para o pelego Janot e o resto da esquerdalha, só não são gravíssimas as denúncias contra o Luladrão e a dilma Pasadena...

Anônimo disse...

JOESLEY CITA QUATRO MINISTROS E IMPLODE STF:

Reportagem da revista Veja citando fontes que tiveram "acesso ao áudio" da JBS, que segundo Rodrigo Janot contém fatos " gravíssimos", "traz menções comprometedoras a quatro ministros do Supremo Tribunal Federal"; os magistrados são citados pelos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud, numa conversa de quatro horas, em situações que denotam "diferentes níveis de gravidade", de acordo com a fonte; algumas seriam consideradas banais, mas "ruins" para a imagem dos ministros; uma delas se destaca por enredar um dos onze ministros da corte em um episódio que parece "mais comprometedor".

247 – O áudio de quatro horas entregue por delatores da JBS à Procuradoria Geral da República, e que segundo Rodrigo Janot, chefe da PGR, contém fatos "gravíssimos" envolvendo um procurador da República e o Supremo Tribunal Federal, deixariam em situação constrangedora quatro ministros da Corte.

A informação é de uma fonte cuja identidade não foi reveleada e que teve "acesso ao áudio", segundo reportagem do site da revista Veja. A conversa de quatro horas entre Joesley Batista e Ricardo Saud "traz menções comprometedoras a quatro ministros do Supremo Tribunal Federal", diz a reportagem.

Os ministros são citados em situações que denotam "diferentes níveis de gravidade", ainda de acordo com a fonte. Algumas seriam consideradas banais, mas "ruins" para a imagem dos ministros. Uma delas se destaca por enredar um dos onze ministros da corte em um episódio que parece "mais comprometedor".

Janot submeteu o áudio ao Supremo, que decidirá se ele deverá ou não se tornar público. A decisão caberá ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte. A expectativa é que a decisão saia nesta terça-feira 4.

Anônimo disse...

Janot está disparando uma “flecha no pé”?

4 de setembro 2017 - DCM - Publicado no Tijolaço.

Abriu-se uma grave crise na Procuradoria Geral da Justiça, com a declaração pública de Rodrigo Janot de que Joesley Batista deixou de mencionar gravações relevantes no aparelho com que Joesley Batista gravou as conversas comprometedoras que, agora se sabe, tinham sido mencionadas apenas em parte.

“Áudios com conteúdo gravíssimo foram obtidos na quinta-feira. A análise de tal gravação revelou diálogo entre dois colaboradores com referências indevidas à PGR e ao Supremo Tribunal Federal”, disse Janot.

“Tais áudios também contêm indícios, segundo esses dois colaboradores, de conduta em tese criminosa atribuída ao ex-procurador Marcelo Miller, que ao longo de três anos foi auxiliar do gabinete do procurador-geral. Se descumpriu a lei no exercício de suas funções, deverá pagar por isso”, afirmou, na Folha.

Janot admitiu até revogar os benefícios concedidos no acordo que afastou punições aos dirigentes da JBS, aformando que isso não invalida as provas até agora entregues. Questão complexa, porque inédita até agora e que tinha acabado de surgir com o pedido do procurador Ivan Marx, que pediu a anulação dos benefícios dados a Delcídio do Amaral pela falsa acusação a Lula.

Há algo de podre neste processo de “delação premiada” que começa sem o conjunto de provas seja oferecido e verificado e onde os poderes do Ministério Público e do juiz são absolutos.

A deformação provocada na sociedade brasileira por este policialismo nos levou a isso: delator não é herói e nem mesmo bandido arrependido, é mercador de pena que negocia leniência ou perdão sem nenhuma preocupação do que isso possa fazer a outros.

Agora, podem escrever, vai se iniciar um movimento para anular toda a delação e as provas colhidas para ela, simplesmente porque os principais alvos são Michel Temer e Aécio Neves.

Com Lula, claro, vale tudo.

Pilincho disse...

Concordo com o comentarista das 21:00. No entanto, é importante fazer uma regressão no tempo, ao início de tudo: em menos fizeramde 24 horas após a gravação realizada pelo Joesley no porão da residencial oficial do Jaburu o colunista d'O Globo, Lauro Jardim dava o "furo" jornalístico sobre a noitada da gravação. Nas mesmas 24 horas, as Organizações Globo, utilizando todas as suas baterias de bordo, disparava contra Temer, implacavelmente. Estavam fazendo a cabeça dos brasileiros. E fizeram durante dois ou três dias.
Agora podemos supor como o Lauro Jardim e o sistema Globo bateram o recorde de rapidez na transposição do Jaburu para o mundo global: (1)a estratégia foi montada pelas Organizações Globo?; (2)os executores foram os Batista e o Mueller - ex-assessor do PGR; (3)a gravação, por acaso,foi bater nas mãos do L. Jardim para dar o "furo" nacional?; (4) a manobra tática era a de expulsar Temer da presidência - como tentaram - forçando-o à renúncia imediata e, assim, abrir uma brecha para aprovar com urgência, ainda em 2017 (antes da condenação Lulla pela 13ªVF-Curitiba e da decisão da TRF4ªRegião) uma PEC alterando a CF e abrir novas eleições gerais em 2018. A, então, o Lulla seria candidato e eleito pelas urnas fraudáveis.
Por isso, concordo com o comentarista das 21:00.



Anônimo disse...

Gravação inesperada mostra que MP é um monstro:

FERNANDO BRITO · 04/09/2017 - o Tijolaço

inquisidores

Surgem as primeiras informações sobre o conteúdo da gravação “involuntária” da conversa entre Joesley Batista e seu operador Ricardo Saúd.

Por ela, ficaria evidente de que tido o processo estava “armado” para fazer com que os ratos caíssem na ratoeira.

É muito difícil que não sejam anuladas todas as provas da delação da JBS.

A Procuradoria Geral da República está desmoralizada por ter embarcado na desmoralizada “onda” da Força Tarefa de Curitiba.

E até porque ainda resta alguma decência, no comando da PGR, o que por lá falta.

Em Curitiba, como todos os outros abusos que se deram por lá, não viria ao caso, como não vieram as delações obtidas pelos meses e meses de prisões preventivas.

Se algum mérito se pode dar a Janot – se é que não foi pela percepção de que a perícia dos gravadores não lhe deixava outra saída – é o de não ter varrido para debaixo do tapete, como é feito nas terras das araucárias.

Onde até pagamentos à mulher do juiz “não vêm ao caso”.

Quando o sistema judicial passa a ter juízes cujos “olhos brilham” diante da possibilidade de condenar alguém por corrupção, ele próprio já se corrompeu.

Só mesmo os que se iludiram com a cegueira de serem os “heróis do Brasil” , como fizeram tantos procuradores e o próprio Janot não percebem os monstros em que se transformaram.

Anônimo disse...

Todas as delações estão em cheque. Principalmente aquelas que prende primeiro para o preso abrir o bico contra Lula e pessoal do PT.

Cade a OAB?

Anônimo disse...

Calma pessoal, vem surpresa aí ...

Anônimo disse...

Não acredito neste Janot. Felizmente Raquel Dodge irá assumir já a PGR.

Anônimo disse...

Sabia que ia dar nisso. Vergonha fake News envolvendo a presidência da república. Sabia que esta delação encomenda seria anulada, este Joesley Safadão tem de ir para cadeia.

Anônimo disse...




Q u a i s fatos ?!!!

Anônimo disse...

Vai se fuder o petista cabeça branca.

Anônimo disse...

Escrevi neste blog desde que foram mostradas as PRIMEIRAS gravações que era armação contra Temer.

Escrevo agora, concordando com texto das 21.04. As novas gravações não tem intenção de beneficiar Temer. O GRANDE OBJETIVO É BENEFICIAR LULLA. AS 'DENUNCIAS' FORAM LONGE DEMAIS É PRECISO ANULAR TUDO.

Pena que, com isso, Temer vai receber um atestado do bons antecedentes.

Anônimo disse...

E o Temer tinha razão, foi um golpe mal armado e agora tentam se limpar?

Anônimo disse...

Dificilmente algum funcionário público fará algo com competência no Brasil. Há a estabilidade de emprego e a impossibilidade de ser processado diretamente. A OAB foi uma das primeiras entidades a não ter feito a correta leitura do que estava ocorrendo. By the way o presidente é ex-funcionário público.

Anônimo disse...

A flechada do R.J. acertou a sua retaguarda, pode ate ir para cadeia. Agora vai ter que dar explicações sobre ações do seu auxiliar direto M.M.. Temer virando o jogo de forma irreversível, segue crescendo e pode ser candidato ou indicar seu candidato para 2018, quem viver verá.

Anônimo disse...

Há artigos da constituição para punir traidores em combinação com quadrilheiros comandados por um psicopata estelionatário cínico, hipócrita e mentiroso e que criaram mais uma série de factoides?

Anônimo disse...

Não festeje, Temer. Acharam o apartamento-cofre de Geddel

FERNANDO BRITO · 05/09/2017 - O Tijolaço

grana

É bom suspender a encomenda de champagne do Palácio do Planalto para comemorar o “sorvete na testa” de Rodrigo Janot.

Na Semana da “Flechada Final”, ao que parece, tem muito para acontecer.

A descoberta de uma – literalmente – montanha de dinheiro num apartamento da Rua Barão de Loreto, no bairro da Graça, em Salvador, que havia sido emprestado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima recolocou Temer debaixo de fogo.

Daqui a pouco deve-se ter o valor, mas tudo indica que é a casa de dezenas de milhões de reais.

Coisa de fazer as malas de Rocha Loures e Aécio Neves parecerem “pochetes”.

Grana que Geddel, com certeza, não ganhou vendendo acarajé.

Geddel, ao contrário de Cunha, não deu sumiço no que recebeu em dinheiro vivo e a razão mais provável para isso é que tinha de repassar e, com a delação da JBS, deve ter ouvido um “guenta aí”.

É a reviravolta da reviravolta, em menos de 24 horas.

E, sem dúvida, a imagem do dia, que vai falar mais alto que os diálogos abandidados de Joesley Batista.

O Jornal Nacional vai ser uma festa até na China.

Anônimo disse...

Combinar para Joesley gravar é crime. Só não é quando Moro combina?

FERNANDO BRITO · 05/09/2017 - O Tijolaço

No rompimento da barragem de lama da Procuradoria Geral da República ficamos sabendo, com grande escândalo, que as gravações feitas por Joesley Batista foram solicitadas e orientadas pelo Ministério Público.

Muito bem, isso é correto? Se não é, porque o Tribunal Regional Federal da 4ª Região referendou a atitude do “juiz-investigador” Sérgio Moro em fazer o mesmo com um dos delatores do caso Banestado, como se lê no voto do desembargador José Paulo Baltazar Junior, em caso em que o juiz, defendido por sua mulher Rosângela, era parte nos embargos de um pedido de nulidade?

Leia só o trecho do voto de Baltazar dizendo que um dos condenados por Moro o havia caluniado ao dizer que ele mandara fazer grampos ilegais:

De fato, o réu fez acusação falsa ao afirmar na entrevista do dia 15.03.2006 que o Juiz Sérgio Fernando Moro teria ordenado Tony Garcia fazer um “grampo” ilegal contra a pessoa do Presidente do Tribunal de Contas do Paraná.

Trata-se de afirmação que diz respeito a fato definido como crime, pois a interceptação telefônica com objetivos não autorizados está prevista como crime no art. 10 da Lei 9.296/96.

Sucede que o magistrado ofendido havia autorizado no acordo de delação premiada (autos 2004.70.00.043116-0), a pedido do Ministério Público Federal, que a pessoa de Tony Garcia gravasse conversas que passaria a entabular com outras pessoas. Se uma dessas pessoas que travou conversação com Tony Garcia era o Presidente do Tribunal de Contas do Paraná, é decorrência natural da medida. Aliás, tal autorização seria inclusive dispensável, pois é notório que a gravação de conversa por um dos interlocutores não equivale a interceptação telefônica.

Então, por favor, pode ou não pode?

Se isso não vale para o delator Joesley Batista, como é que valia no Paraná? E se uma das pessoas que travou conversação com ele foi o Presidente da República, não se aplica o mesmo conceito que o presidente do TCE paranaense, que igualmente dispõe de foro privilegiado?

O voto do Relator, aprovado pelos seus pares, nos EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM EMBARGOS INFRINGENTES E DE NULIDADE Nº 0011412-81.2007.404.7000/PR estão à disposição de qualquer um.

Anônimo disse...

Depois que um juiz provinciano comete o crime de grampear e divulgar conversas entre uma Presidente em exercício e um ex Presidente da República......tudo é possível.Ou seja,a desfaçatez vem desde a origem.Quando um magistrado não respeita as Leis,todo o resto tá comprometido.

Anônimo disse...

Por enquanto, 8 milhões de reais no esconderijo de Geddel:

Brasil 05.09.17 16:24 - O antaginista

A PF já contou 8 milhões de reais escondidos no apartamento de Geddel Vieira Lima.

Mas ainda tem muito para contar.

Anônimo disse...

A “dívida” de Temer será perdoada?

Brasil 05.09.17 16:43 - O Antagonista

Michel Temer não pagou toda a fatura para barrar na Câmara a primeira denúncia contra ele.

Ainda vão cobrá-lo?

É só outra pergunta.

Anônimo disse...

Temer: “Eu não disse?”

Brasil 05.09.17 14:39 - O Antagonista

Michel Temer não para de receber ligações de ministros que ficaram no Brasil e de deputados e senadores da base que querem dar “parabéns” ao presidente.

“Falei com ele assim que acabou a coletiva do Rodrigo Janot. Ele falou: ‘Eu não disse? Eu não disse?'”, contou a este site um deputado.

Quem conversou com Temer afirma que ele ficou satisfeito com as revelações do procurador-geral, porque “vai precisar delas para se defender depois que deixar o Planalto”.

Rodrigo Rocha Loures, no entanto, continua dando aquela corridinha com a mala cheia de propina.

Anônimo disse...

“Aécio vai ficar chateado”:

Brasil 05.09.17 14:03 - O Antagonista

Saud: “Vamos pegar o Aécio também. Ele vai ficar chateado”, diz Saud.

Joesley, comparando o tucano a Michel Temer: “Ele ficou pequenininho. Não, nós vamos, só porque ele é bandidão mesmo. Você sabe que esse aqui, os outros vai ficar pequenininho, pequenas causas, não vai precisar.”

Anônimo disse...

MBL APAGA POSTAGENS COM ELOGIOS A GEDDEL:

O Movimento Brasil Livre quer esconder mais um dos seus apoios: o movimento se apressou em apagar as fotos com elogios ao ex-ministro Geddel Vieira Lima de seu perfil no Facebook; o ex-ministro de Temer foi flagrado com várias malas de dinheiro em seu apartamento em Salvador e se tornou um incômodo para os apoiadores do impeachment de Dilma Roussefff.

5 DE SETEMBRO DE 2017

247 - Após a divulgação de imagens de malas de dinheiro em apartamento do ex-deputado e ex-ministro de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, o Movimento Brasil Livre (MBL) correu em apagar as fotos com elogios ao peemedebista de seu perfil no Facebook.

Geddel, assim como muitos outros políticos implicados na Lava Jato, fizeram intensa campanha pelo impeachment de Dilma Rousseff e sempre receberam elogios dos líderes do MBL.