Cade veta compra dos postos Ale pela Ipiranga

O plenário do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) vetou por unanimidade nesta quarta-feira a compra da rede de postos de combustíveis Ale pela Ipiranga, do grupo Ultrapar.

O órgão seguiu o voto do relator do processo, João Paulo Resende. Em seu voto, ele disse que não houve acordo com a empresa em relação às condições a serem impostas para aprovar a compra.

O parecer inicial de Resende defendia a venda de ativos da Ale em 12 Estados, o equivalente a 65% das operações da companhia. As empresas, porém, não aceitaram essa condição e propuseram um novo acordo, de conteúdo sigiloso, que foi negado pelo Cade.

Anunciada no ano passado, a transação era avaliada em R$ 2,17 bilhões.

2 comentários:

Anônimo disse...

Grande notícia. Prefiro shell, mesmo que de segunda, à ipiranga.

Anônimo disse...

A venda da Ipiranga é outro mistério dos tempos petistas ...