PGE do RS adota sistema de trabalho em casa para seus procuradores

IBM e Apple rejeitaram o sistema home office, mas a ideia ganha cada vez mais adesões, já que na maior parte dos casos ela acrescenta ganhos para as organizações. CLIQUE AQUI para ler reportagem da revista Exame sobre ganhos e perdas do home office.

A Procuradoria Geral do Estado, órgão subordinado ao governador Sartori, decidiu que seus procuradores podem trabalhar em casa.

A PGE diz que agora adotou o sistema de home office, mas alega que o projeto é piloto e pode ser revogado.

A ideia do chefe da PGE, Euzébio Rushel, é aumentar a produtividade em até 25, mas sem aumento de despesas, porque segundo a resolução, os procuradores não poderão exigir dinheiro pelo uso dos seus próprios recursos de home office, sequer telefones.

17 comentários:

Anônimo disse...

Tem metas a serem cumpridas ou serão férias eternas? Esse pessoal já não faz nada!

Anônimo disse...

AHAHAHAH, engraçadinhos! Não vai demorar muito para entrarem com processos contra o estado exigindo pagamento de "despesas" e aí o Estado terá que bancar até cadeira de escritório para os bonitos não terem nenhuma "lesão". Este tipo de ideia na área pública não tem como funcionar em virtude do próprio perfil das pessoas que trabalham lá.

Anônimo disse...

Daqui 5 anos teremos que pagar retroativo o uso do metro quadrado, fogáo, café, ração do cachorro para os nobres Procuradores. As salas deles no Procuradoria serão direcionadas para outras finalidades?

Anônimo disse...

Procuradores podem exigir resarcimento de água, luz, internet . . . , mais um puxadinho que se cria.

Anônimo disse...

polibio

simplesmente vergonhoso, não tem desculpa que se sustente para essa invenção

mais um privilégio

já não chega os salários de marajás, estabilidade, e outras tantas regalias da coisa pública

só memso esse povo ignorante para aceitar tudo isso e pagar tudo isso

ainda veremos a verdadeira revolução, quando o povo souber como funciona a coisa, as cabeças vão rolar

pode ter certeza

Anônimo disse...

Quem puder que se mande ...

Anônimo disse...

Prezado polibio não faltava mais nada. Não justifica a presente iniciativa. Pobre estado. Pobre povo.

Anônimo disse...

INSTITUIÇÕES REPUBLICANAS ESTÃO PASSANDO POR UM PROCESSO DE AUTODESTRUIÇÃO...

O século XXI será conhecido como o período da história do Brasil em que o Poder Judiciário entrou em decadência.

O Poder Executivo e o Legislativo representam dois poderes que não representam a sociedade, com total falta de credibilidade. Faltava apenas o Poder Judiciário.

Agora não falta mais nada...

Nosso país, a cada dia que passa, está cada vez mais pronto para uma convulsão social e uma guerra civil...

Unknown disse...

DÁ UM TOQUE PARA O PRESIDENTE DA ELETROBRÁS, TALVEZ, PARA A EMPRESA, SEJA MELHOR MANDAR OS 40% DE "CHEFES" QUE NÃO FAZEM NADA NO TRABALHO E SÓ ATRAPALHAM!!!

Anônimo disse...

Só os reclamão de plantão aqui.
Se o cara quiser coçar o saco vai fazer isso em serviço mesmo. E outra: o funcionalismo público mudou, funcionário vagal é mal visto e escanteado.

Se acham tão bom assim o serviço público pq não fazem concurso?

Anônimo disse...

Uma pessoa de minhas relações trabalhou 45 anos na área judiciária. Esse funcionário trazia para casa inúmeros processos para despachar e acelerar sua tramitação, pois o trabalho na repartição sofria interrupções frequentes (atendimento de partes, audiências, solicitações de outros funcionários etc) dificultando análise mais criteriosa e solução mais justa para cada demanda. Nunca lhe passou pela cabeça cobrar horas extras ou outros benefícios por essa dedicação especial.

PEDRO SILVA disse...

KKKKKKKKKK E A VERBA ALIMENTAÇÃO E OUTRAS , DAQUI UNS DIAS VÃO ENTRAR NA JUSTIÇA EXIGINDO ALUGUEL DO LOCAL DE TRABALHO,HORA EXTRA , PERICULOSIDADE , INSALUBRIDADE ETC...........

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Não demora e criam mil e um penduricalhos para pagar todas as supostas despesas do "trabalho", que darão para pagar não só as deles, como as de toda a família até o terceiro grau. Patifaria.

Anônimo disse...

Mas bah!!!!!!!!!!!!
O controle da produtividade vai disparar no RS.
Vai ter cartão ponto?

Luiz Vargas disse...

Depois do auxílio moradia vem aí o auxílio tinta para impressora, o auxílio papel ofício, o auxílio banda larga e o auxílio cafezinho no domicílio.
Podemos até não saber como as coisas começam, mas os bolsos dos contribuintes sabem muito bem como estas coisas terminam.

Anônimo disse...

O ANÔNIMO DAS 13:37 NÃO PODE SER MAIS IMBECIL DO QUE É.
MICROCÉFALO E APROVEITADOR DAS MAMATAS, COMO SE SER APROVADO EM CONCURSO DESOBRIGA OS FUNCIONÁRIOS A TRABALHAR COM AFINCO E HONESTIDADE COM A COISA PÚBLICA.
AÍ ESTÁ O CÂNCER DO NOSSO PAÍS.
ENQUANTO ISSO NÃO MUDAR VAMOS CONTINUAR INDO IRREMEDIAVELMENTE PARA O INFERNO.
IREMOS COLHER O QUE ESTAMOS DEIXANDO PLANTAREM.