Cortes no Rio afetam serviços essenciais de saúde, educação e segurança pública

Os ajustes nas contas para tentar debelar o déficit orçamentário de R$ 21 bilhões projetado para o governo do Rio para este ano, levou o governo a cortar serviços em áreas essenciais.

O déficit orçamentário carioca é três vezes maior do que o RS.

Serviços nas áreas de educação, saúde e segurança pública atingiram níveis desastrosos.

Não há um centavo para investimentos e os salários atrasam.

5 comentários:

Chico Valente disse...

Isso sem contar o efeito "janot", a desgraça em forma de tirano.

Unknown disse...

Mas os salários dos nobres da corte carioca continuam eivados de imoralidades legais que os multiplicam por meia dúzia de vezes!!!
Por leis feitas por eles mesmos!!!

Anônimo disse...

Os políticos saquearam o Estado do Rio e agora o povo paga a conta com mais miséria. E a Justiça?

Anônimo disse...

BRASILEIROS VIVEM HÁ ANOS NA DITADURA!

AS FORÇAS ARMADAS FORAM CORROMPIDAS E SUCATEADAS.

O POVO VOTOU CONTRA O DESARMAMENTO, MAS LULA-DRÃO CAGOU PROS VOTOS DO POVO!

AS URNAS ELETRÔNICAS SÃO FRAUDADAS DESCARADAMENTE HÁ ANOS PELO LULOPETISMO E POR DIAS TÓFFOLI NO TSE.

NOSSOS VOTOS TAMBÉM SÃO ROUBADOS, ALÉM DO DINHEIRO E NOSSO TEMPO DE DESCANSO.

LEIS PREVIDENCIÁRIAS SÃO IMPOSTAS!

NOSSO DINHEIRO É ROUBADO E EXPATRIADO!

VAI PARA OUTROS PAÍSES COM DITADURAS.

NÓS TEMOS QUE TRABALHAR ATÉ MORRER, PRA SUSTENTAR VÁRIAS DITADURAS, ALÉM DA DITADURA NO BRASIL.

Anônimo disse...

mestre polibio braga- leia no site imprensa viva--- materia bombastica sobre o friboi, fachin e janot