Opinião do editor - Assembléia perpetua de propósito a crise fiscal do governo do RS

Mesmo sabendo que os salários dos servidores ingressam na fase final do segundo ano de atrasos, os deputados estaduais gaúchos não se animam a aprovar os projetos de ajuste fiscal propostos por Sartori.

Os deputados estaduais perpetuam de propósito a crise fiscal gaúcha.

O mais importante dos ajustes é o que autoriza a venda de CEEE, Sulgás e CRM, porque isto permitiria cumprir a contrapartida exigida pelo governo federal para permitir a adesão do governo estadual ao Regime de Ajuste Fiscal dos Estados. A adesão significará moratória de três anos no pagamento da dívida com a União, algo co,o R$ 3,6 bilhões por ano.

Com a adesão, Sartori terá dinheiro para pagar salários em dia, melhorar os serviços púbicos e voltara investir.

23 comentários:

Anônimo disse...

Algum funcionario publico pediu demissão em virtude de atraso nos salários???
Eles se ralam mas não largam o osso....

Anônimo disse...

Acho que a Sulgás até pode ficar, mas CEEE e CRM devem ser privatizadas sim, é muito altio os salário. chegam a 80 mil em alguns casos, mais os benefícios polpudas.

Anônimo disse...

Quando estivermos em uma situação de total descontrole, fragilidade e violência como o Rio de Janeiro, estes "iluminados" vão acordar ??

Anônimo disse...

SARTORI...LARGA DE MÃO....O POVARÉU DO ESTADO MAIS POLITIZADO DE BANANIA ADORA VIVER NO QUANTO PIOR MELHOR....

Anônimo disse...

A máfia da ORCRIM, junto com o PDT e PCdoB, querem que o governo se exploda. Nunca estão preocupados com as finanças do país e do estado. A gauchada tem mentalidade bovina, ano que vem a gauchada, deverá eleger mais uma vez, um membro da ORCRIM. Tarso genro, diz que vai se candidatar a senador, vai formar uma dupla de inúteis, ele e o Paim. O que o Paim fez de bem pelo Rio Grande nesses, talvez, mais de vinte anos como senador....????

Anônimo disse...

Poh!! Ilustríssimo polibio, já viste marginal fazer o bem?
Nunca ouviste falar naquele ditado:
Marginal bom é marginal morto!!

Anônimo disse...

Então, que se EXPLODA!

Haverá candidato ao Piratini em 2018? Se houver irá reimprimir as tais "Brizoletas" para pagar os funcionalismo público.

Anônimo disse...

RGS: BERÇO DE CAUDILHOS E DITADORES. E COMUNISTAS. INTERVENÇÃO MILITAR JÁ POIS É O QUE A ESQUERDA MERECE E O POVINHO NÃO SABE MAS NO FUNDO DESEJA!

Anônimo disse...

Lorota. Estes projetos não ajudam a alcançar o equilíbrio fiscal. É mais do mesmo, arrolar com juros alto.

Unknown disse...

O inferno do funcionalismo seria o céu dos 14 milhões de desempregados!!!

Anônimo disse...

Acho engraçado reclamar apenas dos deputados. Repito soj a favor das extinções mas, não do jeito que foram feitas. A minha empresa foi extinta, mas está cheia de CC's. Que (des) governo é esse.

Anônimo disse...

Anônimo das 12,01. Eu tou velho, mas tu és mais velho do que eu. Tu és do tempo do governador Brizola, o governador que mais judiou dos funcionários públicos, pagava os funcionários com as chamadas "BRIZOLETAS". Os funcionários pegavam as brizoletas(meu pai assim fazia) e saiam a trocar com os agiotas, com ágio de 40%.

- Tem gaúcho que tem saudade desse governo Brizola.

- Ano que vem, é só eleger o Olívio Dutra, que os funcionários públicos ficarão contentes. Dirá que recebeu uma "herança maldita" do Sartori e tamos conversados.

Anônimo disse...

Este comportamento da oposição,trata-se de vingança/punição ao povo,por ter dado lavada de votos para Sartori,e derrota vergonhosa a Tarso,com consequente não reeleição,que era seu maior desejo.
Só falava em projetos,projetos,e projetos.Tudo sem dinheiro para realizar qualquer um deles.Era tudo fajuto papel.
Sartori não prometeu nada, e taí.
Um sucesso para reorganizar os "projetos"do Tarso.

Anônimo disse...

Deputados calhordas a serviço dos corporações, sindicatos e apaniguados.
è a bancada disso e as bancadas daquilo e o povo? Que se dane.
Como o povo ou o contribuinte não cobra destas "vagabundos mau caráter" eles deitam e rolam nas mordomias.
Mas um dia vão pagar a conta também.
Joel

Anônimo disse...

Estúpido das 11,47
Vai comer salsicha podre dos frigoríficos aí donde tu moras,Santa Catarina.
Me chama de bovino,que eu digo que és um fdp.Tu e toda tua família que te fez um ordinário.

Anônimo disse...

Boa tarde Editor,

Tá ficando chato essa rancheira batida...
Tu te importa muito com Sartori.
Almejas algum cargo?

Anônimo disse...

Mentira.

Anônimo disse...

Gostei: O inferno do parcelamento salarial dos servidores, seria o céu para os desempregados da iniciativa privada. Revela que temos 2 tipos de brasileiros, os protegidos do setor público e a plebe do setor privado. E o pior: os do setor público ainda posam de coitadinhos, encontrando respaldo em mídia conivente com a desigualdade. Não somos uma nação, sequer um projeto. Somos ainda uma capitania hereditária onde os que se nutrem do Estado representam a nobreza e os que o sustentam, a plebe que se contenta com as migalhas.

Anônimo disse...

MESMO COM TODO O PIPINO ABAIXO DESCRITO....OS DEPUTEDOS...NEM AI...E O POVÃO QUE SE LASQUE...

quadro de ENDIVIDAMENTO:
COM A UNIÃO: R$ 60 bilhões;
COM ESTATAIS E VINCULADAS: R$ 5,2 bilhões;
COM DEPÓSITOS JUDICIAIS: R$ 10 bilhões;
COM PRECATÓRIOS: R$ 13 bilhões;
COM O DÉFICIT PREVIDENCIÁRIO: R$ 8,97 bilhões;
COM O PISO DO MAGISTÉRIO (potencial sendo discutido no STF): R$ 17,3 bilhões; e
COM O DÉFICIT PREVISTO PARA 2017: R$ 8,8 bilhões (sete folhas de pagamento do Poder Executivo)

Anônimo disse...

CORRIJO, não será "BRIZOLETAS", Brizola já se foi, será LULETAS ou DILMETAS/OLIVETAS/GENRETAS!!!!!!!!!


Anônimo disse...

DETER informações históricas não é sinônimo de velhice, ANONIMO das 13:56!

Podemos dizer: ELEITORES IGNORANTES que elegeram BRIZOLA deixaram descendentes também ignorantes, está no DNA gaudério.

Anônimo disse...

Por acaso os servidores estaduais, com ou sem sindicato, foram à assembleia, em conjunto, exigir algo a respeito?

Anônimo disse...

Se é tâo bom assim. Pq tu nao faz concurso?