A doença de Joesley é simples lombalgia.

Irônico, implacável, o jornalista Reinaldo Azevedo conta que nada de grave com Joesley Batista. Leia o texto completo:

Podemos manter a esperança de que ele ainda acabe na cadeia. O que o fez internar-se no Hospital Albert Einstein foi uma lombalgia, a segunda queixa que mais leva as pessoas ao médico.

Lombalgia? É: dor lombar, dor de cadeiras, dor de rim, dor nas ancas, dor nos quartos, lumbagem, lumbago…

Vamos convir, né? Quem realmente está com dor no lombo, ainda que metafórica, é o povo brasileiro, que foi assaltado, ludibriado, enganado, pendurado no gancho como gado…

E vê um de seus algozes flanando por aí.

A lombalgia poderia ser até um princípio de justiça divina, né?, já que não se deve procurar a justiça dos homens nas cercanias de Rodrigo Janot e Edson Fachin.

Mas não é. Deus não se ocupa dessas coisas.

Isso é com a gente.

E, claro!, noto que “as ancas” ou “os quartos” de Joesley, para empregar um vocábulo que orna com açougue, até podem doer. O que não lhe dói mesmo é a consciência.