Mercado acha que recessão ainda será maior do que se esperava em 2016

O mercado ajustou suas expectativas para o PIB para baixo, segundo as estimativas coletadas até o dia 28 de outubro e divulgadas há pouco pelo Relatório Focus do Banco Central. A mediana das projeções para o crescimento do PIB passou de uma retração de 3,22% para outra de 3,30% no final de 2016, e o crescimento em 2017 foi revisto de uma variação positiva de 1,23% para outra de 1,21%. 

Além disso, por mais uma semana houve revisão das expectativas para a inflação deste ano, incorporando principalmente o alívio dos preços no curto prazo. A mediana das estimativas para o IPCA de 2016 passou de 6,89% para 6,88%, enquanto o consenso para 2017 foi mantido em 5,00%. 

A mediana das projeções para a taxa Selic, por sua vez, seguiu em 13,50% para o final de 2016 e passou de 11,00% para 10,75% em 2017. 

Por fim, no caso da taxa de câmbio, a mediana das estimativas ficou inalterada em R$/US$ 3,20 e R$/US$ 3,40 para o final de 2016 e de 2017, respectivamente.

Um comentário:

Anônimo disse...

Políbio,

Já venho apostando nisto, quando a "tia" ainda mandava.

O "tio" pegou o bonde andando. esta lá só para impedir desgraça maior.

Indivíduos e empresas estão endividados. Tenho amigos e conhecidos que EVITAM falar sobre isto para não enlouquecerem.

Quanto aos Governos, 2017 vai ser de muito CHORO.

JulioK