Governo estadual trava e coloca o Cais Mauá na mira dos ambientalistas xiitas do RS

O projeto Cais Mauá, Porto Alegre, só não começou ainda por culpa única e exclusiva do governo estadual, que não sai de cima dos pedidos de EIA/Rima e EVU, signifique isto o que quiser que signifque.

O governo estadual está paralisado.

Enquanto isto ocorre, a empresa Cais Mauá do Brasil fica novamente refém de ambientalistas xiitas que querem travar tudo e devolver o cais ao porto que não existe mais.

13 comentários:

Anônimo disse...

São falsos ambientalistas.

O MST destrói muito mais o meio ambiente e esses mesmos "ambientalistas" ficam bem quietinhos.

Anônimo disse...

Tem que exterminar estes ambientalistas xiitas soviets marxistas que só atrasam o RS. TENTE TER UMA EMPRESA NO RS, VOCÊ DESISTE DE TANTO BLABLABLABLA LEIS E MAIS UM MONTE DE ASNEIRAS, E O MST PODE DERRUBAR MATA VIRGEM.............. ARAUPEL..........

Anônimo disse...

ONTEM VI ESTES XIITAS FALANDO DO CAIS MAUÁ...PARECIAM UNS TERRORISTAS DO EI.SEMPRE TEM UNS BARBUDINHOS OU ALGUM ALOPRADO DO PSOL DANDO CONTRA,FALANDO ASNEIRAS.FALAM COISAS QUE NINGUÉM ENTENDE.RESUMINDO É SÓ PARA ATRASAR AINDA MAIS AQUILO QUE ESTÁ ATRASADO HÁ 20 ANOS.PARA QUE SIMPLIFICAR SE DÁ PRA COMPLICAR?QUE ESCUMALHA

Anônimo disse...

Falta propina pros caras!

Anônimo disse...

Políbio,

Infelizmente este projeto foi "matado" pelo PSOL&Cia dentro e fora do Governo.

A jornalista Kátia Suman foi uma das responsáveis pela campanha suja, pois tem apartamento na Av. Mauá e não queria perder a vista privilegiada.

Rio Pequeno do Sul volta as origens!!

JulioK

Anônimo disse...

Não há nenhuma razão ambiental que impeça a modernização e utilização do cais de Porto Alegre, à semelhança do que já foi feito com pleno êxito em várias partes do mundo. Devem existir outros interesses pessoais ou sabe-se lá o que, mas certamente a modernização proposta não traria quaisquer problemas AMBIENTAIS.

Ph.D. em Ecologia.

Rudnei Costa disse...

Polibio, com todo o respeito que te devo e como assíduo leitor e comentarista, tá na hora de estudar e respeitar as questões ambientais. Existe Legislação Ambiental, sabia? Não está correto desprezar e condenar um EIA/RIMA quando é exigência de lei. Isso só demonstra desconhecimento!!! Trabalho e sei da morosidade da Fepam e outros órgãos públicos envolvidos em licenciamentos principalmente do porte e da complexidade de um cais de porto!!! A estrutura pública é precária na área ambiental, como qualquer serviço público. Não se trata de ideologia e sim de lei, estrutura pública e estudos adequados por parte do empreendedor. Como tem gente ignorante e preconceituosa que adora rotular e associar ambiente à esquerda ou coisas do gênero!!! Sou biólogo e tenho horror do PT e partidos ditos de esquerda, assim como vários outros profissionais da área!!! Tenham respeito com as questões ambientais e tentem se atualizar um pouco!!!

Anônimo disse...

Quando criaram o Parque da Harmonia os ambientalistas da época abraçaram o Guaíba para proteger os ratos e imundice das margens. Pelo visto tudo continua igual. Não é justo pagar o salário desses barnabés que ganham para criar problemas.

Anônimo disse...

Ana Pelini, a jóia rara que quer acabar com a Zoobotanica, não consegue nada na Fepam! É odiada com poucas! Padrão Sartori de governar, prepotente, arrogante e contra os funcionários!
Igual ao Sartori quer demitir!
Quer tumulto!
É o RS parado!
Que padrão!

Cap Caverna disse...

A FEPAM e o IBAMA, estão infestados de lunáticos e visionários, que só servem para atrasar tudo que é empreendimento, pois eles são radicalmente contra a qualquer novo projeto, porque por trás desses projetos, existem empresários, algo que eles detestam, mas adoram receber no final de cada mês, os impostos que estes mesmos empresários gerem com seus empreendimentos! Cambada de trouxas, idiotas e perniciosos!

Anônimo disse...

Querem culpar PSOL/PT, seus analfabetos?
Quem está governando este estado?
É o PT e PSOL?

Anônimo disse...

O projeto possui problemas claramente identificáveis até por estagiários da área de Planejamento Urbano.

Anônimo disse...

O Sartori já mostrou que não sabe lidar com a vanguarda do atraso ao não falar da responsabilidade do TArso Genro ao quebrar o EStado.

E agora, novamente, é refém da vanguarda do atraso impedindo o excelente projeto do Cais Mauá. Se é que a crise econômica não vai desestimular os investidores do Cais Mauá.