Bolsa de Tóquio fechou em alta de 1,10%, a de Londres despenca e na China o feriado é de Ano Novo Chinês

Londres, via Whats App

Londres, hoje, amanheceu com sol, poucas nuvens e ventos amenos, marcando 8 graus nos termômetros. Neste momento, 11h28min, a Bolsa opera em queda de 1,86%. A tendência é a mesma nas demais bolsas européias.
O dia é normal de trabalho em Londres.
Como se sabe, carnaval de 5 dias fechados é coisa de economias ricas.
A Bolsa de Tóquio fechou em alta de 1,10%.
Na China, Xangai e Hong Kong não abriram, tudo porque é ano de feriado do ano novo chinês.

Um comentário:

Justiniano disse...

The Telegraph diz que em círculos seletos da City londrinense está se falando da “China’s 1929”, comparando sua presente crise com a mais famosa catástrofe econômica da História, ou a Grande Depressão.

O paralelismo com 1929 entra pelos olhos, pois é forte demais. A China disparou os empréstimos sem fundos e fechou os olhos para uma especulação furiosa. E com base em meras conversas, criou uma bolha descomunal. O dia que alguém procurou realizar algo foi o dia do “Deus nos acuda”.

Quando a China informou que o PIB do segundo trimestre atingiu 7% em relação ao mesmo período de 2014, ninguém acreditou. Não só a previsão era menor como o número coincidia de modo suspeito com a meta fixada pela planificação socialista, observou The Wall Street Journal.

O dragão é literalmente de papel, grandes volumes de produtos chineses não estão tendo escoamento, prejudicando os fabricantes ocidentais instalados na China.