Contas públicas fecham junho com rombo histórico de R$ 9,3 bi

As contas do setor público voltaram a fechar no vermelho em junho. Dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira mostram que a União, Estados e municípios encerraram o mês passado com um deficit primário (receitas menos despesas, sem considerar gastos com juros) de R$ 9,3 bilhões.


Esse é o maior deficit já registrado em meses de junho na série histórica do BC, iniciada em 2001. No mês anterior, o resultado negativo foi de R$ 6,9 bilhões.


Considerando os números do primeiro semestre de 2015, a economia feita para pagar os juros da dívida pública ficou em apenas R$ 16,2 bilhões. Nos primeiros seis meses do ano passado, esse superavit havia sido de R$ 29,3 bilhões.


Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (30), o deficit fiscal apenas do governo federal no primeiro semestre foi de R$ 1,6 bilhão.

2 comentários:

Anônimo disse...

Temos que impedir o governo Dilma por estelionato eleitoral. Ela e sua curriola (Augustin, Mantega et caterva) deram o famoso 171 e tem que pagar. Chega de embromação !

Anônimo disse...

o ajuste do comuna rotulado de neoliberal Levy foi somente aumento de impostos,gastos que é bom nada,e não vai ficar por ai,ja já teremos mais aumento de impostos,viva o eleitor Brasileiro,viva o PT,viva governos populistas gastadores,que os contribuintes paguem esta conta.