Veja como os professores usaram bandidos mascarados para enfrentar a Polícia Militar do Paraná

Tal como acontece com Dilma Roussef, PT, a crise fiscal que abala o governo do Paraná é uma herança maldita do próprio governador Beto Richa, PSDB.

No caso de Dilma, a oposição, no caso o PSDB, não só não patrocina protestos violentos de rua, como até mesmo os desordeiros estão dentro e não fora do governo.

Não é o que acontece no Paraná.

Como se percebe nas fotos, black blocs uisam de extrema violência, algo recorrente em manifestações contra os governos do PSDB ou de Partidos que não sejam do PT.

A reação das forças da ordem não podia ter sido outra.

A violência dos black blocs foi o estopim do confronto.

O que interessa, agora, é identificar os bandidos mascarados que fizeram parte das ações dos professores, todas elas com ampla cobertura do PT. É o mesmo PT do Paraná que está envolvido até a medula no petrolão, com vários dos seus líderes presos ou investigados, como André Vargas, Gleise Hoffman e Paulo Bernardo.

8 comentários:

Emmanuel disse...

Isso já era esperado.
Há semanas a mídia - que dizem ser hostil ao PT e quejandos - só faz noticiar o assunto da dita "greve" dos professores.
Ora, quando das manifestações destes, o que se via eram bandeiras de CUT e coisas parecidas; não é preciso ser muito inteligente para ver que esse pessoal queria um confronto com o governo, que por sinal, é do PSDB. Note-se que o Paraná nunca vai ao Jornal Nacional, mas em razão disso, fez cadeira cativa... e depois falam de imprensa hostil! Hostil, nada: cativa ...
Durante as manifestações de março e abril - quando o povão clamava pela renúncia de Dilma e coisas tais, não se viu um vidro quebrado, uma vitrine violada, uma motocicleta derrubada uma hostilidade, aliás, juntou-se pouco lixo, mesmo com a quantidade enorme de pessoas, nada ...
Agora, quando esses que vemos nas fotos surgem para "protestar", o fazem com paus e pedras e querendo briga; é claro que o desavisado que está no meio, acaba sendo pego desprevenido e acaba nas sobras.
No entanto, querer dizer que isso foi de forma gratuita é bobagem. O resultado é, nada mais nada menos, do que a sequência desejada pelo PT, que aliás, em seu "Caderno de Teses para o 5º Congresso" é textual em afirmar que "eles" vão dominar as ruas! E tentarão: através de violência como a que foi enfrentada pela PMPR e pelo cidadão comum que estava por perto.
Em resumo, não aconteceu nada do que não soubéssemos que iria acontecer: o PT quer levar a violência para as ruas, quem duvidar, confira o referido caderno que pode ser encontrado em qualquer site de busca.

Anônimo disse...

Políbio,

O PT não iria ficar "parado" para virar comida de leão.

Vai usar qualquer "truque" para jogar "todos os políticos" na mesma fossa e gritar bem alto:

- SOMOS TODOS IGUAIS.

No Paraná e São Paulo(PSDB) a arruaça recomeçou. Acho que tem o patrocínio do "SESI"!!!

JulioK

Anônimo disse...

http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/conexao-brasilia/cinco-pontos-para-entender-a-batalha-do-centro-civico/

Anônimo disse...

É BOM FRIZAR QUE A POLÍCIA JÁ ESTAVA CERCANDO O PRÉDIO DESDE SÁBADO, 5 DIAS ANTES.

Anônimo disse...

Hoje em todos os portais as edições fotográficas transbordam imagens sugestivas, de um lado os "guerreiros da educação" feridos e do outro os policiais violentos instrumentos do Estado opressor. E aqui no RS a campanha contra o lento governo Sartori, que com sua lentidão pavimenta a volta da esquerda nas próximas eleições.

Anônimo disse...

A polícia devia ter acertado os mascarados,também,não só os professores "grevistas",todos a mandado do PT.
Cambada de gente encrenqueira.
Apareceu mascarado,porretada nele!

Anônimo disse...

Tá mais parecido com lenço molhado na cara para não ser pego pelo gás de pimento. OS PM usam Mascara com filtro para aguentar o cheio do gás, já os professores um lencinho molhado.

Anônimo disse...

Tudo me parece cena de um teatro.os professores em regra geral são adeptos da esquerda.Em São Paulo alguns aproveitam a greve para passear em Cuba ou fazer turismo.Com a degeneração da educação o nível dos educadores baixou e a escola pública está mais para casa de correção.Muito alunos com passagem pela polícia por graves delitos marcam preseça em salas de aula para atormentar o ambiente escolar.É um ambiente que não pode se sustentar!...