Entrevista, Claudio Candiota Filho, presidente da Andep - Não vamos aceitar as asfixia do Salgado Filho

Claudio Candiota Filho, presidente da Andep, Associação Nacional de Defesa dos Passageiros do Transporte Aéreo.

O ministro Eliseu Padilha disse que o governo federal não ampliará a pista do aeroporto Salgado Filho.
Isto é inaceitável. Não existe um só estudo sério que sustente a decisão. As más condições da pista - extensão - impedem a operação de grandes aeronaves, capazes de levar e trazer mais passageiros e cargas.

Como ?
Melhorar as condições logísticas, como se sabe, permitem ampliar os negócios e a interatividade com outros Estados e Países. O RS está sendo asfixiado em função dessa novela que já dura 20 anos.

E aí ?
Nós não vamos aceitar essa conversa. Vamos reagir. O que há por trás disso ? O interesse público não pode ficar sujeito a pressões, nem mesmo das construtoras que se sentem inibidas em função das restrições de altura para edifícios noa bairros São João e adjacentes.

17 comentários:

Luiz Vargas disse...

O seu quadrilha, ex-vendedor de terrenos em cidreira, não é bobo. Qual terá sido o real motivo de não te sido candidato nesta última disPuTa?
Este súbito intere$$e nos aeroPorTos das terras botocudas tem algo sub-reptício por detrás.
Até podemos supor que este pode ser o novo "jeitinho" do mensalão e do PeTrolão dos PeTralha$ ter pro$$eguimento, agora com um novo operador. Não é à toa que este sujeito já arrumou um jeito não contabilizado de financiar suas futuras campanhas eleitorais. E os trouxa pagadores de imPosTos que se fod.....

Anônimo disse...

No Conversas Cruzadas do dia 15/01 na TVCOM o anterior responsável pelo órgão estadual de aviação falou que o Plano Diretor do Salgado Filho, que está com a Infraero, prevê a possibilidade de expansão do terminal em até 118 mil metros quadrados e que com tal ampliação e com a extensão da pista o aeroporto poderá receber de 25 a 30 milhões de passageiros/ano e ficar mais trinta anos funcionando bem. E ainda disse que o referido plano diretor prevê a possibilidade até mesmo de uma segunda pista no mesmo, paralela à freeway, entre o Makro e a Vonpar. Esse ministro padilha quer enganar quem?

Anônimo disse...

As empreiteiras estão sedentas por Portão!

Anônimo disse...

Se a sociedade civil se unir, derruba esse aeroporto de Portão e esse Ministro Padilha junto.

Porto Alegre precisa do Salgado Filho ampliado pra ontem e é traquinagen dizer que a pista atual está bem assim e que somente poucas cargas são despachadas por falta de demanda.

Fiergs e etc, vão para as ruas, coloquem outdoors, propaganda na tv, rádio e jornal, distribuam panfletos divulgando esta falácia de esgotamento do Salgado Filho (desfeita pelo próprio ministro ao dizer que o Salgado Filho agora supostamente nem mais precisaria de pista). O povo certamente apoiará!

Anônimo disse...

Padilha está de birra pq o povo não engoliu a falácia do esgotamento do Salgado Filho.

Cadê a Dilma pra mandar o Ministro se retratar? Nem parece gaúcho esse cara!

E Fortunati? Vai à Brasília como havia prometido ou se confirmou com migalhas?

Nós gaúchos não somos idiotas!

Fora Dilma! Fora Padilha!

Anônimo disse...

O Rio Grande tem de se unir e exigir a conclusão das obras do Salgado Filho e a ampliação da pista. O aeroporto já tem acesso pelo Tremsurb, já tem o aeromóvel, viaduto e alça da freeway etc, facilitando o acesso. Quando o novo aeroporto projetado terá tudo isto? Vamos concentrar os esforços e recursos no atual aeroporto, com a ampliação da pista que trará beneficios imediatos para o RS. O Padilha não pode ser um traidor dos legítimos interesses dos gaúchos e trabalhar contra o desenvolvimento de nosso Estado.

Anônimo disse...

O Padilha só pode ser cobra mandada.
Vai prá casa Padilha.

Anônimo disse...

1aNÔNIMO

Sartori = PMDB
Padilha = PMDB

Anônimo disse...

Se o aeroporto fosse na ilha de CUBA, o governo "vermelho" faria um aeroporto novo. Mas como é no RGS podem esquecer a ampliação.

Anônimo disse...

Luiz Vargas, eu te amo!
Tu és o "CARA".

Resumindo Luiz Vargas; obra nova, grandes possibilidades...

Carlos
Cristal

Anônimo disse...

Vou repetir pela última vez:o Salgado Filho não tem condições de aumentar a pista e nem ter ILS Cat IV. Se todos os esforços forem no sentido do novo aeroporto em Portão aí sai. O resto é conversa mole e enrolação.
Eng. Joel Robinson

Luiz Vargas disse...

É só andar pela freeway e ver, a direita de quem vai no sentido de Osório, a vasta extensão de terras que poderia ser utilizada na ampliação do Salgado Filho. Se tiver que se gastar que se gaste ali. Se gastará muito menos do que o novo aeroPorTo de PorTão, que após muitas roubalheiras ficará PronTo no limiar do ano 3000.
Há intere$$e$ e$cu$o$ por detrás da PreTen$ão deste neoPeTralha Padilha.

Anônimo disse...

Pura enrolacao, não há dinheiro, faz a confusão e nada sai.
Ponte do Guaiba, metro, onde estão ?
Enroladores mentirosos !

Anônimo disse...

Políbio, por favor, junte todos os seus influentes contatos em prol de uma campanha maciça a favor da ampliação da pista! Toda a população da capital os apoiará! E o povo qd efetivamente se une vence qualquer coisa! Não podemos deixar que fique por isso mesmo!

Anônimo disse...

"De onde menos se espera, é daí mesmo que não sai coisa nenhuma."

O Ilustríssimo Sinistro Quadrilha não poderia dizer nem fazer nada diferente.

O RS precisa da ampliação da pista, de uma segunda pista e de um segundo aeroporto. Estas opções não são mutuamente excludentes. Pelo contrário.

O Cláudio Candiota está coberto de razão.

Qual o custo da ampliação da pista? Quanto poderá custar 1 km de asfalto?
Uma breve pesquisa no google (http://www.dot.state.fl.us/planning/policy/costs/Airports.pdf) nos dá um parâmetro de comparação. Multiplique este valor encontrado por 3 (a fim de cobrir custos de impostos e de inevitável corrupção) e, constatarão que não chega a 10% do valor da propina que o gerente da Petrobrás concordou em devolver...

Anônimo disse...

Tenho acompanhado os comentários do Eng. Joel Robinson sobre este assunto.
Não será ele construtor de aeroportos???

Anônimo disse...

Acho mais fácil ele ter terrenos na região do entorno do Salgado Filho, à espera de sua desativação para construir espigões por ali.