Multi Gefco confirma investimento de R$ 33 milhões no novo centro logístico de Guaíba

GEFCO Logística do Brasil assinaram nesta quinta-feira um protocolo de intenções para a instalação de uma plataforma em Guaíba. O investimento é estimado em R$ 33 milhões com geração de cerca de 360 empregos, sendo aproximadamente R$ 12 milhões e 126 empregos diretos nas duas primeiras etapas.

. O centro logístico atenderá o fluxo de veículos trazidos da Argentina pelas montadoras Peugeot e Citröen, com potencial de expansão para todas as fabricantes que importam ou exportam no âmbito do Mercosul. Em 2013, 259 mil veículos ingressaram no mercado brasileiro através do Mercado Comum do Sul. "O projeto nos permitirá fornecer soluções às indústrias locais e ampliar a distribuição dos produtos manufaturados brasileiros pelo mundo, fortalecendo a indústria do País", afirma Patrick Bonaly, Diretor Geral da GEFCO.

. Além do transporte e estocagem de veículos e dos serviços logísticos de exportação e importação, a GEFCO traz à região a inteligência 4PL (fourth-party logistics, na sigla em inglês), que permite o gerenciamento completo da cadeia logística e entrega resultados de otimização e redução de prazos e custos das operações. A plataforma ficará próxima à montadora de caminhões que a chinesa Foton implanta na Zona Mista.
 
Sobre a GEFCO
 
A GEFCO é referência em logística industrial.  Com suas cinco principais áreas de expertise – Transportes Marítimos, Terrestres, Armazenagem Gestão de Embalagens retornáveis, Logística de Veículos Acabados e Representação Aduaneira – fornece soluções globais inovadoras para todas as necessidades de logística industrial, nacional ou internacional, inbound ou outbound. Presente em 150 países e com plataformas próprias na América Latina, Ásia e Europa, a GEFCO é um dos 10 maiores operadores logísticos europeus. Alcançou faturamento de € 4 bilhões em 2013 e conta com 11,5 mil colaboradores. O Grupo, que tem mais de 350 instalações em todo o mundo, está se desenvolvendo na Ásia Central, Europa Central e Oriental, Oriente Médio, Ásia Oriental e América do Sul.

Nenhum comentário: