Servidor de Dilma que falsificou perfis de jornalista é do PT e CC do ministério do Planejamento

Quando falsificou o Wikipedia, ele trabalhava no Palácio do Planalto, no gabinete da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvati, que esta noite não quis falar. Atualmente, Vieira Filho é chefe da Assessoria Parlamentar do ministério do Planejamento, cujo titular é Miriam Belchior, ex-mulher do prefeito assassinado de Santo André, Celso Daniel (foto).

A Casa Civil da Presidência da República distribuiu nota informando que "a Comissão de Sindicância Investigativa, instaurada no âmbito da Casa Civil, identificou o servidor público ocupante de cargo efetivo da carreira de finanças e controle, Luiz Alberto Marques Vieira Filho, como autor das alterações nos verbetes "Miriam Leitão" e "Carlos Alberto Sardenberg" no Wikipédia utilizando recursos de informática do Palácio do Planalto".

. Quando saiu a primeira denúncia, Dilma disse que seria impossível identificar o criminoso.

. A exoneração do referido servidor será publicada no Diário Oficial da União de amanhã (12). Será aberto processo administrativo disciplinar (PAD), nos termos da Lei 8.112/1990, sobre o caso, assegurados amplo direito de defesa e do contraditório.

7 comentários:

Anônimo disse...

Sim, mas o que deu a ordem fica por isso? Aposto que o servidor vai ganhar uma colocação em outro lugar, ganhando o triplo.

Anônimo disse...

Os petralhas irão dar para o puxa-saco alguma outra boquinha até melhor do que o cargo que ele ocupava, pelos serviços prestados, afinal ele estava lá só para isso mesmo!

Anônimo disse...

Alguém tem que pagar o PATO.

No caso foi escolhido um servidor concursado, que poderá se defender no processo administrativo, e permito o contraditório, com atos procrastinatórios, e depois julgado improcedente, com retorno ao cargo período e aos salários do período.

Que tal, hein!!!

Anônimo disse...

Ele não era CC e sim funcionário concursado, mas recebia uma FG, função gratificada. Se o editor confunde CC com FG é porque realmente quer apenas confundir seus eleitores, jogando-os ao ódio.

Anônimo disse...

Esse aí é boi de piranha...

Anônimo disse...

COMO ELE CONSEGUE TRABALHAR E AO MESMO TEMPO FICAR BRINCANDO DE BANDIDO NO PC...ENQUANTO ISSO OS TROUXAS PAGANDO IMPOSTOS PARA SUSTENTAR ESSES BANDIDOS.

EDUARDO MENEZES

Anônimo disse...

Alguém ai diz que não é CC e sim FG.Para nós contribuintes, isto significa MAMATA no serviço público e a conta vem para nós. O fato é que esse vigarista/criminoso está lá para trabalhar e não para fazer campanha política ou praticar crime contra terceiros e utilizar a internet, que ele tem a disposição para uso em serviço e não para difamar quem denuncia os crimes de seus ídolos/patrões. Isto é o que importa e não se ele é CC o FG, duas siglas que lembram pornografia.