Ministério Público ajuiza ação de improbidade administrativa contra o prefeito petista Jairo Jorge, Canoas

Jairo Jorge, prefeito do PT de Canoas, réu em ação de improbidade administrativa. 

Em casos ocorridos no próprio município de Canoas, quando era prefeito Marco Ronchetti, PSDB, a Polícia Federal, MP junto ao TCE e MPF, e não a Polícia Civil e o MPE, trataram de abrir investigações e denúncias públicas (Operação Solidária), mobilizando todos os veículos da RBS, mas agora todos estão fora do caso, muito embora os recursos utilizados para a compra milionária de uniformes escolares tenhan sido mobilizados com a ajuda de repasses de verbas do governo Federal,originadas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Quando é contra prefeitos adversários do PT, PF, MPF e MP junto ao TCE agem com destemor incomum, mobilizando a RBS, mas o mesmo não acontece agora com o prefeito Jairo Jorge, do PT.

O promotor José Nilton Costa de Souza acaba de protocolar na 5a. Vara Cível do município de Canoas, RS, o terceiro mais populoso do Estado, ação de improbidade administrativa contra o prefeito Jairo Jorge, PT.

. Na ação, o Ministério Público Estadual pede a indisponibilidade dos bens do prefeito e dos demais réus, até o valor de R$ 3,5 milhões, que é o valor do prejuízo calculado para a compra de uniformes escolares junto à empresa Nayr Confecções, com sede em Mundo Novo, Mato Grosso do Sul.

. "São valores superfaturados, calculada a conta total de R$ 6,4 milhões", denuncia a petição inicial, cujo teor vai no link a seguir.

. O inquérito civil 172/2011  apurou que não existe justificativa para a escolha de uma empresa do Mato Grosso do Sul. Além disto, pareceu suspeita ao MPE que Nayr Confecções tenha sido doadora da campanha a deputado do líder local do PT, Nelson Luiz da Silva, mesmo Partido do prefeito Jairo Jorge. As investigações também verificaram incongruências em datas e descrições das notas fiscais apresentadas para pagamento.

. Caso a ação seja acolhida pelo magistrado do caso, o prefeito Jairo Jorge e os demais réus terão que devolver a diferença considerada superfaturada, R$ 3,4 milhões, e terão seus direitos políticos suspensos por quatro anos.

CLIQUE AQUI para ler a denúncia do Ministério Público Estadual. 

12 comentários:

Anônimo disse...

Será que ele pagou o imposto de fronteira ?

Anônimo disse...

Será que ele pagou o imposto de fronteira ?

Anônimo disse...

Ué no RS não tem confecções a altura para fazer uniformes escolares?será que o RS está mais atrasado tecnologicamente no quesito confecções?Me ajuda aí,ô.

Anônimo disse...

Em frente de um dos almoxarifados da prefeitura sempre tem estacionada uma flamante Hynday Santa Fé, não das antigas, mas das novinhas de R$ 175.000,00.Estranho para funcionário de prefeitura ter um carro deste valor.

Anônimo disse...

Mais um pt que se apropria dos bens da sociedade?
Existe algum pt honesto???
Nenhum padre petista????

Anônimo disse...

Engraçado, quando o MP aciona, de forma corriqueira, políticos de partidos diversos ao PT, não há a mínima citação neste blog viciado!!

Anônimo disse...

Correto anonimo trouxa das 19:56, SOMOS VICIADOS CONTRA PTRALHA!

Anônimo disse...

E o Ary Vannazzy,quando é que o MP e o TCE vão dar uma satisfacão para os leopoldenses sobre a operacão Cosa Nostra?

Anônimo disse...

Que bom que tu acompanha esse blog viciado... só aqui tu fica sabendo o que apronta um dos anunciantes de peso do Grupo RBS, e cujas peraltices não vão sair nas prensas do Castelinho da Érico... Voa, Canoas, por cima das estrelas!

Anônimo disse...

O QUE ME ESPANTA NÃO É O PETRALHA SER PREFEITO, E SIM POVO DE CANOAS SER TROUXA E VOTAR NA MESMA MERDA.


EDUARDO MENEZES

Unknown disse...

TODA A SEMANA CANOAS TEM UMA FALCATRUA!
Será que vai dar algo?
O MP investiga e oferece a denúncia, depende da VONTADE do Juiz que haverá alguma Punição.

Anônimo disse...

OS PAÍSES QUE ILEGALIZARAM A MAÇONARIA CONSEGUIRAM VENCER A CORRUPÇÃO!