Busca de dinheiro: Fortunati reunirá 50 prefeitos em Brasília. Agenda inclui reuniões no Palácio e na Câmara.

O prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), José Fortunati, estará em Brasília nesta segunda-feira, 5, para avançar no debate de projetos para os municípios nas áreas de saúde, mobilidade e proteção à juventude. Estão na agenda encontros no Palácio do Planalto, na Câmara Federal e a reunião da diretoria da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

. Às 8h, Fortunati participa de café da manhã com a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, para debater o Comitê de Articulação Federativa (CAF), responsável pela interlocução entre o governo federal e as entidades municipalistas. Das 9h às 13h, será realizada a reunião da diretoria FNP, com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O encontro no Brasília Palace Hotel reunirá 50 prefeitos de todas as regiões do país para avaliar questões relativas ao transporte urbano, saúde, pagamentos de precatórios, tributação e emendas parlamentares. Durante a reunião, será realizada assinatura de termo de cooperação entre a FNP e o Serviço Social da Indústria (Sesi) para promover o Projeto de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes durante a Copa do Mundo de 2014.

. À tarde, Fortunati participa do ato de entrega das assinaturas da campanha “Saúde+10”, do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN). O evento acontecerá às 15h, no Plenário da Câmara dos Deputados.

- O “Saúde+10” foi criado há um ano com o intuito de propor um projeto de lei de iniciativa popular que assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para a saúde pública brasileira. Ao todo, foram coletadas mais de um milhão e quinhentas mil assinaturas, o suficiente para dar início ao projeto no Congresso Nacional.

3 comentários:

Mordaz disse...

É, a juventude quer almoço, diversão, transporte de graça como se sobrasse dinheiro em algum lugar. A verdade é que as dívidas públicas são enormes. Um dia breve seremos como a Grécia ou Detroit.

Anônimo disse...

Esse Fortunati parece uma galinha cacarejando: canta semanas antes o que "vai fazer" para, quando chega na frente da Dilma só posar para fotografias e falar abobrinha como foi da última reunião no Palácio. Melhor que se cale e pare de gastar dinheiro público em campanha de apoio à Dilma e fique governando a cidade. Me desculpe, mas parece que o cara não tem palavra: apanha do PT e está lá sempre ao lado da governANTA.

Anônimo disse...

A Ministra Idelli Salvatti só faz Relações institucionais ou também faz relações não institucionais?
Pelo que se sabe ela não apita nada, tanto que o Mercaandante é quem falava durante a crise e ela ficava atrás só olhando.