Jornada com o papa consumiu ao menos R$ 109 mi em recursos públicos

O gasto público com a Jornada Mundial da Juventude alcançou R$ 109 milhões, de acordo com as informações prestadas até agora pelos governos federal, estadual e municipal. A União foi a que, até agora, divulgou o maior dispêndio para o evento católico: R$ 57 milhões na segurança da Jornada e do papa Francisco.

. As Forças Armadas receberam R$ 27 milhões para alimentação e combustível consumidos durante a Jornada. Os recursos foram usados também na montagem da estrutura em Guaratiba –dois hospitais de campanha e alojamentos–, cujo custo não foi detalhado.

. Outros R$ 30 milhões foram repassados para a Secretaria Especial para Grandes Eventos, ligada ao Ministério da Justiça. O dinheiro foi usado em passagens e diárias de policiais e agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) deslocados para o Rio. Os gastos se juntam aos já divulgados pelos governos estadual e municipal do Rio. Os dois relatam gastos R$ 26 milhões cada, mas não detalharam custos.

14 comentários:

Anônimo disse...

entao foi um bom negocio pois a vinda do Papa injetou 1.8 Bi na economia local e uma dose impagavel de vergonha na cara dos politicos e dos padres comunistas ou carreiristas.

Que ele venha mais vezes!

Anônimo disse...

É PAC do Papa!

Anônimo disse...

Mas os ganhos (em todos os sentidos), foram muito maiores.
Ver o Brasil marginal levar uns puxões de orelha do Papa não tem preço.

Anônimo disse...

Fosse o Brasil mais civilizado, ordeiro e menos caótico, não seria preciso chamar o exército.

Anônimo disse...

E QUANTO QUE O BRASIL GASTA DE DINHEIRO PÚBLICO COM AS PASSEATAS DE PEDERASTAS E "MARCHAS DAS VADIAS"??

TUDO PARA AGRADAR AS MINORIAS RAIVOSAS, DIGA-SE DE PASSAGEM !!!

PELO MENOS O PAPA DEU UNS PUTCHAÇOS NOS MACONHEIROS E NOS COMUNAS MALDITOS DE SATANÁS !!!

Anônimo disse...

O governo tinha de ter privatizado a vinda do papa para o Brasil.

A segurança do papa, dos peregrinos e o aluguel do espaço público por conta da Santa Madre igreja Católica.

Em contra partida a Santa Igreja Católica vender santinhos, cachorro quente, terço e outras goluseimas para arcar com os custos.

Assim teria lucro, pois segundo o elemento anonimo das 09:36 os 1,8 bi iriam para os cofres da Santa Madre igreja(sic).

Anônimo disse...

O Lucro foi 17 vezes maior que o da copa da confederações. PAZ do começo ao fim. E final com as ruas limpas. Não esqueçam que o PAPA Francisco além de Chefe da Igreja Católica é Chefe de Estado.

Anônimo disse...

Papa botou o dedo na ferida dosreaças de direita!! E ainda, deu a deixa: tem que ser revolucionário, disse ele!

Anônimo disse...

Dinheiro bem investido.


mjosé

Anônimo disse...

Sua origem argentina não nega o socialismo.

Mordaz disse...

É isto aí. Só idiota como a turma do passe livre, mimada com verba do PT, que acredita em almoço de graça. Tudo tem custo para o contribuinte. É apenas uma questão de prioridade. Em Cuba que tudo é de graça custa a dignidade, a fome e a falta de tudo.

Anônimo disse...

Gostei do Papa. Trouxe mais vergonha na cara para esse Brasilzão.

Anônimo disse...

Nesse valor também está incluida a segurança da Dilmá, da Cristina, do Evo e do presidente do Suriname, que nem o nome eu sei.
Se eles não comparecessem seria mais barato, mas não podem deixar de tirar sua lasquinha na imagem do PAPA.
Somando e diminuindo foi um bom investimento. Valeu a pena.

Anônimo disse...

O caro "Anônimo", às 11:24
, disse, oportuna e pertinentemente:

"O Lucro foi 17 vezes maior que o da copa da confederações. PAZ do começo ao fim. E final com as ruas limpas. Não esqueçam que o PAPA Francisco além de Chefe da Igreja Católica é Chefe de Estado."

Parabéns, você disse tudo e mais um pouco!

Almirante Kirk