Papa deu puxão de orelha nas comunidades marxistas eclesiais de base, nas ONGs católicas e nos argentários jesuítas

Este recado, ele iria certamente dar, depois de ter sido cardeal na Argentina e conhecer muito bem a Igreja latino-americana. Deu à sua maneira, advertindo com jeito, mas foi entendido. Com isto, criticou de uma vez só as comunidades marxistas de base da teologia da libertação e o estilo empresarial dos próprios jesuítas, na forma como organizam a atuação da companhia da Igreja , visando resultados o tempo inteiro - e se divorciando da população e seu sofrimento diário. A América Latina está cheia de ONGs católicas financiadas pela Igreja, pretendendo atuar em inúmeras áreas onde não devem ter ingerência alguma, especialmente em regimes democráticos. Não é função da Igreja fazer política partidária,  nem cuidar de questões políticas de partição dos governos. Para o Papa, a Igreja deve ser um movimento de fiéis, esclarecimentos e exposição permanente de credo e sua experiência como forma de mudança do mundo. Esta é a revolução social que ela deve fazer. e no plano aplicado, transmitir as formas de socialização deste movimento e credo. Ou seja, aquilo que Cristo fez. Leia a informação completa:

'Peço que não se ofendam, mas creio que estamos muito atrasados', diz Papa em encontro com bispos da América Latina. O Papa Francisco se reuniu na tarde deste domingo com o comitê de coordenação do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Durante o evento, que aconteceu no auditório do Centro de Estudos de Sumaré, o Pontífice falou sobre a importância dos missionários no continente, e disse que o trabalho das pastorais na América Latina ainda está muito atrasado.

- Peço que não se ofendam, mas creio que estamos muito atrasados - disse o Santo Padre, que questionou se os fiéis e os agentes das pastorais se sentem parte da Igreja.

. Em espanhol, o Papa pediu ainda mais proximidade e encontros entre as pastorais da América Latina e do Caribe. Ele disse ainda que quando a Igreja se coloca como 'centro', acaba virando uma Organização Não Governamental (ONG):


- Gosto de dizer que a posição de um discípulo missionário não é de centro, mas de periferia.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

5 comentários:

Anônimo disse...

Do blog do Camarotti pincei algumas frases que muito me impressionaram e que demonstram o quanto o Papa conhece da nossa política:

....um jovem que não protesta não me agrada.... O jovem é essencialmente um inconformista... Então eu diria que, de uma forma geral, é preciso ouvir os jovens, dar lugares de se expressar, e cuidar para que não sejam manipulados..... Eu me atreveria a dizer uma coisa, sem ofender. Há pessoas que buscam a exploração de jovens. Manipulando essa ilusão, esse inconformismo que existe. ... Portanto, cuidado com a manipulação dos jovens.

Unknown disse...

Cada um ouve o que quer, ne? Por exemplo: vc, jornaleiro engajado, so conseguiu "ouvir', da entrevista do Papa, esta babaquice. Coisa de profissional imparcial, ne?

Anônimo disse...

A igreja católica, está proferindo sermão marxista desde a década de 80. Lembro quando morei em Uruguaiana, de 1982 até 1986. Em 1982, ia com minha mulher e filhos todos os dias a missa das 18,00hs na catedral. Essa missa das 18,00hs enchia tanto de fiéis, que a gente precisava chegar uns 15 minutos antes prá pegar um banco e sentar. Os crentes cantavam hinos de louvor a Deus, enfim... lá por 1984 chegou um novo padre na catedral. O sermão delle, era só falando nos NOSSOS IRMÃOS DA NICARÁGUA(tinha a guerrilha dos Contras ao regime sandinista eram apoiados pelos americanos). Aconteceu que a igreja começou a perder fiéis, a gente chegava as 18,15/18,20hs e a igreja estava quase vazia e o padreco marxista, só pregando a moral comunista... não é de hoje que essa igreja latino-americana é marxista.

Anônimo disse...

Anônimo das 20:13, cuidado com as generalizações! No Brasil, alguns membros do clero é que são marxistas, não a maioria!

Quem tem que fazer política, combatendo a corja comunista no Brasil, são os políticos, a sociedade civil organizada, via os partidos políticos, não a santa Madre Igreja, a qual cuida das coisas de Deus, da salvação das almas!

Por favor, Anônimo, não culpe a santa Madre Igreja pelas equivocadas escolhas ideológicas e políticas de alguns tresloucados auto-excomungados membros do clero brasileiro! A santa Igreja é maior do que as escolhas dos referidos auto-excomungados traidores de Jesus Cristo e de Sua santa Igreja!

Anônimo disse...

Ele também pediu o controle de "medios" !