Antes da vinda dos cubanos, governo aplaina o caminho e importa médicos portugueses

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta quarta-feira (12), durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania (CCJC), da Câmara dos Deputados, a assinatura de um acordo entre Brasil e Portugal para contratação de médicos portugueses. O acordo visa suprir a carência de médicos que existe hoje no Brasil, principalmente nas localidades do interior do país.

. Proporcionalmente, temos menos médicos do que a Argentina”, afirmou Padilha. Uma alternativa para solucionar esse problema seria trazer médicos de outros países para atuar no Brasil. Segundo o ministro, 10% dos médicos que trabalham em Portugal são de cubanos e, na Inglaterra, 37% dos médicos foram formados em outros países. Além de apoiar a vinda de médicos estrangeiros para o Brasil, o ministro da Saúde também defendeu uma política de valorização dos médicos e dos estudantes de medicina brasileiros.Padilha, que participou da reunião a convite do presidente da CCJC, deputado Décio Lima (PT/SC), propôs ainda que a abertura de vagas em cursos de residências nos hospitais públicos fosse de acordo com a necessidade das especialidades. No caso, por exemplo, de falta de pediatras, que sejam abertas vagas para residência nessa especialidade.
     
.Também participaram da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados representantes das comissões de Educação (CE), de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN), de Seguridade Social e Família (CSSF) e de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA).

13 comentários:

Anônimo disse...

Isto é bom para aqueles médicos gaúchos que adoram trazer coisas para casa de Miami! Vão dizer que é diferente, pois medicina trata com a vida? Pacientes morrem assim tão fácil em Cuba e Portugal?

Anônimo disse...

será que esses gênios petistas não pensaram em investir mais em educação?

Anônimo disse...

Vá tentar atuar como médico, engenheiro, contador, no Canadá, EUA, Inglaterra, França. Te dão um pontapé e te mandam de volta se não revalidar o diploma.

Anônimo disse...

Não precis aria. Bastaria aos médicos recem formados (principalmente aqueles que se formaram em Faculdades públicas de graça) se "dignassem" a iniciar suas carreiras nos Postos de saúde afastado das grandes cidades (algumas horas e depois consultório particular).

Ou em pequenas cidades afastadas dos grandes centros, com salário acima de 15 mil. Lá só tem parteira e/ou enfermeiros mesmo, portanto, se eles nao forem que vá os estrangeiros.

Anônimo disse...

Gostaria de ver é PROFESSORES para o primeiro grau IMPORTADOS!

ALMIR OLIVEIRA disse...

E OS REPRESENTANTES DOS CONSELHOS, NACIONAL E REGIONAIS, DE MEDICINA, NÃO SÃO CONVIDADOS A PARTICIPAR DESSE DEBATE. A VERDADE É QUE HÁ UMA SUBINTENSÃO DE ORDEM IDEOLÓGICA NESSA IDÉIA DE IMPORTAR PROFISSIONAIS MÉDICOS. TUDO FAZ PARTE DA JOGADA MALANDRA DE FAZER DE CONTAS QUE ESTÃRIAM IMPORTANDO PORTUGUESES E, NA VERDADE, O OBJETIVO É IMPORTAR JALECOS CUBANOS PARA O TRABALHO DE PROSELITISMO DA REVOLUÇÃO BOLIVARIANA. SÓ OS TROUXAS ACREDITAM NO GOVERNO PETRALHA.

Anônimo disse...

E o SUS paga por uma consulta médica R$3,00 ( "três real" ) !!! kkkkkk

Anônimo disse...

Batatinha diz: Felizmente estamos em um pais governado por pessoas que tem ideias de primeiro mundo! portanto ao contrario de outros países mais "atrasados" onde se investe em educação e se da mais chances as pessoas do próprio pais, "prata da casa como se diz", preferimos trazer as soluções prontas sem ter que fazer altos investimentos pois temos que poupar o dinheiro em caixa para outros fins! esta alternativa altamente economica ja da resultado imediatamente: importando e dando emprego a estrangeiros. Isso sim é o caminho certo, estas pessoas também certamente receberão uma "bolsa medico"ou equivalente e serão votos certos alem de convencer todos os pacientes a votar certo também!!! isso sim é progresso e garantia de futuro promissor.

Anônimo disse...

Xô "médicos" cubanos!
Xô "médicos" comunistas!

Já bastam os "médicos" esquerdopatas do bananão terceiro mundista! A propósito, que tal pagar uma passagem - SÓ DE IDA - para os médicos esquerdistas brasileiros irem de mala e cuia para Cuba, Coréia do Norte, Angola... ou até para a China, entre outros profissionais adeptos ou simpatizantes de ideologias esquerdistas totalitárias (pleonasmo)?

Almirante Kirk

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Gostaria de ver é PROFESSORES para o primeiro grau IMPORTADOS!

13 de junho de 2013 12:28 Bha este seria o Tirro Fatal....

Anônimo disse...

Que sina medicos cubanos e agora os portuga?

Anônimo disse...

O anonimo das 10:43 deve ser um daqueles fracassados que nunca vão conhecer lugar nenhum~.

Anônimo disse...

Médicos Brasileiros!!!!! Bem vindo ao mercado, segundo o qual, se vc não aceita ou é demitido ou substituído.

Portanto, arregassem as mangas e vão trabalhar onde tem vaga, sob pena de perde-la por quem quer trabalhar.