Mais de 2/3 dos R$ 3,2 bi devidos pela União serão esterilizados do caixa da CEEE

Na CEEE, até as telefonistas mais desatentas já sabem que o governo do PT tungará mais de 2/3 dos R$ 3,2 bilhões que a União começou a pagar à estatal do RS.

. Ficará em caixa menos de R$ 1 bilhão para pagar indenizações e realizar obras cosméticas para minimizar os apagões diários produzidos pela sucateada rede de distribuição da companhia.

- É deste modo que o governo Tarso Genro tratará a precária infraestrutura material do RS. 




6 comentários:

Anônimo disse...

Mas, e pode isso??

Anônimo disse...

E a Assembléia ? E o judiciário ? E o MP ? Não farão nada ? Ou parte da grana será gasta em auxílios, aumentos, etc... ?

Anônimo disse...

Uma Assembléia onde os Deputados da base de apoio aprovam tudo sem qualquer discussão, mostra claramente que é uma assembléia comprada.
Quanta diferença de quando o PT era oposição. Havia debates. Hoje em dia a oposição fica falando sozinha.
E tem gente que ainda culpa a oposição.
Mas o silêncio da maioria e o voto de aprovação a todas medidas do governo é a maior vergonha qque os gaúchos poderiam assistir.

Anônimo disse...

Tem que repassar prá Cuba, ou quem vocês acham que tá sustentando aquilo?? A Rússia? Claro que não... A esquerda latrinoamericana que sustenta aquela "disneilândia de esquerda".

Anônimo disse...

Perguntem prô raul pont, elle tem explicação prá tudo.

Anônimo disse...

Breve relato do momento atual...
Estou relatando em poucas linhas a atual situação da CEEE-D.
Fui aprovado no último concurso e efetivado para trabalhar na parte sul do RS desde o início do ano passado.
Por aqui os setores operacionais, sejam os que executam as ligações, manutenção de redes e fiscalização estão no limite. Há muito, mas muito trabalho a ser executado, portanto novos funcionários são necessários e muito bem-vindos.
No setor admnistrativo, principalmente a parte comercial, há sobrecarga de serviço e não estão tendo condições de dar vencimento ao volume de trabalho. Alguns funcionários estão a ponto de solicitarem licença de saúde em decorrência do stress causado pelo volume de trabalho além de suas capacidades.
Os recursos estão extremamente escassos. Os fornecedores reclamam constantemente do atraso dos repasses por parte da CEEE, os quais estão demorando até dois meses após o prazo.
A empresa terceirizada que presta serviço de limpeza já anunciou a demissão de todos os seus funcionários. Irá rescindir o contrato com a CEEE porque não está recebendo pelos serviços prestados.
Em resumo, a situação não está nada boa. A gerência decretou contenção de despesas de forma geral, daí a não contratação de novos funcionários, ainda que haja grande necessidade.
Um dos grandes responsáveis por essa crise é o sistema de caixa único implantado pelo governo do estado. Tudo o que a CEEE arrecada vai para os cofres do governo. Em contrapartida, quando a CEEE precisa de investimentos, sejam eles materiais ou humanos, fica na dependência do retorno do governo que decidiu não abrir a mão.
Então ninguém mais é contratado, as redes e equipamentos elétricos ficam sucateadas, os fornecedores não recebem, as empresas que prestam serviços para a CEEE não têm como pagar seus funcionários porque os valores dos contratos não são repassados.
E olhem que o governo que está no poder (e eu votei neste governo...) é do PT, o Partido dos Trabalhadores. Somado a isto, me parece que a atual administração da CEEE é amadora, mas isso eu deixo para outro comentário.
O resultado e esse grande circo dos horrores e muitas incertezas geradas quanto ao futuro.
Desculpem-me o relato nada otimista, mas é assim que vejo a atual conjuntura.