Extrema esquerda (Pedro Castillo) e direita (Keiko Fujimori) disputarão segundo turno no Peru

Ao lado, Keiko Fujimori.


Os candidatos Pedro Castillo e Keiko Fujimori vão disputar o 2º turno das eleições presidenciais do Peru. Castillo é líder do partido Peru Livre, de extrema-esquerda. Keiko é filha do ex-presidente Alberto Fujimori e integra o direitista Força Popular. 

A votação do 2º turno está marcada para 6 de junho.

Os peruanos foram às urnas no último domingo. Com 95,3% dos votos processados pelo ONPE (Escritório Nacional de Processos Eleitorais), Castillo ficou em 1º lugar. O professor e líder sindicalista da esquerda rural obteve 19,1% dos votos no 1º turno do pleito. Keiko teve 13,3% dos votos. Ela é filha de Alberto Fujimori, que governou o Peru de 1990 a 2000. Hernando de Soto, do partido de direita Avança País, que apoiará Keiko, ficou em 3º lugar, com 11,6% dos votos. Ela quer construir laços com outros partidos que dizem não querer “se tornar Cuba ou Venezuela”.

5 comentários:

Anônimo disse...

ESQUERDA É ESCÓRIA.
SEMPRE.

Alaor disse...

Se eu fosse peruano rasgava o título de eleitor.

Anônimo disse...

Com essas opções, o Peru vai se dar mal de qualquer jeito.

Sargento Stédile disse...

O povo peruano não é otário e vai varrer os jumentos esquerdopatas para a puta que pariu. Dá-le, Fugimori !!

Anônimo disse...

Sou Fugimori.Fugimori pai, acabou com os terroristas Sendero Luminoso e pôs ordem no Peru e por isso quando deixou o Governo foi perseguido e preso.