Folha diz que sem toma-lá-dá-cá os governos não governam

O jornal Folha de S. Paulo defendeu neste domingo, em editorial, o chamado "toma-lá-dá-cá" entre o governo de Jair Bolsonaro e o Congresso Nacional (leia nota mais abaixo), como uma forma de garantir a aprovação da reforma da Previdência.

Diz o jornal, num acesso de sinceridade:

- Mas não há regime democrático que funcione sem negociações desse tipo, e no mundo inteiro governos em busca de apoio parlamentar oferecem como moeda de troca participação em decisões e influência na aplicação de seus recursos.

Bolsonaro prometeu liberar o pagamento de emendas orçamentárias de parlamentares, como também examinar indicações para cargos de terceiro escalão.

No RS, o governador Eduardo Leite, menos poderoso, começou o loteamento já no primeiro escalão.

Em ambos os casos, a diferença é que Bolsonaro e Leite avaliam currículos e só nomeiam depois que estão convencidos da qualificação dos indicados.

18 comentários:

Anônimo disse...

Governa sim! Olha o Trump: SHUT DOWN nesses políticos lixo!

Anônimo disse...

A Folha está dando é uma DIRETA ao Bolsonaro:
"Se me pagares bem, Jair, "choverão" noticias boas do Jair na Folha"! Agora, sem o "DÁ CÁ" MEU DIM DIM não terá o "TOMA LÁ" BOAS NOTÍCIAS!
A Folha está se propondo a ser um CARGO DE CONFIANÇA AD HOC do Bolsonaro, uma espécie de substituta da advocacia geral da união.

Anônimo disse...

Se o Bolsonaro começou a negociar, ainda que seja examinando os postulantes aos cargos, é um péssimo sinal. Isto corresponde a negociar com traficantes maconha para fins medicinais. Estes deputados da velha política não vão parar por aí, o correto é não ceder um milímetro.
Prefiro que ele abra a boca e denuncie quem está fazendo estas propostas indecentes de negociar cargos por voto.

Sebastião

Anônimo disse...

Bah, primera veiz que num disconcordo ca Foia!

Anônimo disse...

Realmente, mas o nível a que o PeTê levou essa prática é doentio, caso de polícia, como realmente está sendo.

Anônimo disse...

Mais do mesmo! Mais do mesmo!

Falavam do PT e fazem igual!

Só me venham com comentários técnicos...


Achei muito interessante este noticioso, que fecha com minha visão de direcionamento e que fecha muito com a série que o blogueiro indicava "o mecanismo" -Sobre um juiz de primeira instância que é egocêntrico e quer mirar o STJ... Até o guru deles já está pulando fora e chamando seus doutrinados.

https://reinaldoazevedo.blogosfera.uol.com.br/2019/03/08/decisao-de-juiza-no-rolo-bilionario-mpf-petrobras-e-berracao-inedita/


Nada de comunistas, aeromodelista, passista, escravista, sambista.
passista, estrategista ou putista, usem o cérebro pelo menos uma vez.

Mais um detalhe a gasolina está subindo novamente, o que vai acontecer quando o óleo diesel começar a subir na proporção?



Anônimo disse...

governos em busca de apoio parlamentar oferecem como moeda de troca participação em decisões e influência na aplicação de seus recursos.

quanta verborragia barata para definir o vergonhoso rala e rola da politica nacional...

a parte sobre "influencia na aplicação de seus recursos" é de chorar de tanta emoção com a nossa Republica...

aquilo que vocês vem la, com deputadozinho barganhando graninha para o seu estado em troca de votos, é "influencia na aplicação de seus recursos", tá?

Anônimo disse...

Caro Políbio
Que Bolsonaro não governe, então, se for pra pagar esse preço! Que ele peça apoio a nós, que o elegemos, pra ver o que é bom pra tosse. Dá revolução, pois não.
Esther

ARS disse...

E, sem o jabá que alimenta a mídia corruPTa, as mentiras contra o governo não cessarão.

Anônimo disse...

A Folha não sabe mais o que fazer para convencer o governo a dar "algum". Todos os políticos foram eleitos e, naturalmente, o interesse de seus eleitores devem ser defendidos. A negociação será nesse sentido. Não se trata - como fazia o PT - de dar dinheiro para o político que concordasse com o governo nas piores falcatruas. É possível, sim, governar sem dar propina.

Anônimo disse...

BOLSONARO DEVE, IMEDIATAMENTE, AJUSTAR O TEXTO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA! COMO?! SEPARANDO OS SERVIDORES QUE JÁ PASSARAM POR DUAS REFORMAS PREVIDENCIÁRIAS FEITAS SOMENTE NO SETOR PÚBLICO DOS QUE AINDA NÃO PASSARAM POR NENHUMA. TAMBÉM DEVE DIMINUIR A IDADE MÍNIMA. 65 ANOS É MUITO TEMPO PARA O TRABALHADOR BRASILEIRO. NÃO SE PODE COMPARAR O TIPO DE SERVIÇO BRAÇAL DO BRASIL COM O DA EUROPA E EUA. AQUI NO BRASIL, QUEM PEGA NO PESADO SÃO OS BRASILEIROS... AQUI, NÃO EXISTEM IMIGRANTES PEGANDO NO PESADO. SÃO OS BRASILEIROS QUE ENFRENTAM A LABUTA DE SOL A SOL. NÃO DÁ PARA IR ATÉ OS 65 ANOS EM CERTOS SERVIÇOS E PROFISSÕES. SE NÃO FIZER ISTO, CORRE O RISCO DE PERDER POPULARIDADE, NÃO SER REELEITO E NEM MESMO ELEGER O SEU SUCESSOR!!!

Anônimo disse...

Simples, apenas colar nos deputados que eles tremem em perder votos

Anônimo disse...

ORA, ORA! Votaram, escolheram este sistema em 1993, agora vão se queixar pro Papa! ou qualquer outro religioso ou psicólogo de plantão.

NÃO SABEM OU NÃO QUEREM SABER desse nosso sistema PRESIDENCIALISTA DE COOPTAÇÃO($) vigente ? Ora gente, quem nem bicho que esconde a cabeça no chão e a bunda pra cima.

As pessoas e partidos que fizeram a CF/1988 estão no final do "livrinho".



Luiz Vargas disse...

O toma lá dá cá envolve na verdade envolve três instâncias: o poder executivo, o congre$$o nacional e a impren$a que está a míngua.

Anônimo disse...


kkkkk.

O Polibio esta se perdendo na poeira.

Anônimo disse...

Esther, que Brasil a senhora vive? Povo acomodado como o brasileiro, que adora o tal "jeitinho", a malandragem, não vai é fazer nada. Revolução, através da população? Espere sentada, ou melhor, deitada.

Anônimo disse...

Cachorro ovelheiro, só matando.

ALMANAKUT BRASIL disse...

Essa Faliu de S.Paulo, a imprensa FRIAS, está atolada na lama, assim como a Globolixo, e levando junto a Band, O Antagonista e outros que tentam salvá-la da extinção.