Artigo, Aileda de Mattos Oliveira - Estranha escolha para o ministério da Educação

O ministro da Educação Ricardo Rodríguez.

Eleito Bolsonaro, a nervosa expectativa pelo resultado de sua vitória cedeu lugar à outra ansiosa espera, agora, relacionada à constituição de seu governo. Tive preocupação em saber se cada nome divulgado teria ou não ligação com os governos anteriores, e senti um cheiro azedo de Dilma, Lula e Sérgio Cabral, ao divulgarem o nome de Joaquim Levy para o BNDES.

Aguardei, dias seguidos, o escolhido para um dos mais preocupantes ministérios, no momento atual: o da Educação. A natural demora indicava a difícil empreitada na escolha de alguém que preenchesse todas as exigências para a reestruturação do ensino no Brasil. Mas ..., e o “mas” é sempre um paredão a interpor-se no caminho, a água no chope de qualquer comemoração.

Senti-me frustrada com a escolha de um colombiano para executar a difícil tarefa de recomposição das raízes culturais brasileiras infestadas de fungos, injetados pela maldita praga petista.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

27 comentários:

Anônimo disse...

Quanta besteira, Meu Deus.

Ricardo Velez é o maior estudioso do pensamento brasileiro no mundo.

Anônimo disse...

Essa "doutora" é uma analfabeta funcional !!! Por favor Doutora Aileda, procure se informar primeiro, antes de falar tanta besteira. Procure ler o currículo do Prof. Colombiano (e pare de xenofobia, pelo amor de Deus!!). Saberá muito. Aliás leia a tese do Prof. Colombiano, se conseguir !!! pois é, ele a fez em Latim!!!
Certamente um ser do outro mundo, um alienígena talvez !!!, mas ele mora no Brasil há 40 anos, e é um brasileiro, porém nunca poderia ser Ministro de uma Educação carcomida por Doutores iguais a Doutora, Dra. Aileda, doutores como a doutora jogaram o país nesse lixo de ignorância e estupidez, incapaz de reconhecer a capacidade intelectual dos outros !!! (Pura inveja !!! herança da era FHC /LULA/Dilma da qual a doutora, embora diga que não, faz parte). Talvez pensaria a doutora Dra. Aileda, que o Bolsonaro deveria chamar a Doutora Dra. Aileda para Ministra !!!
Com relação ao Guru, por favor leia a sua obra, pois apenas ter lido a Veja, Globo e outras estrovengas do tipo, é pouco !!! Pois é doutora, a inveja é uma merda !!!

Anônimo disse...

Preconceitos xenófobos provincianos, bem típicos dos doutores das academias brasileiras...

Mordaz disse...

Só acho que a autora se equivoca ao desejar um ensino que estimule aos alunos, ao lado do conhecimento técnico científico, um ensino supostamente humanístico que os ensinem a querer o certo e desejar o correto. O certo e o correto para quem, professora?

Anônimo disse...

Bastante xenofobia no artigo...

Anônimo disse...

SUGERIR NOMES SERIA UMA BOA,ACHE UM MELHOR...CAPAZ...

PREFIRO COMPETENTE, ANTI PETRALHA QUE BOLIVARIANO ENRUSTIDO OU SEM VISÃO.

CASO CONHEÇA ALGUEM DE COMPETENCIA PARECIDA FALE, AGORA É A HORA; ME MOSTRE ALGUEM QUE NÃO TENHA MENTALIDADE ESQUERDISTA BOLIVARIANO.

REFORMATAR EDUCAÇÃO, UMA TAREFA "HERCÚLEA"!

EINSTEIN NÃO SERVIRIA(CASO VIVO FOSSE) PARA CIENCIA E TECNO SÓ POR SER ESTRANGEIRO?-----------
--------------------------------
LEVY É TECNICO E COMPETENTE,INCONTESTE; ASSIM COMO UM MOTORISTA CONTRATADO NOS LEVA AONDE PEDIMOS , UM COMPETENTE PROFISSIONAL TERA DIRETIVAS,COORDENADAS E METAS A ATINGIR.NADA A VER COM A ANTA E O QUADRILHEIRO.

INFORME-SE, POR FAVOR A SI MESMO.

Bruno Dornelles de Castro disse...

Só faltou ela falar: “tirei essa conclusão porque li a obra X do Velez-Rodriguez”, mas não. Infelizmente, assim como fez a esquerda, é apenas mais uma opinião fundada em percepções incipientes e crenças próprias sobre o castelhanismo do que do comportamento verdadeiro do Prof. Ricardo. Só ao atentar o uso infantil de jargões de que houve “intermediação de um guru” já fica claro que estamos diante de um texto difamatório e baseado em crendices próprias, ao invés de uma análise honesta e limpa baseada em fatos da OBRA do Prof. Ricardo.

Mordaz disse...

O inexplicável é que a Colômbia está atrás do Brasil em termos de educação. Não faz sentido algum. Melhor ter trazido um ministro dos países asiáticos que dispararam em termos de qualidade de ensino e de qualidade de vida.

Anônimo disse...

O autor está decepcionado porque não sobrou nenhuma boquinha esperada. Os pastores e militares abocanharam todas

Anônimo disse...

QUEM É ESSA BOLSONARISTA PRECONCEITUOSA? O HOMEM É CIDADÃO BRASILEIRO NASCIDO NA COLÔMBIA! E DAÍ? NOS EUA EXISTE ESTRANGEIROS DE MONTÃO EXERCENDO FUNÇÕES PÚBLICAS E PRIVADAS! BESTEIRA BAIRRISTA!

Anônimo disse...

Profa. Doutora Aileda - não se inquiete. As coisas vão dar certo.

É melhor ter um "colombiano", que é brasileiro naturalizado há mais de trinta anos, do que mais um brasileiro comuno-petista no cargo.

O Prof. Ricardo Velez (apesar de "colombiano") é considerado no Brasil o maior conhecedor do pensamento brasileiro. Ele tem pratica e teoria. Já demonstrou que pode fazer esta limpeza no setor. Gente como a Sra. pode ajudar muito, em lugar de ficar decepcionada.

Depois de trinta anos de governos civis mequetrefes, não tem sistema educacional que aguente.

Um ano de Cristóvão Buarque, dois anos e meio de Tarso Genro, seis anos e meio de Fernando Haddad, um ano e meio de Aloisio Mercadante, seis meses de Renato Janine Ribeiro, antecedidos por oito anos de Paulo Renato e tudo isto sob o patrocínio do embusteiro Paulo Freire arrebentaram com a educação no Brasil.

O meu papagaio, bem treinado, vai fazer melhor no MEC do que estes petralhas e o tucano Paulo Renato fizeram em trinta anos. Imagine o "colombiano"!!

Vamos ajudar, Profa., em vez de reclamar. Conto com a Sra. nesta missão.

P.S.: Olavo de Carvalho não é guru de ninguém. Ele já disse e repetiu isto n vezes. Favor revisar sua incorreção, pelo bem da verdade.

Anônimo disse...

Está certa a autora; incrível que se coloque como ministro da educação alguém que não tem o Português como língua-mãe.

Bolsonaro seguiu o "conselho" do Olavo de Carvalho sem pensar. Assim como fez com a escolha do vice-anta Mourão e assim como faz quando bajula Israel para imitar Trump.

Anônimo disse...

A falta de conhecimento que esta "doutora" tem do futuro ministro é um erro que acontece nos dia atuais.Não sabe quem é,não procura saber,mas sai escrevendo coisas de sua imaginação sem nenhum conhecimento da pessoa referida,tudo por imaginação ou fantasia.É lamentável que ainda venha a ser publicado este tipo de matéria.

Anônimo disse...

Também não achei bom, mas pelo histórico é anticomunista ferrenho e isso é o mais importante no momento. Cheguei a sugerir no Twitter o professor Cláudio Moreno, famoso no sul pela sua erudição em língua portuguesa e didática, mas infelizmente pouco conhecido no cenário nacional. Tem uma entrevista muito boa dele para a TVE falando do desmonte na educação e na línguagem brasileira.

Cris disse...

Até agora as indicações do Olavo de Carvalho se mostraram dignas de participar do chá do "Chapeleiro Maluco"...
É estranho... muito estranho, que um Colombiano tenha sido a única opção encontrada...
Talvez tenha sido indicado por fazer parte do exótico grupo de amigos do Chapeleiro...

aparecido disse...

Esta senhora esta errada..precisamos mesmo de uma brisa da cultura espanhola, muito superior a de Portugal...Espanha hoje tem algumaS DAS MELHORES UNIVERSIDADES DO MUNDO..A espanha teve os romanos em 50 AC, , depois os godos germanicos em 450 DC, depois os árabes em 750 DC e depois disso conseguiram a independencia dos árabes em 1488 com a rainha Isabel de Castela defendendo o dominio cristão frente aos muçulmanos....e a cultura portuguesa perto da espanhola não passa de uma anã nanica...A Colombia tá ai com exemplo de nação embora com dificuldades internas a economia funciona muito superior a brasileira...

Anônimo disse...

melhor ministro até agora

Anônimo disse...

esse vagabunda nem sabe o que ta dizendo deve ter escrito esse texto com merda

Anônimo disse...

Cris, tu não passa de 1 filho da puta, ignorante e analfabeto. Tu é 1 pouco menos que nada. É 1 verdadeiro merdão!

Anônimo disse...

BOTOU A IGNORANCIA NA VITRINE.

QUIETA SERIA UMA SÁBIA...

ELA SABE O QUE É LATIM?kkkkkk

Anônimo disse...

Parei de ler quando a "doutora" chamou o Ministro da Educação de colombiano. Só lixo com dor de cotovelo, pra não dizer outra coisa.

Anônimo disse...

O anónimo das 17:39 é o típico bolsonarista. Como não possui argumentos, apela para a ignorância. Mas o que esperar de gente assim...

Cris disse...

Caro anônimo das 17:39!
Sou uma respeitável senhora... então ,tenha a opinião que você tiver... comece, por me tratar com o respeito que me é devido...
Segundo, se as indicações do Olavo de Carvalho "não" estão sendo exatamente um sucesso de público e crítica... a culpa não é minha... é só dele ...
Terceiro e para concluir , um futuro Ministro da "Educação" que possui em seu séquito
de defensores alguém com este linguajar... está precisando mudar de ramo... e rápido...

Anônimo disse...

Medico cubano pode e é "bom". Não interessa se não fez o revalida. Um intelectual que nasceu na Colômbia, vive a 40 anos no Brasil, fez a tese dele em latim,dá aulas em academias militares não serve...
Esquerdistas são xenófobos, racistas e imbecis quando a realidade se confronta com a sua ideologia mofada.

Cris disse...

Caro anônimo das 00:32 !
Me parece que "xenófobos , racistas e imbecis" são aqueles brasileiros que falam mal de árabes como se fossem ETS ( importando um discurso americano acriticamente) e não levando em consideração de que eles estão entre nós há gerações e que são pessoas queridas e afáveis, e possivelmente existe um que faz parte da turma de amigos dos filhos ou de quem os difama...
Segundo, qualquer padre ,egresso do curso "Clássico", ou advogado que goste de fazer citações, sabe latim... e bem... , pois o latim não é uma língua que se fala em Marte...
Para aprender latim basta se matricular na PUC , caso você já tenha andado por lá em algum tempo da sua vida...
Sei disto porque tive algumas aulas de latim por lá, inclusive guardo com carinho a cópia de uma revista do Asterix em latim, que gentilmente foi cedida por meu querido mestre que devia achar exótico uma arquiteta perdida no meio de advogados e estudantes de letras ...

Anônimo disse...

Quanta besteira essa senhora escreve.. Tá querendo dar uma de mãe Diná, querendo adivinhar algo sem nem conhecer as obras e o curriculum do futuro ministro da educação.

Ao que parece, esta senhora está é com muita dor de cotovelo ou é a típica corporativista que existe aos montes no Brasil. Querendo defender seus coleguinhas "doutores" brasileiros, sem nem ao menos se prestar a conhecer melhor o escolhido.

Acho engraçado esse pessoal criticando que pode ter havido indicação de Olavo de Carvalho na escolha deste ministro. Certamente, esses que criticam devem ser muito mais qualificados a indicar ministros... acredito que essas pessoas são as mesmas que adoram a social democracia fabiana, que nos empurrou para onde estamos tentando sair hoje em dia. Do abismo.

Anônimo disse...

A tal Cris utiliza frases do tipo " se as indicações do Olavo de Carvalho "não" estão sendo exatamente um sucesso de público e crítica... a culpa não é minha... é só dele ..." mas ao mesmo tempo sai, sem pensar duas vezes, em defesa dos muçulmanos.

Parafraseando a Cris: "se os muçulmanos não estão sendo exatamente um sucesso de público e crítica... a culpa não é minha... são deles ..."

No dia que um imã ou representante de Maomé em alguma mesquita importante no mundo se manifestar em repúdio a algum ataque terrorista islâmico ao ocidente, junto com seus seguidores, eu mudo a percepção sobre os muçulmanos.

Podem falar, ah, mas no Brasil existem muçulmanos pacíficos. Eu pergunto: Até quando serão pacíficos? Assistam aos vídeos da libanesa Brigitte Gabriel que ela vai dizer o que são os muçulmanos e como eles tratam quem diverge deles.