Denis Lerrer Rosenfield, Estadão - Política e previdência

Plutarco, em seu livro sobre a Vida Ilustre dos nobres gregos e romanos,discorre sobre Demóstenes e Cícero, ressaltando o uso da oratória, em que o significado das palavras ganha imediatamente uma conotação política no espaço público. 

Trata-se não apenas do sucesso individual de cada ator, mas de como seu discurso impacta a vida coletiva. 

Estamos, hoje, por demais acostumados com palavras que apenas procuram enganar o próximo, encantando a multidão através da conquista dos votos, como se a existência do próprio Estado não estivesse em questão.
      
Para Plutarco, a verdadeira oratória seria aquela ancorada no bem público, sem o que o próprio discurso político cairia no vazio. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

Nenhum comentário: