Marina descarta palanque com Eduardo Leite

Na coletiva que concedeu ontem na Federasul, Porto Alegre, onde falou logo depois para empresários, sempre acompanhada pelo ex-senador Pedro Simon, MDB, Marina Silva fez pelo menos três colocações relevantes:

Palanque com Eduardo Leite - Apesar do apoio estadual da Rede, Marina disse que não quer saber de frequentar o mesmo palanque "desse jovem", que foi como ela tratou o candidato tucano.
Vice - Ela busca um vice do PV. E apontou três nomes de possíveis vices caso não consiga fechar alianças:o economista Ricardo Paes de Barros, o deputado federal Miro Teixeira (Rede/RJ) e o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.
Conversa só com quem não está na Lava Jato - Marina avisou que conversa com Ciro e Álvaro Dias, já pensando em governar.

Nas últimas eleições, Marina teve o apoio de Sartori e do MDB do RS.

Marina Silva não tem aliança com ninguém e seu Partido é pequeno. Por isto, terá apenas 8 segundos de TV por dia.

4 comentários:

Justiniano disse...

Sabe de nada essa Marina Selva. Essa caboclinha é uma ecoxiita e detesta o mercado.

Vale lembrar uma vez petralha sempre petralha, portanto essa nunca deixou de ser comunista. Felizmente essa não vai chegar lá.


Anônimo disse...

RIDI PAGLIACCIO!

Anônimo disse...

Ela sabe que ser vista ao lado de Eduardo Leite é ponto negativo. Ele tem o nome associado a diversos "problemas" em Pelotas. Além disso, o PSDB, junto ao PT, é o partido mais lembrado quando de fala em corrupção.

Anônimo disse...

Agora eu entendi por que o Framengo é esta zona. O presidente do clube é chegado na Marina...

Vão perder juntos. A eleição e o brasileirão 2018.