Artigo, J.R.Guzzo, Veja - Piores momentos

A prisão de Lula acabou sendo um episódio de pequenez

Tudo em que Lula encosta a mão, já há muito tempo, fica estragado na hora.

(...)

O PT, a esquerda em geral e o próprio Lula imaginavam, talvez, uma despedida com mais cara de cinema, ou pelo menos de novela de televisão. O problema, como sempre acontece, é que esses planos bonitos exigem coragem para ser colocados em prática. E onde encontrar coragem, na hora de enfrentar a dureza? Nada de Salvador Allende e de sua heroica resistência até a morte, no Palácio de La Moneda em Santiago do Chile, onde enfrentou à bala a tropa do exército chileno que veio prendê-lo. Allende? Imaginem. O que o brasileiro viu pela televisão, durante as vinte e tantas horas de tumulto que se seguiram ao prazo concedido para o ex-presidente se apresentar à prisão, foi um homem confuso, vacilante, amedrontado, tentando pequenas espertezas – nada que lembrasse um líder em modo de “resistência”. Uma hora parecia querer uma coisa. Dali dez minutos estava querendo o contrário. Sua “trincheira” durante as horas que antecederam a prisão, o prédio do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, não era uma trincheira de verdade. Entravam engradados de cerveja, sacos de carvão e carne para churrasco. E que trincheira é esta, que só resiste porque a tropa do outro lado não aparece? Lula, mais uma vez, ficou fingindo que queria briga – mas amarelou, como sempre, na hora em que teria mesmo de ir para o pau.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

4 comentários:

Carlos Edison Domingues disse...

POLIBIO. Pelo que se sabe o Salvador Allende não morreu por bala perdida e nem foi vítima do atentado contra o palácio do governo do Chile. É bom esclarecer as pessoas que acompanham as tuas notícias. Carlos Edison Domingues

Anônimo disse...

O Lulinha disse que não é mais um ser humano,é uma ideia.Ele nunca foi.Nasceu uma besta.Besta corrupta.

Anônimo disse...

Por falar em lulinha, o lulinha filho disse certa feita, que se prendessem o pai dele, ELE MANDARIA TOCAR FOGO NO BRASIL, por onde andam os filhos machos do lulaladrão....????

Anônimo disse...

Uma trincheira teatral, de mentira , que não se sustenta, regada a cerveja, carvão para o churrasco e cachaça camuflada em garrafa de água mineral, como a que LULA portava, que foi tirada de suas mãos por um assessor, durante o culto ecumênico pela alma de sua falecida esposa .!!! Tia Glória.