PF vasculha escritório e casa de advogado da Fecomércio do Rio

O Instituto dos Advogados do Brasil tirou nota para denunciar o que chama de "violação das prerrogativas" dos advogados, referindo-se ao caso de Rafael Valim, cujo escritório está a serviço da Fecomércio do Rio, cujo presidente foi preso sob acusação de grossas bandalheiras a serviço do lulopetismo.

A Operação Jabuti fez busca e apreensão nos escritórios e residência de Valim.

O advogado criou com os advogados de Lula, Cristiano Zanin e Valeska Martins, um observatório internacional em Londres, o Instituto Lawfare, para denunciar o que chamam de "arbítrios em curso no Brasil", mais especificamente os casos que dizem respeito ao réu condenado Lula da Silva.

13 comentários:

Anônimo disse...

Quanta grana jah foi roubada da educacao seguranca obras saude ...pra tentar livrae o condenado reu6c ficha suja da jaula
Partideco maldito das trevas pt

Anônimo disse...

A OAB prega rigor nas atividades de advocacia. Inclusive não permite o funcionamento de escritório junto com outras atividades. O advogado que utiliza seu escritório para outras atividades deve ser punido severamente pela OAB. O que dizer se ele utiliza para a pratica de crime. Um escritório i podera ser considerado um local imune a ação de fiscalização estatal.

Gustavo disse...

advogados se acham melhores do que eu.. entendi..

Pilincho disse...

"A Polícia Federal vasculha aparelhos (escritórios) da Ordem dos Advogados do Brasil e de Institutos de Advocacia plantados em todo o território nacional."
O texto acima é apenas uma divagação que faço na esperança de que um dia se torne realidade. As duas instituições acima - e outras do mesmo gênero - sofreram graves mutações de origem e adquiriram status de uma "casa de proteção" de marxistas-leninistas. Estão no mesmo patamar dos sindicatos ideológicos.

Anônimo disse...

Essas prerrogativas de advogados é carta branca para realização de bandalheira? Á OAB deve saber dos muitos escarnioos que há no exercício da profissão. Infelizmente absurdos o que fazem estes advogados com seus clientes ou para eles. Claro que não devem ser todos mas os exemplos disto que votei são inúmeros. Lamentável.

Anônimo disse...

Direitos demais para bandidos nunca mais.

Anônimo disse...

Esses doutores usam a lei para justificar atos de bandidagem, não estão acima da lei, como qualquer cidadão, não estão acima da lei, todos somos iguais perante a constituição Brasileira, mesmos direitos, mesmos deveres, talvez tenha que lembrar aos doutores que quem não deve, não teme.

Anônimo disse...

Desde quando advogados ladrões têm imunidades ou suas casas não podem ser revistadas?

Anônimo disse...

Diz a Constituição Federal: “ Todos são iguais perantes as leis brasileiras ” o Advogado do Lula não quer que seja assim. Ele acha que uns são mais iguais que outros. Todos os 204 milhões de brasileiros e brasileiras querem Justiça, independente de quem seja. A Corrupção é um crime hediondo e quem o pratica tem que pagar, deve ser punido severamente. Milhares de pessoas morreram sem os recursos necessários na Saúde deixando o médico sem condições de trabalhar. Milhares de crianças e adolescentes estão nas ruas praticando delitos por falta de investimentos na Educação. Milhares de pessoas são abatidas diariamente por falta de investimentos na Segurança. A Corrupção mata o sonho de uma Nação.

Anônimo disse...

A receita é um leão feroz com os médicos e um gatinho manhoso com os advogados...que praticam lavagem de dinheiro da corrupção em seus escritórios...... pelo fim das prerrogativas.. advogado tem que ser cidadão comum....como todo mundo....

Anônimo disse...

O Pilincho das 09:29h está coberto de razão . O mesmo fenômeno ocorre na educação onde professores foram substituídos por doutrinadores, umas antas incapazes de educarem , mas deturpam cognitivamente ingênuas crianças, com muito cinismo e hipocrisia amoral.

Anônimo disse...

Estranho. Não sabia que advogado também tinha foro privilegiado

Anônimo disse...

A OAB devia se preocupar com os advogados ladrões que ficam com o dinheiro dos clientes em ações que resultam em RPV/Precatórios, mas aí a "ética" não vale. Tem q vasculhar tudo sim, escritórios, contas bancárias, honorários recebido com dinheiro "podre",etc, etc, etc...................................