Polícia Federal abre a semana com ação sobre a Receita Federal no caso JBS

A Polícia Federal e desta vez o alvo é a Receita Federal, tudo para investigar a ação da JBS, que  confessou o pagamento de R$ 160 milhões em propinas para liberar seus créditos tributários por meio de empresas de fachada e notas frias.

6 comentários:

Anônimo disse...

Ai tem, cavucam que irão achar!


Anônimo disse...

A receita federal CRIA DIFICULDADES PARA PODER VENDER FACILIDADES!!!Vamos ver se a PF dará nome aos bois e identifica e enquadra legalmente estes vendedores de facilidades e seus beneficiários.

Anônimo disse...

Se o Exército não tiver coragem para assumir o comando do Brasil já podemos pensar na Policia Federal.

Anônimo disse...

Então, o bravo leão contra o assalariado, se corrompeu a favor dos grandes... E a correção da tabela do IR para o assalariado, talvez no dia de São Nunca. Bando de salafrários.

Anônimo disse...

Um Auditor da Receita Federal , vendendo facilidades, teria embolsado R$160 MILHÕES da JBS. A PF já teria apreendido carros de luxo e imóveis do Auditor. Seu nome não foi divulgado. !!!

Anônimo disse...

O Auditor da Receita Federal CLOVIS DA COSTA tinha uma FERRARI. Explica-se , ele precisava do carro para " auditar". Só da JBS ele " auditou" R$160 MILHÕES . Tudo muito rápido , de FERRARI .!!! Ka, ka, ka, ka...