Análise - Indicadores antecedentes dão sinais heterogêneos sobre produção industrial

Nesta análise dos economistas do Bradesco, hoje, fica claro que o fluxo pedagiado, vendas de cimento e de papel ondulado apresentaram sinais heterogêneos para a produção industrial em setembro. Leia tudo:


Os resultados do fluxo de veículos pesados em estradas pedagiadas e o despacho de cimento sinalizam para uma elevação da produção industrial em setembro, ao passo que as vendas de papelão ondulado recuaram no mesmo período. O fluxo pedagiado de veículos apresentou alta de 2,2% na passagem de agosto para setembro na série livre de efeitos sazonais, conforme divulgado ontem pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). Os fluxos de veículos leves e pesados avançaram 3,3% e 0,7%, respectivamente, também na série dessazonalizada. No mesmo sentido, as vendas de cimento somaram 4,8 milhões de toneladas em setembro, o que representa uma alta de 1,4% em relação a agosto, segundo dados divulgados ontem pelo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC) e dessazonalizados pelo Depec-Bradesco. Em direção contrária, as vendas de papelão ondulado mostraram queda de 1,3% ante o mês anterior, na série livre de efeitos sazonais, totalizando 299.927 toneladas vendidas em setembro, segundo os dados divulgados ontem pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO). Apesar da divergência entre tais resultados, projetamos uma alta entre 0,5% e 1,0% na produção industrial mensal para setembro, considerando também outros indicadores coincidentes já divulgados.

Nenhum comentário: