É falso áudio de grampo sobre Lula e Rui Falcão falando em "eliminar" Palocci

CLIQUE AQUI para ouvir.

O editor recebeu dezenas de mensagens iguais, no caso um áudio acompanhado de uma mensagem que diz que o ex-presidente Lula foi grampeado falando ao telefone com o ex-presidente do PT Rui Falcão sobre o depoimento dado por Antonio Palocci ao juiz Sérgio Moro tem bombado nas redes, principalmente no WhatsApp. Mas a voz não é de Lula.

A mensagem tem logo em seu enunciado um equívoco, ao dizer que o diálogo foi travado “no momento da notícia da delação do Palocci”.

No falso áudio, o homem que tenta simular a voz do ex-presidente se mostra alterado e diz que “ninguém teve a competência e a coragem de acabar com esse cara [Palocci]”. “Agora não adianta mais nada. Eu não tenho condição, estou cercado, dentro desse apartamento. Não posso sair nem do prédio. É muita pressão.”

O Instituto Lula não quis comentar o caso.

38 comentários:

Anônimo disse...

É obvio que é falso...como é que um grampo entre duas pessoas só apareceria um falando?
É um monólogo..

Anônimo disse...

Acho que é falso mesmo. Tem pouco palavrão e palavras bem pronunciadas. Não é perfil do Lulla.

Anônimo disse...

Não é falso, LULA está usando outra forma para dar recado ao Palocci e outros da QUADRILHA travestida de partido!

Unknown disse...

A clássica tese comunista de que "de tanto repetir uma mentira ela se torna verdade", não vale para elles???

Anônimo disse...

É falso o discursinho do maldito. Mas está muito bem feito. E quem duvida que não são estas as palavras, com o mesmo timbre e entonação, que o condenado Lula estará vomitando entre seus bandidos mais próximos? É claro que bate o desespero nele.É claro que está despejando palavrões e ameaças. VALE À PENA ESCUTAR O JARARACA. Tem muito sabor, vê-lo sofrer. MALDITO!

Anônimo disse...

Palocci é um homem moralmente subjugado. Vencido pela tortura do juízo de Curitiba. Tenta se livrar da cadeia jogando a culpa sobre Lula.

Anônimo disse...

Apesar da farsa já ter sido comprovada, não se deve contemporizar com mais este crime cibernético. Várias mensagens mentirosas têm sido divulgadas por grupelhos de extrema-direita no país, como o Movimento Brasil Livre (MBL) e o Revoltados Online.

Com muita grana e profissionais bem pagos, estas postagens enganam milhares de pessoas com pouco senso crítico e cérebro pouco desenvolvido. Elas estimulam o clima de ódio fascista e irracional no Brasil. Os criminosos responsáveis deveriam ser duramente punidos.

A Polícia Federal tem as condições técnicas para descobrir os autores destes crimes. A questão é: será que está disposta a realizar esta tarefa indispensável à democracia e à paz na sociedade brasileira. A conferir!

Anônimo disse...

Será que não o são também alguns áudios atribuídos a Joesley ?

Anônimo disse...

E tu é um homem subjugado pelo encantador de Burros!

Anônimo disse...

Olha aí a militôncia petralha, atuando às 9:44 e às 9:46.

Intervalo de dois minutos para disparar suas sandices. É o mesmo comentário do post sobre o Zé Dirceu. Tremendo inepto...



Anônimo disse...

Também acho.

Anônimo disse...

Tinha que prender esse tipo de coxota

Anônimo disse...

Tem características de escuta ambiental, é diferente da telefônica. Acho que é verdadeiro.

Anônimo disse...

Por via das dúvidas, é melhorrr ficarrr ishpérrtu !!!
ahahaha

Anônimo disse...

Ninguém comprovou a autenticidade, ou não, desse áudio. Na coluna diz-se que o Instituto Lula não quis manifestar-se. Em outra coluna dizia-se que o referido Instituto havia negado a sua autenticidade.

Justiniano disse...


Se fosse o amestrador de jumentos, seria uma sequencia de FDP, PQP e TNC que nem metralhadora.

Esse tá muito comportado.

Que ele tá isolado no apartamento está, e muitos temem que entre em profunda depressão, porque a caravana no Nordeste foi uma tremendo fiasco e agora seu amigo Palocci apunhala no coração, o Janot que o blindava e acobertava agora escancarou as denuncias, tem mais uma sessão com Moro. Mas não acredito que ocorra, porque psicopatas não se matam ou entram em depressão, porque eles vivem em outro mundo.




Anônimo disse...

Não é "grampo", mas é LULA falando sim!
Sei que existem muitas imitadores de lula por aí ( até Reinaldo Azevedo imita), mas determinados sons como a pronúncia da letra "T", por exemplo não merece cuidado dos imitadores que delimitam a rouquidão e o "S" entre dentes, assoprado ...
Tenho certeza de que é LULA falando e foi gravado por alguém que estava ao lado e que vazou para as redes sabe-se lá por que ...

Anônimo disse...

A direita fascista acornalhada eh pródiga nessas baixarias enquanto suas mulheres dão como putas no cio....

Anônimo disse...

Se fosse um áudio, do Aécio, do Serra, ou do Alckim, a quadrilha dos ladrões de dinheiro público, PT, estariam exultantes, atacando o PSDB. Qdo os açougueiros mostraram o áudio sobre o Temer( que foi eleito por vcs petralhas) É tudo verdade.

- É a voz do corruPTo. Pq o instituto do ladrão fica quieto...??????

Anônimo disse...

Certamente é falso, caso contrário teria o silêncio tumular da morte de Celso Daniel.

Anônimo disse...

NAO SEI SE É FALSO NAO .MAS É CLARO QUE A MIDIA ESQUERDALHA JA CORREU P DIZER QUE É FALSO, HAHHA SAO LAMBEDORES DO BEBUM LADRAO CONDENADO

Anônimo disse...

OLHA O PELEGO APGO DO PT NANICO MORIMBUNDO AI EM CIMA É O MESMO PELEGO Q POSTA E COLA TEXTOS MENTIROSOS DOS BLOGS PAGOS - CAI FORA RATAZANA SE MUDE PRA COREIA DO NORTE

A NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERA VERMELHA



ATRIZ GLOBAL CASSIA KIS APOIA A LAVA JATO E O JUIZ MORO .DIZ QUE É DEUS NO CEU E LAVA JATO NA TERRA

MATERIA COMPLETA ESTÁ NO BLOG IMPRENSA VIVA


viva a lava jato

Anônimo disse...

deve ser verdadeiro mas eles negam como sempre hahahah

Anônimo disse...

Por que as panelas bateram contra Dilma e não batem contra Temer?

Alexandre Tambelli - 09/09/2017 - Jornal GGN

Observando o comportamento das classes média e médio-altas tradicionais e o silêncio das panelas no Governo Temer, apesar dele ser o Governo mais corrupto de nossa História, me propus a refletir e responder esta pergunta:

Panelas que bateram contra a "corrupção de Lula, Dilma e do PT" não batem mais. Então, bateram por quê?

​A resposta a que cheguei (sou um brasileiro pertencente a este estrato social, sou o típico paulistano tradicional, e que convive com essas duas classes sociais diariamente a 49 anos). São três razões centrais (principais) do bater panela com Dilma:

1) Medo da perda da distinção social, pela ocupação coletivizada dos espaços geográficos (shoppings, praias, aeroportos, Miami, barzinhos da Vila Madalena, restaurantes) e compras coletivizadas dos produtos de consumo (celulares I-Phone, perfumes, roupas de marcas, tênis tops, automóvel) pelas classes média e médio-alta tradicionais e os ascendidos sociais da Era Lula/Dilma - a chamada classe C.

2) Medo da concorrência no mercado de trabalho pela possibilidade dos pobres e remediados de chegarem ao Ensino Superior e concorrem com os ascendidos sociais até a Era FHC pelos postos de trabalho com melhor remuneração.

3) Medo de perder a exclusividade no processo de chegar ao topo da pirâmide social, ou seja, que só nós das classes média e médio-alta tradicionais tenhamos as ferramentas e o Capital inicial para chegar à condição de multi-milionários ou bilionários.

A corrupção, o mote das manifestações a favor do Impeachment de Dilma Rousseff, foi apenas um pretexto para a defesa da distinção social, da não concorrência no mercado de trabalho melhor remunerado e pela exclusividade no processo de chegar ao topo da pirâmide social.

Colocaram um Governo que breca a possibilidade de ascensão social e mantêm o status quo da Era pré-PT e as panelas se silenciaram, mesmo que vivenciemos no mundo real o Governo mais corrupto da História.

E você me pergunta:

E a meritocracia?

Esta nunca existiu nem vai existir, porque o mérito, sejamos sinceros, é confundido com o direito adquirido de ser distinto do brasileiro remediado e do brasileiro pobre, mérito de distinção fabricado de forma "divinatória" e pela "herança familiar".

Os de fora deste mundo fechado do brasileiro médio não receberam a Bênção Divina que os mereça capacitar a adentrar no Mundo dos homens de Bem(ns) e ocupar os mesmos espaços geográficos e consumir produtos iguais das classes média e médio-alta tradicionais porque não têm bons modos, classe, glamour e Educação.

Anônimo disse...

Relembrando "Operação Abafa" em 1997:

09/09/2017 - Enviado por Webster Franklin

Publicação de José Carlos Almeido

Em página do Facebook

O GLOBO
Segunda-feira, 19 de maio de 1997

Bastou o presidente Fernando Henrique Cardoso entregar os ministérios dos Transportes e da Justiça para Eliseu Padilha e Íris Resende e os peemedebistas fizeram as pazes com o governo. O Presidente da Camara Michel Temer (PMDB-SP), Eliseu e o líder do PMDB na Camara, Geddel Vieira Lima (BA) fecharam neste final de semana a estratégia de abafar o escândalo das denuncias de compra de votos na votação da rereiçã.

20 ANOS DEPOIS.....

Só lembrando, para aqueles que ainda insistem que a corrupção é um adolescente de 12, 13, 14 anos...

Anônimo disse...

E o povo trouxa cai na conversa do MPF e do Imparcial de Curitiba...

São os mesmos!

Eles continuam na ativa, assim como os CBF e muitos, muitos outros...

Fizeram a vida na bandalheira!

Até o juiz e o delator do banestado ainda são os mesmos...

Por isso eles fazem o que bem entendem com a justiça, com a politica, com o povo, com as riquezas do Brasil!

Quem teria acesso a estes recortes?

Ainda caímos no golpe do mesmo script e nem tiveram a necessidade de trocar os atores!

A lei é igual para todos, mas só é boa só para alguns...

Já a bandalheira é sempre paga pelos mais pobres!

Inclua-se ai os trouxas que se acham bilionários...

Tem muito trouxa neste pais, vamos medir pela bilheteria...

Marco Belotto disse...

As redes sociais é uma ótima ferramenta. O problema é que a maioria das pessoas
as usam de maneira completamente tola. Cheguei e receber via WhatsApp mais de quinze mensagens com a gravação "fake" onde na primeira vez que ouvi deu para perceber uma imitação grosseira da voz do Lulladrão. Depois disso so foi o trabalho de deletar.

Anônimo disse...

STF arquiva inquérito contra Dilma, Cardozo e ministros do STJ:

09/09/2017 - Brasil 247

Ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento do inquérito aberto contra a presidente deposta Dilma Rousseff, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e os ministros do Superior Tribunal de Justiça Francisco Falcão e Marcelo Navarro; Fachin atendeu a pedido formulado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot; eles foram acusados pelo ex-senador Delcídio do Amaral de tentar interferir na Lava Jato por meio da nomeação do ministro Navarro para o STJ em 2015; Fachin ressaltou que o arquivamento foi feito devido a ausência de provas (...)

Anônimo disse...

AULER APONTA COMO AS DELAÇÕES VIRARAM A PANACEIA DA LAVA JATO:

REUTERS/Rodolfo Buhrer
Mecanismo da delação premiada, criado para ser um instrumento auxiliar em investigações "a partir da experiência da Operação Lava Jato, se tornou uma verdadeira "panaceia"', diz o jornalista Marcelo Auler; o que deveria ser um "indício", para o devido aprofundamento da investigação, passou a ser visto como prova; a palavra de um delator, que a princípio merece ser colocada em dúvida, ganha ares de verdade, inclusive para jornalistas", destaca; "Mas, a imparcialidade ao que parece anda em falta desde que a Operação Lava Jato caiu nas graças da grande mídia e do antipetismo de uma maneira em geral", destaca

9 DE SETEMBRO DE 2017

247 - O mecanismo da delação premiada, criado para ser um instrumento auxiliar em investigações "a partir da experiência da Operação Lava Jato, se tornou uma verdadeira "panaceia"', diz o jornalista Marcelo Auler. "O que, como ministros do próprio Supremo Tribunal Federal (STF) já definiram, deveria ser um "indício", para o devido aprofundamento da investigação, passou a ser visto como prova; a palavra de um delator, que a princípio merece ser colocada em dúvida, ganha ares de verdade, inclusive para jornalistas", destaca.

"Ela faz parte de um jogo em que retém o, às vezes, ainda suspeito, não por atender as exigências dos códigos legais, em benefício da investigação ou na defesa da sociedade. Mas pela necessidade de se conseguir de forma mais rápida – o tal "braço-da-preguiça" – algo que permita confirmar uma tese anteriormente levantada. A partir de então, pouco importa se o que o delator disse faz ou não sentido. Seja o que for, a delação passa a ter fundo de verdade", ressalta

Para ele, "se for verdade o que disse Antônio Palocci ao juiz Moro, este só deveria, de imediato, tomar uma urgente providência: solicitar ao Supremo Tribunal Federal que anule a delação feita pelos Odebrechts e os diretores do grupo empresarial de mesmo nome. Afinal, o ex-ministro da fazenda de Lula revelou reuniões das quais teriam participado Emilio e/ou Marcelo Odebrecht, que não constam do que os dois – bem como os demais diretores da empresa – delataram "espontaneamente" à PGR. Nenhum deles falou em "pacto de sangue" entre Emílio e Lula", avalia. "Ou Moro não pretende questionar a veracidade da delação que beneficiou pai e filho?", questiona.

Para Auler, os últimos desdobramentos acerca das delações premiadas do empresário Joesley batista e do executivo da JBS Ricardo Saud colocam novas "dúvidas e questionamentos com relação à delação de Joesley Batista, da JBS. Dela surge a certeza que Janot agiu açodadamente na expectativa de pegar o presidente Michel Temer. Pode ter lhe beneficiado, mesmo se sabendo que de inocente o atual presidente não tem nada", diz o jornalista.

"Mas, a imparcialidade ao que parece anda em falta desde que a Operação Lava Jato caiu nas graças da grande mídia e do antipetismo de uma maneira em geral. A começar pela própria Procuradoria Geral da República que, no papel de fiscal da lei e tendo a função de exercer o controle externo da Polícia, não exerceu nenhum dos dois papéis", observa. (...)

Anônimo disse...

Recado ao idiota que copiou e publicou com o título abaixo:
Anônimo disse...
Por que as panelas bateram contra Dilma e não batem contra Temer?

Alexandre Tambelli - 09/09/2017 - Jornal GGN

VAI ESTUDAR E PARE DE REPETIR ASNEIRAS!!!

Anônimo disse...

Lava Josta é puxa saco do psdb!Bivem festas do psdb dando suas risadas!

Anônimo disse...

Ouvi o áudio e achei que os palavrões utilizados, tanto em quantidade quanto em qualidade foram muito baixos. Além disso, como é que a conversa se encerra com um simples "tchau", sem pelo menos uma meia dúzia dos mais cabeludos? Pelamor, é muito amadorismo. Fake!!

Anônimo disse...

O grampo é verdadeiro na lógica que se atribui ao PT, mas falso na lógica de Lulla, que jamais falaria por três minutos sem gafes grotescas de português. Repararam ou não?

Anônimo disse...

Dallagnol e Carlos Fernando Lima, da Lava Jato, devem sair para o Senado em 2018:

9 setembro 2017 - DCM

Os procuradores Deltan Dallagnol e Carlos Fernando Lima, duas das estrelas da Lava Jato, estão no final das negociações para sair como candidatos pelo Paraná.

Eles analisam se saem ambos para senador, disputando com Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB). Outra opção é Lima para deputado.

O convite é de Álvaro Dias, do Podemos. A justificativa da dupla para virar políticos de verdade todo mundo sabe: “A Lava Jato tem que ficar viva e vamos combater a corrupção por dentro”.

Anônimo disse...

Se eles negam, a gravação é verdadeira. Tudo o que eles dizem deve ser entendido de forma invertida.

Fabio disse...

É falso por A e B questões técnicas ou não foi possível comprovar sua autenticidade?

Anônimo disse...

Acho que o Audio é verdadeiro, tenho informações que a PF eta fazendo a perícia neste audio e qua o mesmo foi gravado por alguém de dentro do apartamento, e que vazou ao pais, ou seja o AUDIO É VERDADEIRO !!!

Anônimo disse...

O audio É VERDADEIRO, a gravação NÃO É UM GRAMPO telefónico, por isso não se escuta o interlocutor, TRATA-SE EU UMA ESCUTA AMBIENTAL feita de um apartamento em frente ao prédio de Lula, prova está que se ouve a TV ligada, foi utilizada para isso uma pistola parabólica de espionagem! Quem duvida da existência, é só procurar no MERCADO LIVRE, custa apenas R$ 286,00 a unidade.

Simples assim... qualquer um pode adquirir e utilizar, só não tem valor legal, se não tiver autorização judicial.