Vendas de bens de capital despencaram 6,7% no semestre

A ABIMAQ projeta que com a manutenção deste nível de faturamento o setor terá em 2017 mais um ano de queda na sua receita.

A receita líquida total dos fabricantes de bens de capital mecânicos do País totalizou R$ 6,0 bilhões em junho, num aumento de 2,4% em relação a maio. Na comparação com junho do ano passado, voltou a apresentar resultado negativo (-2,5%) após interromper uma sequência de 25 quedas consecutivas em maio último. No primeiro semestre deste ano, com vendas de R$ 31,9 bilhões, o setor continua acumulando forte queda (-6,7%), puxada principalmente pela valorização do Real que influenciou cerca de 40% da receita direcionada ao mercado externo.

Os números foram divulgado hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) durante coletiva de imprensa em São Paulo, transmitida online para as regionais da entidade.

7 comentários:

Anônimo disse...

A FDRH continua existindo no charme do bairro praia de belas , e nada é feito para tirar suas majestade.

Anônimo disse...

VOZES DO GLOBO DESCOBREM O ÓBVIO: O GOLPE QUE ELES APOIARAM QUEBROU O BRASIL:

Nenhum veículo de comunicação tem tanta responsabilidade pelo golpe de 2016, que arruinou a economia e a imagem do Brasil, como o Globo; no entanto, com mais de um ano de atraso, três dos principais colunistas do jornal dos Marinho agora descobriram a fria em que colocaram o Brasil; Elio Gaspari, que chegou a lançar o "Fica Temer", agora diz que Henrique Meirelles é um engodo; Miriam Leitão, que disseminou a farsa das "pedaladas", vê o Brasil à beira de um apagão fiscal; Merval Pereira, que batalhou dia e noite pelo golpe, acusa Temer de ampliar o rombo fiscal com a compra de deputados; a questão é: quando vão pedir desculpas?

26 DE JULHO DE 2017

247 – Nenhum veículo de comunicação tem tanta responsabilidade pelo golpe de 2016, que arruinou a economia e a imagem do Brasil, como o Globo.

No entanto, com mais de um ano de atraso, três dos principais colunistas do jornal dos Marinho agora descobriram a fria em que colocaram o Brasil.

Elio Gaspari, que chegou a lançar o "Fica Temer", agora diz que Henrique Meirelles é um engodo. Eis abaixo um trecho de seu artigo: (...)

PS: O incrível, não se dá só com a globo, existem inúmeros, não tantos assim, que ainda festejam esse ilegítimo governo, fazendo crer,
a eles mesmo, que estão satisfeitos com a perda de seus direitos, com essa deflação miserável por falta de consumidores e
com a alta da gasolina que chega a R$1 por litro nas bombas. jus esperniandi, em silêncio baixinho.




PS:

Anônimo disse...

CNI, QUE APOIOU O GOLPE, APONTA NOVO TOMBO INDUSTRIAL

A produção e o emprego na indústria brasileira voltaram a cair em junho, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador de evolução da produção ficou em 47,7 pontos e o de número de empregados no setor foi 47,6 pontos no mês passado. Os dados da Sondagem Industrial foram divulgados hoje (26) pela entidade. Os indicadores da pesquisa variam de zero a 100 pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos revelam queda, e acima de 50, crescimento; a CNI é apoiada por Robson Andrade, que foi um dos apoiadores do golpe de 2016.

26 DE JULHO DE 2017

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil
A produção e o emprego na indústria brasileira voltaram a cair em junho, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador de evolução da produção ficou em 47,7 pontos e o de número de empregados no setor foi 47,6 pontos no mês passado. Os dados da Sondagem Industrial foram divulgados hoje (26) pela entidade. Os indicadores da pesquisa variam de zero a 100 pontos. Quando estão abaixo de 50 pontos revelam queda, e acima de 50, crescimento.

A utilização da capacidade instalada também recuou para 65% e está 3 pontos percentuais abaixo da média histórica de 68% registrada desde 2011 para os meses de junho. Com a elevada ociosidade no parque industrial, a disposição para investir continua baixa. O índice de intenção de investimento ficou em 46,6 pontos. (...)

PS: Para quem dizia que no dia seguinte a derrubada da Dilma tudo voltava a crescer agora estão sentindo na pele o monstro que criaram.

Anônimo disse...

Temer volta a derrubar confiança do comércio:

26/07/2017 - Brasil 237

A confiança do comércio brasileiro recuou em julho pela segunda vez consecutiva e voltou ao patamar de março por causa do quadro de incerteza política, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira; "O resultado mostra que o aumento da incerteza originado com a crise política pode ter impactado o lado real da economia", explicou por meio de nota o superintendente de Estatísticas Públicas da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr; a crise política decorre do fato de Michel Temer ser o primeiro ocupante da presidência na história do Brasil a ser formalmente denunciado por corrupção; acuado, ele tem liberado bilhões aos deputados, enquanto tenta aumentar impostos (....)

Anônimo disse...

BRASIL CORRE O RISCO DE APAGÃO FISCAL, DIZ MIRIAM:

"O governo precisa de R$ 10 bi a mais para não parar, e há ministérios com dotação para apenas dois meses", diz Miriam Leitão, que classifica a atuação situação do Brasil como "dramática"; segundo a jornalista, o País já corre o risco de parar diante de um apagão fiscal.

26 DE JULHO DE 2017

247 - Em sua coluna nesta quarta-feira, anunciada com destaque na capa de O Globo, a jornalista Miriam Leitão alerta para a situação dramática das contas públicas do Brasil e diz que já há um risco real de apagão fiscal.

"O governo precisa de R$ 10 bi a mais para não parar, e há ministérios com dotação para apenas dois meses", diz Miriam Leitão.

O governo precisa de R$ 10 bi a mais para não parar, e há ministérios com dotação para apenas dois meses. A equipe econômica conta com recursos da venda de usinas da Cemig, que foram parar na Justiça. O risco de o governo não conseguir cumprir a meta é real. A situação é dramática. Para não parar, o governo precisa de, no mínimo, mais R$ 10 bilhões e receber tudo o que programou. Uma das receitas esperadas está no meio de uma grande briga na Justiça: a venda das hidrelétricas da Cemig, cujo valor previsto é de R$ 11 bilhões. Há ministérios que têm recursos para apenas dois meses. (...)

Anônimo disse...

Meirelles prepara novas medidas de arrocho fiscal:

26/07/2017 - Brasil 247

Para tentar cumprir a meta fiscal para este ano, que é um déficit de R$ 139 bilhões, o governo de Michel Temer deve anunciar nos próximos dias novas medidas de contenção de despesas; segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, uma delas é o adiamento de reajuste para várias categorias de servidores, previsto para janeiro de 2018; entre as carreiras atingidas estão auditores da Receita Federal e do Trabalho, peritos médico previdenciário e diplomatas (...)

PS: Afinal quem é o Presidente do galinheiro, digo, do Brasil o traíra ou o meierelles?

Anônimo disse...

Merval diz que Temer amplia o rombo com a compra de deputados:

26/07/2017 - Brasil 247

"Paradoxalmente, para um governo que precisa reduzir o gasto, Michel Temer está à frente de barganhas nos bastidores para obter votos suficientes para matar a denúncia da Procuradoria-Geral da República. Essas barganhas aumentam os gastos e podem significar a derrota do projeto da equipe econômica", avalia o colunista Merval Pereira (...)

PS: A Rede Globo sabe tudo sobre o golpe, afinal foi o protagonista principal, o traira só foi o cobaia que concordou, ou seja, o covarde. Diferente de José Alencar, que consultado pela Casa Grande se aceitava assumir o Brasil no lugar de lula, disse que não, pois havia sido "eleito para ser vice".