Artigo, Guilherme Socias Villela, Zero Hora.com - Mais Honesto Vou Ficar

- Ex-prefeito de Porto Alegre

A frase do título em tela é um excerto, quase ipsis litteris, de um manifesto proferido pela cantora e compositora Ana Carolina. No início refere-se ao que se aprendia na infância: não roubarás; meu filho devolve o lápis de cor e a régua do teu coleguinha de aula; não mintas; se afasta das más companhias — e assim por diante. Hoje, aduz, o que se vê na política são cuecas e malas cheias de dólares, fraudes, lavagem de dinheiro, propinas, compra de votos, roubalheiras e o escambau — todos viajando na bagagem nacional da hipocrisia e da impunidade. À colação, revela o que há de mais sórdido. Obsceno. Indecente.

Em outro nível de reflexão, assevera o escritor João Ubaldo Ribeiro: a esperteza é moeda mais valorizada do que o dólar. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

5 comentários:

Façanha, o advogado do povo disse...

O Socias abandonou a política, como se sabe...

Anônimo disse...

Seja explícito Façanha, não entendi.

Anônimo disse...

Grande prefeito !

Anônimo disse...

João Ubaldo não leu o Livro 1808 de Laurentino Gomes.

Ao comentar "questão que vem de longe", Ubaldo replica o que um inglês escreveu em 1808 sobre os nordestinos.

Também não assistiu os Trapalhões, faziam os outros de bobos para vender humor nojento na grande midia comunista travestida de capitalista, isto somente para os donos, nos anos 70.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Tão logo o chorão e incompetente filósofo caxiense me pagar o tenho a receber nesse mês irei procurar socorro médico vez que minha memória já não é mais a mesma. Porque dito isto? Por que nascido e naquele período vivendo em minha Porto Alegre a ditadura nos tirou o direito de votarmos em eleições de sorte que NÃO TIVEMOS PREFEITOS e sim INTERVENTORES nomeados pela DITADURA.