Governo Temer joga taxa básica de juros para 9,25% ao ano

Êxito da política econômica do governo Temer. É a primeira vez desde 2013 que a taxa cai para menos de dois dígitos.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira, por unanimidade, baixar os juros básicos da economia brasileira de 10,25% para 9,25% ao ano. Foi o sétimo corte seguido na taxa Selic.

O mercado acha que a taxa cairá para 7% até o final do ano.

O presidente Temer comemorou a queda.

Com a decisão, que confirmou a expectativa dos economistas do mercado financeiro, o BC manteve o ritmo de redução de um ponto percentual verificado na última reunião, realizada no fim de maio.

Em 9,25% ao ano, os juros r

5 comentários:

Anônimo disse...

boa ....pelo menos o temeroso fez o que o pt nao fez em 13 anos, onde tava o pt em 13 anos que deixou os banqueiros matarem o povo a mingua com os juros mais altos do mundo onde tava o pt nanico q governou p empresarios sim o pt encheu os empresarios seus amigoes de beficios e incentivos.... os friboi por exemplo levaram mais de 60 bilhoes do bndes montaram um imperio com nossa grana, assim como eike batista e varios outros inclusive os empreiteiros q construiram aqui e e em varios paises do mundo- obras superfaturadas com apoio do 9 dedos- lula e pt nunca governaram pra pobre m., nenhuma o negocio deles sempre foi com empresarios e banqueiros

Anônimo disse...

Enquanto isso......

GOVERNO ESTUDA ADIAR REAJUSTE A SERVIDORES:

Secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas; "O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou.

26 DE JULHO DE 2017

BRASÍLIA (Reuters) - A secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi, afirmou nesta quarta-feira que o governo estuda postergar o reajuste salarial já aprovado para servidores públicos, dentro de esforço para contenção das despesas públicas.

"O que está se discutindo, o que pode se discutir é a postergação de um reajuste que já foi aprovado", afirmou. "Prorrogação por alguns meses, prorrogação em algum período", acrescentou ela, em coletiva de imprensa.

PS1: E os servidores públicos coxinhas vão dizer: a culpa é da Dilma.
PS2: Mas bateram panelas para Dilma cair. E agora? Cadê as panelas?
PS3: Os da PF fizeram muita força para derrubar a dilma, estão sendo premiados.
PS$: Mas nem tudo é tristeza o Judiciário e o MPF vão receber reajuste acima da inflação.

Anônimo disse...

"Êxito da política econômica do governo Temer".

Belo chapa branca hein, editor...

Justiniano disse...

Agora a Globo vai ter que anunciar isso, mas dói na alma dos jornalistas ter que reconhecer que esse "maldito" do Temer conseguiu reduzir o juro da taxa Selic.

Falando em Globo para qual rede de TV a RBS vai migrar porque a Globo sabe que o seu futuro é recuperação judicial.

Tem 750 milhões de dívida julgada e homologada no CARF, não cabendo mais recursos, e agora com as tetas secas do BNDES começa bater o desespero. O Temer mandou fazer uma varredura em todas as dívidas da empresa com o governo federal. A cobra vai fumar pro lado da Globo.

fernando bender disse...

É o desespero de ressuscitar a economia. A política econômica não é um êxito, nem tem êxitos. Isso é um remendo . O problema que o brasil enfrenta desde que ele começou a ser vice, é o déficit fiscal crescente. Financiar isso com exportações lá em baixo, obriga uma taxa de juros real suficiente. hoje, estamos com taxa de juros real a 5% ao ano.
Um pouco menos do que o High Yield Bonds americanos. Adicione-se a isso nosso risco cambial. Logo verás leilões de títulos do governo emitidos em dólar ou esvaziados. Aí estaremos perto do socorro do FMI. abraços.