Fenaban propõe reajuste de 7% e abono de R$ 3,3 mil para bancários

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou nesta sexta-feira à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e à Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec) uma nova proposta de aumento na remuneração dos bancários, que consiste em um reajuste de 7% para os salários e benefícios, somado a um abono de R$ 3,3 mil a ser pago até dez dias após a assinatura do acordo

Os bancários estão em greve há quatro dias. Os trabalhadores deverão discutir os rumos da paralisação na próxima segunda-feira durante assembleia da entidade. Antes disso, nesta sexta-feira, o comando de greve se reúne.

4 comentários:

Anônimo disse...

Se banco não paga nem a inflação, o que sobra para os demais trabalhadores?

Joe Montana

Anônimo disse...

Lambam os beiços meus caros.
Tem muitos trocando o reajuste pela manutenção do emprego.
Eu tive que optar por reajuste 0, ficar mais pobre porém empregado.

Anônimo disse...

E os juros no Bradesco são de 3000% ao ano.

Anônimo disse...

O SINDICATO, QUE COLOCA DIARISTAS, PARA IMPEDIR A ENTRADA DOS CLIENTES NOS BANCOS, VAI SE PRONUNCIAR DO ROUBO DOS FUNDO DE PENSOES?
A CONTRIBUIÇÃO SUBIU DE 5% PARA 13%. ENTAO FOI UMA DESVALORIZAÇÃO DE 8% NO SALARIO....