Piratini pediu ofício para mandar quatro brigadianos em socorro da Assembléia do RS.

O restabelecimento da desordem social produzida pelos 14 anos de governos petistas só ocorrerá com a imposição da lei e tolerância zero.

Sem aparato policial ostensivo, a presidente da Assembléia do RS, deputada Silvana Covatti, apelou diretamente ao governador Ivo Sartori, ontem, para que mandasse um batalhão da Brigada Militar, o Bope, para desalojar um grupo de estudantes alinhados com Psol, PSTU, PCdoB e PT que invadiu a Assembléia Legislativa, mas não foi atendida. O governo pediu um ofício, recebeu o original em minutos e em vez de mandar o Bope, despachou quatro brigadianos. Esta manhã, a deputada mandou outro ofício, porque a ocupação continuava, mas novamente recebeu quatro brigadianos para reforço.

O caso da Assembléia e também do Centro Administrativo, são de segurança nacional, porque as sedes dos dois Poderes foram invadidas e ocupadas pela violência.

Caberia à deputada Silvana Covatti requisitar força policial e não mandar ofícios, responsabilizando a autoridade da área por descumprir a ordem.

Ou chamar o Exército, já que não é atendida pela Brigada.

A reintegração de posse dos imóveis públicos ocupados por manifestantes, sem recorrer à Justiça, deve ser seguida por ordem para que a Brigada registre boletim de ocorrência para apurar se houve eventuais danos ao patrimônio público, como está havendo. Isto é o que manda o artigo 1210 do Código Civil, que trata sobre os efeitos da posse. O artigo diz que o proprietário poderá retomar o imóvel por força própria, desde que faça isso logo e não cometa excessos.

10 comentários:

Emmanuel disse...

A cidadão poderia chamar o apoio do Exército ... aliás, tem um montão de soldados em Porto Alegre ... a menos que o MST ande invadindo seus quartéis.

Anônimo disse...

Se este sujeitinho chamado Sartori - que voces elegeram - agiu assim, a culpa é dos 14 anos do governo petista?
Políbio: Nós não somos burros como a sr imagina para acreditar nessas baboseiras que o sr escreve

Anônimo disse...

Isso aqui esta pior que a Siria ou Uganda, ou Moçambique ou Burquina Fasso...E a midia preocupada com os USA e o TITE...

Capitão Tormenta disse...

Há, como gostaria de ser o comandante de um pelotão para desalojar estes bagunceiros, eles nunca mais ocupariam nada, como falta no nosso país HOMENS, com coragem e sérios, mas como elegemos estes NABAS, vamos aguentar.

Anônimo disse...

Um pelotão do choque da BM resolve o problema! Simples assim.

Anônimo disse...

hehehehehehekkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkauauauauauauauauauauauakikikikkkikkikihehehehehehehehehehehehehe

Me desculpem mas é de rir !

Anônimo disse...

O Sartori borra-se de medo da imprensa esquerdopata que doida para acusá-lo de maltratar o "povo" que reivindica "melhores" condições de educação.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Segurança nacional? É isto mesmo?
Hahaha...

ganhatudo disse...

Tudo bem. Mas mandar brigadianos para quê? Para ficar lá sendo ofendidos e desmoralizados no ambiente de outro Poder? Sim, porque bastava um entrevero qualquer e já colocarem a culpa na Polícia. O Poder Legislativa não tem segurança? Quanto eles pagam para os seguranças da AL? E na hora que precisa não estão lá para resolver.
Na minha opinião a BM só deveria atender se fosse para resolver a situação e desocupar o local e ainda assim com a garantia de que seus soldados não seriam desrespeitados pelos próprios que lhe pediram socorro.

Anônimo disse...

Essa permissividade com esses baderneiros é tudo culpa do PT e desses comunistas que ainda perambulam pelo mundo como zumbis, babando pelo canto da boca e perdendo nacos do nariz e das orelhas. Chutem de uma vez esses mortos-vivos para a cova rasa do passado vergonhoso e vamos tocar esse mundo livre dessas baratas ideológicas pestilentas, viúvas de Che Guevara e outros seres das trevas comunistas latino-americanos.