Minuano anuncia demissão de mais de 300 trabalhadores em Passo Fundo

O frigorífico Minuano demitiu, na manhã desta segunda-feira, mais de 300 trabalhadores de sua unidade em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, que terá as operações interrompidas.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação de Passo Fundo, Miguel Luis dos Santos, os trabalhadores foram informados da decisão quando chegaram ao trabalho nesta manhã.

7 comentários:

Anônimo disse...

Coitados, e a FDRH o sartori deixa a plano vapor com altos salários, funcionários e ccs. que não giram a economia.

Anônimo disse...

o PT quebrou o Brasil...

e ainda querem ficar no governo...

Biriva do cerro do tigre disse...

Esse é o legado do populismo demagógico do PT, são vendedores de ilusões que agora a casa caiu.
A situação da Minuano é resultado na retração do consumo do frango em todo o país, que ainda é a carne, apesar de tudo, mais barata, e o seu consumo caiu a níveis iguais a 2005, ou seja 36 kg/per capita, quando já estávamos com 48 kg/per capita.
A indústria está nos níveis mínimos para manter a venda com preço de R$ 3,10 e o mercado com R$ 4,50 e, mesmo assim o consumo está em queda.

Anônimo disse...

Pois é!!! Ontem a quebradora do Brasil deu mais de 9% para a vagabundagem continuar ganhando grana pra ficar em casa e embuchando a mulherada com filhos e mais filhos,aumentando o bolsão da pobreza.Ela tinha que ligar para a Minuano e perguntar o porque da demissão,dar um incentivo,conversar com o dono do frigorífico,mas não.Deu um belo aumento para os votantes do PT.Petistas malditos.Partido das trevas.

Anônimo disse...

Efeito Sartori

Anônimo disse...

Tenho pena dos que não votaram nos PeTralhas.

Anônimo disse...

E as demissões em Gravataí?