Governo brasileiro falseia informações para atrair investidores estrangeiros

Na página do Tesouro Nacional (que pode ser acessada clicando-se aqui), há um link exaltando as vantagens de se investir no Tesouro Direto, incluindo um vídeo explicando a rentabilidade e a modalidade. A intenção é atrair investidores estrangeiros ao Brasil.

O problema é que nem todas as informações na página estão corretas. Diz o site que “O Brasil possui excelente reputação como emissor, pois seus títulos domésticos são considerados grau de investimento pelas três maiores agências de classificação de risco internacionais: Fitch, Moody´s e S&P”.

Só que a Standard & Poor’s, em setembro, e a Ficth, em dezembro, retiraram o grau de investimento do Brasil. Só a Moody’s mantém o grau, e ainda assim colocou a nota do Brasil em revisão, para possível rebaixamento.

9 comentários:

Anônimo disse...

O Tesouro pedindo investimentos no Tesouro Direto? tem gato nessa tuba, tal qual sindicalistas, anos atrás informando não comprar ações da Petrobrás seria burrice!

Frederico Chinha Reassa disse...

Mas Nobre Editor, diga-me quando foi que algum esquerdopata petista ou de algum destranbelhado socialista (se bem que todos o são) disse alguma coisa que não fosse mentira?!
Esses vasos sanitários vivos só dizem mentira!!
...
Voltemos à DIREITA que tudo melhora...

Luiz Vargas disse...

Este desgoverno corruPTo, por falsear informações sobre a PeTroubrás, a deixou à beira da falência.
Quando os norte americanos começarem a ganhar as ações judiciais impetradas a PeTroubrás deixará de ser PaTrimônio do povo brasileiro e passará a condição de escombros do bando quadrilheiro PeTralha.

Anônimo disse...

FURARAM, QUEBRARAM o Tesouro...Pronto!

Anônimo disse...

Não vou aqui defender esse péssimo governo. Agora, é só aqui no Brasil que agências de risco têm alguma importância. De maneira geral, nos países ricos, são ignoradas.
Até porque há muito mais interesse financeiro por trás dessas avaliações do que propriamente uma análise profunda. Serve mais para alegria de jornalistas. E se tivesse realmente alguma importância para investidores, alguém acha que seria tão amplamente divulgada: seria restrito e caro.
As análises que eles fazem poderiam ser feitas até por quem não entende nada de economia.
Um investidor sério vai ignorar e fazer pesquisas mais profundas.
É só lembrar do caso Enron nos ``States``. Aí se verá a credibilidade e a profundidade dessas análises.

Anônimo disse...

Sr Polibio Braga:

O que podemos esperar de petistas.
Quem mente aqui mente lá

Saudações

Anônimo disse...

Nada de anormal, tudo dentro da competência governista: mentira como mote mor.

Roberto disse...

hhhhhmmmmmm!!!

Roberto disse...

Mais uma vez o nosso famoso "jeitinho"!