Copom já admite abrir mão da meta da inflação deste ano

A última ata da reunião do Copom, divulgada hoje, mostra que o Banco Central não tem mais o objetivo de levar a inflação o mais próximo do centro da meta (4,5%) este ano. O comitê diz adotará as medidas necessárias de forma a assegurar o cumprimento dos objetivos do regime de metas do Conselho Monetário Nacional e convergir a inflação para a meta de 4,5%, ano que vem.

Em novembro, o Copom afirmava que tinha por objetivo trazer inflação o mais próximo possível de 4,5% ainda em 2016. A meta de inflação tem como centro 4,5% e limite superior 6,5%, este ano e 6%, em 2017. Com isso, o BC espera para este ano que a inflação fique dentro do limite superior e não mais que fique o mais próximo possível do centro da meta.

4 comentários:

Anônimo disse...

Não tem e nunca teve !!

Anônimo disse...

Políbio,

O IPCA 2015 já "roda" a 15%, com ou sem COPOM.

Se não cuidarem, IPCA 2017 será 22-25%.

Não é brincadeira o que esta acontecendo.

JulioK

DS disse...

Eu vivi a inflação gigantesca dos anos 80 e início dos 90 e não quero isso de volta.
O melhor que já foi feito no brasil foi o plano Real e os PTistas conseguiram acabar com ele. quem se lembra que os Ptistas sempre foram contra ele? pois é agora conseguiram.

Roberto disse...

Mas o Conselhão vai resolver o problema! Aguardem!