83% dos brasileiros acham que Dilma e Lula sabiam de tudo. 66,3% acham que Lula acabará na cadeia.

O editor recebeu ontem cópia da pesquisa exclusiva que o Instituto Paraná Pesquisas produziu para a revista Veja, publicada agora pelo site, pela qual fica claro que para 83% dos brasileiros Dilma sabia do petrolão. O número só é menor do que o de Lula, porque neste caso 84% pensam deste modo. De acordo com 75,7% dos entrevistados, caberia à presidente pedir desculpas pela corrupção

No seu site, Veja revela que a corrupção colou na imagem que os brasileiros têm da presidente Dilma Rousseff. 

Leia mais:

Um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas revelou que 83,5% dos entrevistados acreditam que ela sabia dos esquemas de corrupção na Petrobras desvendados pela Operação Lava Jato. O índice chega a 86,3% na região Sudeste e cai para 78% no Nordeste. De acordo com 75,7%, diante da corrupção na Petrobras e no governo federal revelada pela justiça federal, caberia à presidente fazer um pedido de desculpas ao país.
O ex-presidente Lula também foi contaminado pelo escândalo. Para 84,2% dos entrevistados, ele também sabia dos desvios na estatal. Os índices oscilam entre 87,3% no Sudeste e 76,9% no Nordeste. Apesar da convicção ser predominante, 66,3% acham que Lula não será preso na operação. Para 65,6%, as investigações correm o risco de acabar em pizza. Outros 24,6% discordam que a operação terá desse desfecho. Quanto ao que foi apurado até o momento pela operação, 47,2% acham que há muita corrupção que nem virá a público e 45,9% dizem que ainda há muita corrupção a ser apurada e trazida a público. Apenas 5,9% acham que a maior parte da corrupção já foi investigada e divulgada.
O estudo mostra que a falta de fiscalização dos tribunais competentes (42,9%), o governo (26%) e os partidos políticos e campanhas eleitorais (13,3%) são os principais responsáveis pelo petrolão.
A pesquisa também testou a popularidade do juiz Sergio Moro: 16,8% dos entrevistados souberam citar o nome do juiz federal que comanda a Lava Jato, índice que sobe para 26% no sul do país. Os números traduzem ainda o desejo da população de ver punidos os envolvidos. Para 54,2%, as prisões ordenadas até o momento são penas leves, outros 40,6% dizem serem justas e apenas 3,8% disseram ver exagero nas medidas. Em relação às delações premiadas, 55% defendem o método como forma de os investigados contribuírem com a justiça e 37,5% são contra. Sobre a confiabilidade das informações dos delatores, 34,6% as classificam como confiáveis, enquanto 50,5% afirmam não confiar nas declarações dos envolvidos.

O universo da pesquisa é de 2.060 pessoas, estratificadas por sexo, faixa etária, escolaridade e posição geográfica. Foram colhidas entrevistas pessoais com habitantes maiores de 16 anos em 23 Estados e Distrito Federal e 154 municípios brasileiros entre os dias 24 a 27 de agosto deste ano. O grau de confiança é de 95% para uma margem estimada de erro de dois pontos percentuais. O instituto Paraná Pesquisas está registrado no Conselho Regional de Estatística da 3ª Região sob o nº 6288/10 e é filiado à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP) desde 2003. Para a seleção da amostra, foi usado o método de amostragem estratificada proporcional conforme o mapeamento do Brasil nas cinco regiões (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul), segundo o IBGE. Dentro de cada região, agruparam-se os municípios em grupos homogêneos para a estratificação proporcional final da amostra.

10 comentários:

Anônimo disse...

Cadeia para Lula - Tabira - PE

Anônimo disse...

Isso nem precisa de pesquisa, está provado que sabiam.

Além do maior pesquisas como urnas são manipuladas.

Lula na cadeia com o PMDB aliado do governo Dilma, impossível.

A propagando do PMDB é justamente para um acordão nacional, nada mais.

Anônimo disse...

Ontem o juiz Sérgio Moro deixou bem claro em sua palestra a necessidade de se pegar o grande chefe da corrupção brasileira. Todos sabemos que ele também atende por Brahma. Tenhamos um pouco mais de paciência, porque o juiz sabe com quem está lidando e não pode deixar nenhuma possibilidade de defesa, porque muitos juízes devem favores ao grande chefe e em havendo alguma brecha legal, tratarão de inocentá-lo.

Anônimo disse...

A presidente era presidente do conselho da Petrobrás, era Ministra de Minas e Energia e não sabia de nada? Claro que sabia.
Lula não sabia de nada? Com Dirceu e Dilma ligados à Petrobrás.
Agora daí até serem presos vai uma distância muito grande. Não acredito que sejam atingidos.
A única punição é o voto.

Alberto disse...

Prisão do 'Barba' será a cereja do bolo do Petrolão!!!

Unknown disse...

Qual é a novidade?

Só não sabe disso as autoridades das instituições.

fred oliveira disse...

Coo Lula não poderia saber se nada no pt ocorre sem o aval dele? O petrolão, assim como o mensalão, foi implantado pelo governo Lula e Dilma continuou, simples assim. Cabe a justiça responsabilizar quem comandava. Não há como um presidente não ser responsabilizado ante uma sofisticada teia de corrupção como esta.

Anônimo disse...

EM 2018 ELE VAI ESTAR ELEITO DE NOVO..NÃO DÁ PRA ENTENDER A CABEÇA DESTE POVO DESTE PAÍS...POR ISSO QUE AQUI SEMPRE VAI SER UM PAÍS DE BANANA MESMO...QUE RAÇA MALDITA

Celso disse...

Tenho 72 anos se o LULA popular BARBA for preso com certeza será um dos dias mais feliz da minha vida

Anônimo disse...

Lula sem campanha com 25 % dos votos e quando começa a campanha vai subir e será presidente em 2018