Justiça abre ação da Odebrecht e mais doze

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Operação Lava-Jato, abriu nesta terça-feira, ação penal contra o empresário Marcelo Bahia Odebrecht, presidente da Construtora Odebrecht, e mais 12 investigados por corrupção e lavagem de dinheiro. Moro também recebeu denúncia do Ministério Público Federal contra executivos ligados à maior empreiteira do País - Marcio Faria da Silva, Rogério Araujo, César Ramos Rocha e Alexandrino de Salles Ramos de Alencar, Paulo Boghossian -, o doleiro Alberto Youssef, o operador de propinas Bernardo Freiburghaus, os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa (Abastecimento) e Renato Duque (Serviço), o ex-gerente de Engenharia estatal Pedro Barusco e o funcionário da companhia Celso Araripe D'Oliveira.

Um comentário:

Anônimo disse...

Conselho a Marcelo Odebrechet {Caso leia dou esse conselho } : e' hora do delator ser delatado . Durante a ditatura Lula nao pensou duas vezes em delatar os companheiros e se deu muito bem , De torneiro mecanico chegou a presidente da republica . Marcelo faca um bom acordo de delacao premiada , enquanto ainda ha tempo, e se livre de passar muitos e muitos anos na cadeia e ainda por cima salva a empresa que sua familia construiu.
Marcelo se Lula estivesse eu seu lugar nao pensaria duas vezes em delatar voce .